O que é a gravidez psicológica e quando ocorre

A gravidez psicológica ou pseudociese é um distúrbio psicológico que pode afetar mulheres sem importar o seu estado civil ou saúde mental. Descubra tudo aqui.
O que é a gravidez psicológica e quando ocorre

Última atualização: 08 Janeiro, 2020

Você já ouviu falar de pseudociese, também chamada de gravidez psicológica? É um distúrbio psicológico que pode ocorrer em mulheres geralmente entre 20 e 40 anos, embora os casos de meninas e mulheres na menopausa sejam conhecidos com esta problemática.

Descubra o que é a gravidez psicológica, por que ocorre e tudo o que você precisa saber neste artigo.

O que é a gravidez psicológica?

Psicõlogo tratando gravidez psicológica

A pseudociese é o termo médico usado para chamar uma gravidez falsa, ou seja, a convicção de uma mulher de estar gestando um bebê quando na realidade não está. Mas o

Este distúrbio, também chamado de síndrome de Rapunzel não é apenas um pensamento ou um sentimento é uma genuína convicção de estar tendo uma gravidez, que é evidente não só emocionalmente, mas também fisicamente. Em outras palavras, o corpo age como se realmente houvesse um feto em gestação.

Causas que propiciam uma gravidez psicológica

Mulher com depressão

Acredita-se que a pseudociese seja causada pela estimulação do sistema neuroendócrino por fatores psicológicos. Estes incluem:

  • Sensação de solidão e desejo de ser mãe
  • Depressão aguda
  • Baixa autoestima
  • Crença de que “sem um filho, seu marido ou parceiro a abandonará”
  • Pressão social para engravidar
  • Medo extremo de ficar grávida
  • Situações de abuso sexual na infância ou na adolescência
  • Estresse emocional
  • Infertilidade
  • Ter experimentado um ou mais abortos espontâneos ou sofrido a morte de uma criança
  • Proximidade da menopausa e desejo de ter filhos

Sintomas e diagnóstico da gravidez psicológica

Grávida com enjoo

A incidência da gravidez utópica na população é baixa. Estima-se que 1 entre 22.000 gestações é psicológica. Agora, vamos descobrir juntos os sintomas desta doença:

  • Ausência de regra: os hormônios LH e FSH diminuem, de tal maneira que a mulher não ovula e, portanto, o ciclo menstrual “congela”.
  • Aparecimento de cansaço
  • Sensação de náusea e até vômito: isso ocorre devido ao aumento da prolactina e progesterona.
  • Aumento e sensibilidade dos seios
  • Crescimento do abdômen
  • Movimentos fetais na barriga
  • Produção de leite
  • Contrações: se o distúrbio não for tratado a gravidez, embora falsa, continuará seu curso, incluindo o crescimento da barriga, a sensação de “chutes” do bebê, e dores de parto.

Como você vê, a mente influencia o corpo a gerar uma resposta orgânica ou psicossomática, na qual os hormônios são alterados e ocorrem sintomas idênticos aos de uma gravidez em curso. Por esta razão, para fazer um diagnóstico é preciso:

  1. Em primeiro lugar, realizar uma análise exploratória na mulher grávida
  2. Também, solicitar uma análise laboratorial: uma análise de urina ou de sangue mostrará o nível de dosagem do hormônio BhCG. Quando o exame der negativo, é evidenciada a presença de uma gravidez utópica.
  3. Finalmente, solicitar um ultrassom: a ausência de um feto no útero torna o diagnóstico evidente. A mulher tem um distúrbio psicológico que deve ser tratado o mais rápido possível.

Se a mulher produzir leite, será necessário realizar testes para descartar a presença de prolactinoma, ou seja, um tumor na hipófise que poderia estimular a prolactina, o hormônio responsável pela produção de leite.

Tratamento da gravidez psicológica

Mulher em sessão de ajuda

Sem dúvida alguma, o psiquiatra indicará o tratamento mais adequado de acordo com a condição física e emocional da mulher. Como regra geral, a consulta psicológica é recomendada, pois é um distúrbio de origem psicossomática.

A mente da mulher buscou uma válvula de escape para suas preocupações; portanto, é necessário tratá-la psicologicamente para resolver a sintomatologia física.

Em conclusão, a pseudociese ou gravidez psicológica é um distúrbio psicológico que pode gerar vergonha para quem a sofre. Se esse for o seu caso, lembre-se de que você não é culpada do que acontece com você. Confie no seu médico e em sua família para superar o processo.

Pode interessar a você...
Como entender se estou pronta para ter um bebê?
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Como entender se estou pronta para ter um bebê?

Gostaria de saber se está pronta para ter um bebê? Leia mais para descobrir os sinais que mostram que você está pronta para engravidar.