Mejor con Salud
 

Alimentação em casos de doenças crônicas

As doenças crônicas são difíceis de gerenciar, mas a dieta pode ajudar se seguirmos algumas diretrizes básicas. Saiba todos os detalhes a seguir!
Alimentação em casos de doenças crônicas

Última atualização: 30 Novembro, 2020

As doenças crônicas são caracterizadas por não possuírem uma cura, perdurando ao longo do tempo. Em muitos casos, sua fisiopatologia, as causas que as provocam e os possíveis tratamentos são desconhecidos. Isso não quer dizer que não existam formas de aliviar os sintomas. Na verdade, a alimentação pode ser uma grande aliada em casos de doenças crônicas.

O objetivo da alimentação nessas situações é reduzir os níveis de inflamação, estresse oxidativo e dor. Uma série de alimentos ricos em fitonutrientes, vitaminas e minerais devem ser escolhidos como prioritários. Além disso, vale ressaltar a necessidade de restringir o consumo de alimentos capazes de promover processos inflamatórios.

Alimentação anti-inflamatória em casos de doenças crônicas

Um dos nutrientes que é particularmente relevante no tratamento dietético de doenças crônicas é o ácido graxo ômega 3. Esta tipo de lipídio é capaz de reduzir os marcadores de inflamação do organismo, ao mesmo tempo em que melhora o perfil lipídico do indivíduo, como afirma um artigo publicado na revista Biochemical Society Transactions.

Essas gorduras podem ser encontradas em peixes oleosos, óleos vegetais crus, sementes e abacateSeu consumo deve ser regular para garantir o efeito modulador desses nutrientes em mecanismos de feedback inflamatório.

Fontes de ômega 3
As fontes de ômega 3 atuam como reguladores da inflamação corporal.

Para saber mais: 5 fontes vegetais de ácidos graxos ômega 3

Fitonutrientes contra a dor diante de doenças crônicas

Ouros compostos capazes de influenciar o manejo das doenças crônicas são os fitonutrientes. Trata-se de substâncias orgânicas presentes especialmente nos vegetais.

Eles têm a capacidade de modular a inflamação e reduzir o estresse oxidativo. Isso é indicado por um estudo publicado na revista Oxidative Medicine e Celullar Longevity. Os fitoquímicos são capazes de reduzir os danos celulares e, portanto, prevenir o envelhecimento.

Além disso, afetam algumas vias fisiológicas que são responsáveis pela modulação da dor e sensibilidade do sistema nervoso. Por essa razão, são de particular importância no manejo de doenças crônicas. É essencial incluir alimentos do reino vegetal com frequência na dieta.

Leia também: Melhores alimentos contra o envelhecimento

Suplementos que podem ser úteis

Um exemplo de suplemento é a melatonina. Este hormônio é responsável por modular os ciclos circadianos de sono e aumentar a qualidade do descanso. Tem um caráter antioxidante marcante e está relacionado à prevenção de doenças metabólicas e neurodegenerativas. É até capaz de aliviar a dor em patologias crônicas como a fibromialgia, embora doses elevadas precisem ser usadas para este fim.

Outro exemplo são os probióticos. A saúde da microbiota está relacionada à proteção contra o desenvolvimento de doenças crônicas e complexas. Para minimizar o risco de disbiose intestinal, é possível utilizar suplementos probióticos e prebióticos. Isso melhora a diversidade da flora e, com ela, o estado de saúde.

Microbiota saudável
O cuidado na composição da microbiota é essencial para o manejo de doenças complexas, especialmente de doenças gastrointestinais.

Melhore a alimentação para gerenciar casos de doenças crônicas

As patologias crônicas não têm cura, mas é possível gerenciá-las do ponto de vista farmacológico e dietético. Para fazer isso, é fundamental enfatizar a ingestão de alimentos com capacidade anti-inflamatória e antioxidante. Esses produtos são capazes de influenciar a percepção da dor e a redução dos danos celulares.

Por outro lado, é possível recorrer ao uso de suplementos alimentares. Alguns deles, como a melatonina ou os probióticos, reduzem o risco e regulam sintomas agressivos da cronicidade, como a dor.

No entanto, é necessário escolher o produto corretamente. Antes de consumir qualquer suplemento ou complemento, recomenda-se consultar um especialista, para que ele confirme a necessidade da sua ingestão e explique a maneira correta de realizá-la.

Lembre-se de que uma dieta variada e saudável, juntamente com a prática regular exercícios físicos, é a melhor maneira de prevenir o desenvolvimento de doenças. O estilo de vida saudável é a chave para uma existência equilibrada.

Doenças crônicas: tudo o que você precisa saber

Doenças crônicas: tudo o que você precisa saber

As doenças crônicas se tornaram um problema no mundo todo. O envelhecimento da população é uma das grandes causas. Explicamos como elas pode ser evitadas.



  • Wang J., Song Y., Chen Z., Leng SX., Connection between systemic inflammation and neuroinflammation underlies neuroprotective mechanism of several phytochemicals in neurodegenerative diseases. Oxid Med Cell Longev, 2018.
  • Calder PC., Omega 3 fatty acids and inflammatory processes: from molecules to man. Biochem Soc Trans, 2017. 45 (5): 1105-1115.