Brownie de batata doce vegano e sem glúten

Descubra como preparar facilmente um brownie de batata doce vegano para desfrutar em família e obter diversos nutrientes essenciais.
Brownie de batata doce vegano e sem glúten

Última atualização: 18 Novembro, 2021

O brownie é uma das sobremesas preferidas de muitas pessoas, mas não é exatamente uma receita saudável. A sua inclusão regular na dieta pode causar danos, uma vez que contém muitos açúcares simples e gorduras trans. No entanto, vamos mostrar a vocês uma receita de brownie de batata doce vegano que pode ser uma excelente alternativa.

Em primeiro lugar, você deve saber que as sobremesas podem ser incluídas com frequência nas diretrizes nutricionais. Embora seja verdade que o melhor é tomar um iogurte ou comer uma fruta, existem alternativas para consumir na hora certa e aumentar a variedade. Desta forma, uma maior adesão ao regime será alcançada e o risco de sofrer déficits de nutrientes essenciais será reduzido.

Ingredientes da receita de brownie de batata doce vegano

Brownie de batata doce
Esta receita de brownie de batata doce é mais saudável do que a versão tradicional. Dê uma chance a ela!

Para preparar um brownie de batata doce vegano, você precisará dos seguintes ingredientes:

  • 1 abacate
  • 1 xícara de purê de batata doce cozida.
  • Meia xícara de purê de maçã.
  • 1/2 xícara de mel.
  • Uma colher de chá de extrato de baunilha.
  • 4 ovos
  • 1/4 xícara de farinha de coco.
  • 2 colheres de sopa de pó de araruta.
  • 1/2 xícara de cacau em pó.
  • Meia colher de chá de sal marinho.
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio.

Passo a passo

  1. Pré-aqueça o forno a 180 graus Celsius com calor em ambos os lados.
  2. Unte uma forma com óleo de coco e cubra com papel manteiga.
  3. Em seguida, misture o abacate com a batata doce, o purê de maçã, o mel e a baunilha em uma tigela. Incorpore tudo muito bem até atingir uma textura cremosa e adicione o cacau em pó.
  4. A partir daqui, adicione os ovos um de cada vez. Você não deve parar de mexer em nenhum momento para garantir que todos os ingredientes fiquem perfeitamente integrados.
  5. Ao mesmo tempo, coloque a farinha de coco, a farinha de araruta, o sal e o bicarbonato de sódio em outro recipiente. Mexa bem e acrescente à mistura anterior até obter uma textura lisa e homogênea.
  6. Transfira todo o conteúdo da tigela para a assadeira com o papel manteiga e asse por cerca de 25 minutos.
  7. Depois de algum tempo, fure para verificar se o resultado é o ideal. Se precisar de um pouco mais de cozimento, você pode colocá-los de volta no forno.

Benefícios do brownie de batata doce vegano

Esta receita que acabamos de mostrar não é apenas excepcional em termos de sabor, mas a sua inclusão numa dieta variada pode levar a uma série de benefícios para o corpo. Dentre eles, destacam-se os seguintes.

Contribui para melhorar a saúde cardivoascular

Este brownie concentra ácidos graxos da série ômega 3 em seu interior. Esses compostos são capazes de trazer benefícios à saúde cardiovascular, reduzindo a incidência de muitas patologias complexas relacionadas ao coração. Isso é evidenciado por uma pesquisa publicada no Journal of Atherosclerosis and Thrombosis.

É necessário enfatizar que esses mesmos nutrientes são eficientes no controle dos mecanismos inflamatórios do organismo. Isso não apenas melhora a recuperação após um esforço esportivo, mas também previne o aparecimento de doenças relacionadas à idade.

Brownie sem glúten
Os brownies de batata doce são simplesmente deliciosos. Ninguém vai notar que eles têm algo diferente!

Fortalece o sistema imunológico

A batata doce é uma fonte de vitamina C. Este nutriente é essencial para estimular a função imunológica e reduzir o risco de contrair doenças infecciosas, como as doenças respiratórias.

Além disso, segundo um estudo publicado na revista Annals of Nutrition & Metabolism, a manutenção de níveis adequados desta substância ajuda a controlar os sintomas, diminuir a intensidade e a duração.

Além disso, a vitamina C é essencial para garantir a síntese endógena de colágeno. Esta é a proteína mais abundante do corpo, pois faz parte de praticamente todos os tecidos. É fundamental garantir a contratilidade dos músculos e prevenir o aparecimento de rugas na pele.

Funciona como antioxidante

O cacau é um dos alimentos de origem vegetal que concentra mais antioxidantes em seu interior. Foi demonstrado que esses compostos neutralizam a formação de radicais livres e seu subsequente acúmulo nos tecidos do corpo. É importante observar que a inflamação é um dos mecanismos subjacentes a muitas das diferentes condições crônicas.

Por esse motivo, a gênese de espécies reativas de oxigênio deve ser limitada. Para isso, será necessário garantir o consumo de fitoquímicos por meio da inclusão na diretriz de alimentos de origem vegetal. O cacau é um deles, embora as frutas vermelhas também façam esse trabalho.

Experimente este brownie de batata doce!

Como você viu, é fácil fazer um brownie de batata doce sem glúten vegano que toda a família pode apreciar. Por conter uma baixa concentração de açúcares simples, não será particularmente prejudicial para a saúde metabólica. Por isso, poderá aparecer na dieta com mais frequência do que se optarmos pela versão tradicional deste prato.

De qualquer forma, lembre-se de que, para garantir uma boa saúde, é necessário aliar uma boa alimentação a outros hábitos, como a prática regular de exercícios físicos e noites de sono adequadas. É essencial ter pelo menos 7 a 8 horas de sono de boa qualidade todas as noites para que os processos de recuperação do corpo ocorram com eficiência.

Pode interessar a você...
Propriedades da batata doce e seus principais benefícios
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Propriedades da batata doce e seus principais benefícios

Se você é uma das pessoas que costuma consumi-la, vai gostar de conhecer as propriedades da batata doce e seus benefícios para a saúde.



  • Watanabe, Y., & Tatsuno, I. (2020). Prevention of Cardiovascular Events with Omega-3 Polyunsaturated Fatty Acids and the Mechanism Involved. Journal of atherosclerosis and thrombosis27(3), 183–198. https://doi.org/10.5551/jat.50658
  • Wintergerst, E. S., Maggini, S., & Hornig, D. H. (2006). Immune-enhancing role of vitamin C and zinc and effect on clinical conditions. Annals of nutrition & metabolism50(2), 85–94. https://doi.org/10.1159/000090495
  • Alkadi H. (2020). A Review on Free Radicals and Antioxidants. Infectious disorders drug targets20(1), 16–26. https://doi.org/10.2174/1871526518666180628124323