Saúde bucal na gravidez: o que você precisa saber?

Quando uma mulher está grávida, ela passa por várias alterações fisiológicas que podem afetar a sua saúde bucal.
Saúde bucal na gravidez: o que você precisa saber?

Última atualização: 06 Junho, 2021

A saúde bucal na gravidez pode ser comprometida devido às alterações hormonais pelas quais as mulheres passam nesta fase. Quais são os riscos? Como evitá-los?

De acordo com o Consejo General de Dentistas de España, crianças nascidas de mães com problemas de saúde bucal e altos níveis de bactérias cariogênicas na saliva também apresentam um risco mais elevado de ter cáries.

Estratégias básicas para manter a saúde bucal na gravidez

Como mencionamos anteriormente, muitas das alterações vivenciadas pela gestante podem se manifestar na cavidade oral, por isso alguns cuidados específicos são necessários para prevenir doenças bucais durante a gravidez.

1. Mantenha dentes e gengivas saudáveis

De acordo com esta publicação da revista Avances en Periodoncia e Implantología Oral, a patologia periodontal pode levar ao parto prematuro e ao baixo peso ao nascer. Além disso, existe a possibilidade de transmissão bacteriana pela saliva de mãe para filho.

2. Evite ou trate náuseas, vômitos e refluxo gástrico

Uma mulher grávida que apresenta vômitos matinais ou refluxo gástrico apresenta um alto risco de sofrer de erosão dentária.

3. Previna a doença periodontal

Muitas mulheres podem desenvolver uma patologia periodontal durante a gravidez devido a alterações hormonais. Certifique-se de tratá-la o mais rápido possível.

4. Pare de fumar

Fumar durante a gravidez compromete não só a saúde da mãe, mas também a do feto. De acordo com uma pesquisa publicada no Journal of Clinical and Experimental Dentistry, pode haver uma ligação entre o tabagismo materno pré-natal e a cárie dentária na primeira infância.

O tabagismo compromete a saúde bucal na gravidez
Fumar durante a gravidez apresenta muitos riscos para a mãe e o feto. Entre eles, um risco aumentado de doença dentária.

Como a saúde bucal pode ser afetada na gravidez?

Uma publicação do Journal of Clinical and Diagnostic Research indica que as mudanças hormonais que ocorrem na gravidez provocam uma série de modificações no corpo da mãe, e a cavidade oral não é exceção. Em geral, a mulher grávida pode ter:

Cáries

A boca se torna mais ácida devido à hipossalivação, refluxo gástrico, vômitos e aumento do consumo de alimentos açucarados. Portanto, há um risco aumentado de cárie dentária em mulheres grávidas.

Gengivite, um dos riscos da saúde bucal na gravidez

O aumento da resposta inflamatória à placa bacteriana presente nos dentes pode resultar em inflamação e sangramento nas gengivas. O hábito correto de escovação e higiene interdental reduz a gengivite.

Doença periodontal

A gengivite não tratada pode levar à periodontite, na qual já existe envolvimento do osso de sustentação do dente. Isso pode levar à mobilidade e perda da peça dentária.

Granuloma da gravidez

Ocorre em aproximadamente 5% das gestações. É o resultado de uma resposta inflamatória exagerada aos patógenos orais e normalmente desaparece sem tratamento após a gravidez, como aponta este estudo publicado na Revista cubana de estomatología.

Erosão dentária, outra das alterações que afetam a saúde bucal durante a gravidez

Os vômitos matinais e o refluxo gástrico, comuns durante a gravidez, podem causar a erosão dos dentes. Fazer enxágues com água e bicarbonato de sódio pode ajudar a neutralizar os ácidos após o vômito.

Prevenção dos problemas de saúde bucal na gravidez

O objetivo mais importante da gestante é manter um ambiente bucal saudável por meio do controle do biofilme bacteriano. Isso é possível graças à correta escovação, higiene interdental, flúor e profilaxia profissional que inclui a remoção do tártaro supra e subgengival.

Profilaxia dentária

A remoção do tártaro por um profissional é um componente preventivo e terapêutico essencial na assistência odontológica. Apesar disso, apenas uma minoria das gestantes vai ao dentista durante a gravidez: entre 10 e 12%.

É imprescindível que os profissionais que atendem a gestante garantam a ela que o atendimento odontológico não só é seguro, mas fundamental para a sua saúde e para o desenvolvimento normal do feto.

É essencial que a mulher grávida visite seu dentista para receber orientação e tratamento se for necessário”.

Controle bucal com o dentista
A limpeza profissional é uma medida preventiva fundamental para os problemas dentários na gravidez. No entanto, poucas mulheres vão ao dentista nesta fase.

Autocuidado na gravidez para manter uma boa saúde bucal

A seguir, indicamos alguns cuidados que a própria gestante pode exercer para preservar a sua saúde bucal na gravidez.

Visitar o dentista durante a gravidez

Em qualquer momento da gravidez, embora seja mais aconselhável no segundo trimestre para maior conforto da gestante, é aconselhável ir ao dentista. Ele irá verificar a boca e os dentes e informar a paciente sobre os tratamentos a serem realizados, além de aconselhá-la.

Manter a higiene adequada

Escove os dentes pelo menos duas vezes ao dia com uma escova pequena e suave para evitar a ânsia de vômito. Use pasta com flúor e não se esqueça de passar fio dental à noite.

Cuidar da alimentação

Limite o consumo de alimentos açucarados durante as refeições e evite-os nos lanches. Consuma frutas e verduras, corte o consumo de bebidas com gás ou masque chicletes sem açúcar e com xilitol por 10 a 15 minutos após as refeições.

Em caso de vômito frequente…

Coma pequenas quantidades de frutas, vegetais, iogurte e queijo ao longo do dia. Use enxaguantes bucais com flúor diariamente. Após o vômito, enxágue a boca com água e bicarbonato de sódio.

A escovação é fundamental para a saúde bucal na gravidez
Escovar bem os dentes, usar fio dental e manter uma dieta alimentar adequada são medidas simples que uma mulher grávida pode considerar para cuidar da sua saúde bucal.

Autocuidado após o parto

Para a mãe

  • Continue a manter o nível de higiene oral para evitar as cáries e a gengivite.
  • Limite os produtos açucarados à hora das refeições e não “belisque” ao longo do dia.
  • Lembre-se de que a sua saliva contém bactérias, então não coloque a colher, chupeta ou mamadeira do seu filho na boca.

Para o recém-nascido

  • Limpe as suas gengivas com uma gaze úmida após as mamadas.
  • Quando os dentes começarem a nascer, comece a usar uma escova de dentes pediátrica.
  • Use pasta com flúor, mas a quantidade deve ser do tamanho de um grão de arroz.
  • Não se esqueça de marcar uma consulta com o dentista quando seu bebê tiver um ano de idade.

Para concluir, dadas as condições da gravidez, é imprescindível dar uma atenção especial à saúde bucal. A gestante deve reforçar seus hábitos de higiene bucal e, se possível, ir ao dentista.

Pode interessar a você...
Primeira visita da criança ao dentista
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Primeira visita da criança ao dentista

É preciso se programar para a primeira visita da criança ao dentista. Agindo adequadamente você conscientizará seu filho sobre a importância da saú...