As vitaminas ajudam a aumentar os níveis de energia?

02 Outubro, 2020
As evidências apontam que a vitamina B2 atua como um cofator fundamental na obtenção de energia nas células. No entanto, isso não é suficiente para aumentar a nossa vitalidade. Saiba mais a seguir.

As vitaminas são micronutrientes essenciais que participam de uma infinidade de processos metabólicos. É necessário garantir a sua ingestão, pois um déficit das mesmas pode favorecer o surgimento de doenças. No entanto, será que elas podem ajudar a aumentar os níveis de energia do organismo?

Devemos lembrar que existem dois tipos de vitaminas: as solúveis em água e as solúveis em gordura. As primeiras se dissolvem em água e as segundas em gordura. Essa condição faz com que só possamos armazenar em nosso corpo aquelas capazes de se acumular no tecido adiposo. Enquanto isso, as substâncias solúveis em água serão perdidas pela urina.

Neste artigo vamos falar sobre as vitaminas hidrossolúveis do complexo B. Elas estão envolvidas em uma infinidade de processos relacionados ao metabolismo energético, conforme indicado por vários estudos científicos.

Como aumentar os níveis de energia?

Está claro que os principais nutrientes para a obtenção de energia são os carboidratos e as gorduras. Dependendo do uso do metabolismo aeróbico ou anaeróbico, um ou outro nutriente assumirá um papel mais relevante.

No entanto, para produzir as reações energéticas é necessária a existência de substâncias catalisadoras. Estas são, em particular, as vitaminas do complexo B. Muitas das reações energéticas ocorrem nas mitocôndrias, e a respiração celular depende, entre outras coisas, dessas organelas.

A literatura científica sugere que a vitamina B2 atua como um cofator essencial na produção de energia nas células. No entanto, isso não significa que a suplementação de vitaminas ou o aumento da ingestão de vitaminas melhorem nossos níveis de vitalidade.

A menos que haja um déficit anterior, não há estudos que mostrem que um aumento dessas substâncias em nosso corpo possa resultar em uma maior produção de energia.

Fontes de vitaminas do complexo B
A vitamina B2 atua como um cofator fundamental na obtenção de energia nas células. No entanto, as evidências não indicam que isso aumenta nosso nível de energia.

Leia também: 10 deficiências de vitaminas comuns e suas soluções

Maneiras naturais de aumentar os níveis de energia

Se você busca um aumento nos seus níveis de vitalidade, a melhor opção é seguir uma dieta variada e equilibrada e fazer exercícios regularmente. Dessa forma, será possível aprimorar a eficiência das reações energéticas, promover adaptações musculares e regular o sistema hormonal.

Certas deficiências nutricionais podem estar relacionadas ao aparecimento da fadiga. Um caso típico é a patologia conhecida como anemia. Esta doença ocorre com uma diminuição na eficiência do transporte de oxigênio derivada de uma deficiência de vitamina B12 ou ferro.

Tal deficiência está ligada a dietas restritivas, que não incluem o consumo de carne, e aos corredores de longa distância. Por esses motivos, a eliminação de um grupo de alimentos da dieta pode ser fatal quando buscamos uma melhora em nossa saúde.

Suplementos comprovadamente eficazes

Existem auxílios ergogênicos que podem aumentar nossa vitalidade e rendimento. É o caso da cafeína, capaz de melhorar o sistema cognitivo e reduzir o aparecimento da fadiga, de acordo com a literatura científica.

Considerada tóxica em grandes quantidades, essa substância aumenta a sensação de energia. No entanto, seu uso é reduzido a um espectro de dosagem específico, e há casos em que a sua utilização não é recomendada.

Seu consumo é seguro a médio e longo prazo. Além disso, ela está associada à proteção contra o desenvolvimento de doenças neurodegenerativas a longo prazo. Existem artigos científicos que apoiam esta afirmação, razão pela qual a ingestão de doses moderadas dessa substância é recomendada.

Fórmula química da cafeína
A cafeína, em doses moderadas, pode ter um efeito positivo no organismo.

Não deixe de ler: Sintomas de que você tem uma deficiência de vitamina B12

O que deve ficar claro sobre a relação entre as vitaminas e o nível de energia?

Apesar de as vitaminas do complexo B estarem relacionadas ao metabolismo energético, não há evidências que nos levem a afirmar que um aumento do seu consumo é capaz de melhorar os níveis de energia e a vitalidade.

Para esta tarefa, a melhor opção é manter uma dieta variada e equilibrada. Evitar as restrições de grupos de alimentos vai prevenir as deficiências nutricionais. Isso, por sua vez, vai favorecer o funcionamento ideal do metabolismo celular e energético, mantendo o corpo em boas condições.

No entanto, existem algumas ajudas ergogênicas capazes de melhorar, ainda que momentaneamente, os níveis de energia. A cafeína é uma excelente opção para esta tarefa. Além disso, tem a propriedade de reduzir as chances de desenvolver uma doença neurodegenerativa a longo prazo.

Se você tiver dúvidas sobre a qualidade da sua dieta, é melhor consultar um nutricionista. Esse profissional vai poder otimizar a sua alimentação para que nunca lhe falte energia.

  • Depeint F., Bruce WR., Shangari N., Mehta R., O’Brien PJ., Mitochondrial function and toxicity: role of the B vitamin family on mitocondrial energy metabolism. Chem Biol Interact, 2006. 163 (1-2): 94-112.
  • Henriques BJ., Lucas TG., Gomes CM., Therapeutic approaches using riboflavin in mitocondrial energy metabolism disorders. Curr Drug Targets, 2016. 17 (13): 1527-34.
  • Smirmaul BP., De Moraes AC., Angjus L., Marcora SM., Effects of caffeine on neuromuscular fatigue and performance during high intensity cycling exercise in moderate hipoxia. Eur J Appl Physiol, 2017. 117 (1): 27-38.
  • Kolhadouzan M., Hamadeh MJ., The neuroprotective effects of caffeine in neurodegenerative diseases. CNS Neurosci Ther, 2017. 23 (4): 272-290.