A influência do estresse no ciclo menstrual

· 6 de setembro de 2018
Além de influenciar na duração do ciclo, o estresse pode afetar negativamente a fertilidade, e até mesmo aumentar a incidência de dor relacionada à síndrome pré-menstrual.

O estresse no ciclo menstrual pode afetar e ter consequências negativas nas mulheres. Essa condição é um produto da fadiga mental que surge quando nos sobrecarregamos de tarefas e responsabilidades, causando alterações que afetam o desempenho na nossa rotina diária.

Alguns fatores que podem causar estresse são o excesso de trabalho, a casa, ou os filhos, etc., e costumam provocar sintomas como:

  • Dores de cabeça
  • Contraturas musculares
  • Problemas intestinais ou cardíacos
  • Diminuição das defesas do sistema imunológico
  • Astenia (fadiga ou cansaço)
  • Sonolência

Tipos de estresse  

O estresse no ciclo menstrual pode afetar e ter consequências negativas nas mulheres         

Para gerenciar efetivamente os efeitos dessa condição é necessário identificar que tipo de estresse você está vivenciando. Este é classificado de acordo com suas características e sintomas.

Estresse agudo

É a forma mais comum de estresse, sua duração é curta, e é causada por situações momentâneas que causam um sobre-excitamento temporário.

Entre os momentos que podem desencadeá-lo, encontramos:

  • Um casamento
  • Um acidente de carro
  • A morte de algum ente querido

Leia também: 5 estratégias que toda mulher deve seguir para acabar com o estresse e a ansiedade

Estresse agudo episódico

É prejudicial e pode requerer ajuda médica. Geralmente ocorre em pessoas que são desorganizadas e levam uma vida muito agitada.

Elas estão constantemente envolvidas em situações que causam excesso de excitação.

Estresse crônico

É responsável por muitas alterações no nosso corpo, como as alterações no ciclo menstrual. É um estresse exaustivo que desgasta gradualmente à pessoa que o sofre.

Este surge quando a pessoa é pressionada ou sobrecarregada por alguma demanda, e passa a acreditar que não há saída para seus problemas.

Geralmente acontece em pessoas que têm problemas econômicos, famílias desestruturadas, que vivem em um casamento infeliz, trabalham em empregos desagradáveis, ​​ou não gostam do curso que estudam.

Como acontece a influência do estresse no ciclo menstrual?

O estresse no ciclo menstrual aumenta as dores

O estresse crônico é aquele que tem o maior impacto no período menstrual. Quando você está sob situações estressantes, o corpo produz excesso de adrenalina e cortisol. Estes são os hormônios típicos nessas condições.

  • A adrenalina aumenta a sua energia, enquanto o cortisol aumenta as funções cerebrais e, ao mesmo tempo, reduz ou interrompe o funcionamento de outras que não considera primordiais.

Entre elas estão os processos digestivos e o ciclo menstrual. Confira a seguir alguns sintomas relacionados a esse tipo de estresse.

Ciclos irregulares

A duração média do ciclo menstrual tem um intervalo de duração de 28 a 31 dias. O estresse pode causar períodos menstruais irregulares.

  • Polimenorreia: são ciclos menstruais muito curtos, com duração inferior a 21 dias.
  • Oligomenorreia: são ciclos menstruais que duram mais de 35 dias.
  • Amenorreia: ausência de menstruação por mais de 3 meses ou 3 ciclos menstruais típicos.

Aumentam as dores causadas pela síndrome pré-menstrual

Estar estressado durante a menstruação intensifica as dores da síndrome pré-menstrual. Esta começa após a ovulação, isto é, uma semana antes do sangramento menstrual.

Manifesta-se por sintomas como sensibilidade, irritabilidade, dor nos seios, inchaço, dores de cabeça e dor abdominal, entre outros.

Fadiga e sonolência

Devido ao aumento da dor causada pelo estresse no ciclo menstrual, as mulheres podem ter dificuldade para descansar e dormir bem à noite.

Por isso, é muito provável que passem os dias cansadas ​​e sonolentas.

Veja também: Você sabia que o estresse pode ser a causa do atraso no ciclo menstrual?

Afeta a fertilidade

O estresse no ciclo menstrual e afeta a fertilidade

Devido a todas as mudanças que o estresse causa no ciclo menstrual, pode afetar a capacidade de engravidar. Isto se deve ao aumento do cortisol no cérebro.

Este hormônio diminui a produção de estrogênio e progesterona, gerando uma menstruação irregular e afetando a fertilidade.

Outras consequências devido à influência do estresse

O nível muito alto de estresse durante o ciclo menstrual pode causar danos muito sérios às mulheres, tais como:

  • Perda de memória
  • Baixa satisfação sexual
  • Perda de cabelo
  • Acne e manchas na pele
  • Transtornos do sono
  • Úlceras
  • Comportamento violento

Conclusão

A influência do estresse no ciclo menstrual e no nosso corpo é realmente prejudicial. É aconselhável praticar esportes e técnicas de relaxamento para reduzir seu impacto.

Você já tentou vários métodos e ainda não consegue normalizar seu ciclo menstrual? Nesse caso, lembre-se de que o psicólogo é sempre uma boa escolha. Este profissional pode ajudá-la a se organizar e ensinará técnicas para identificar o estresse e gerenciá-lo.

Comer saudavelmente, adotar uma rotina diária de exercícios, e amar a si mesma são elementos-chave que ajudarão você a evitar o estresse e a agitação da vida.

Nunca se esqueça de que a sua saúde está em primeiro lugar. Sem bem-estar físico e mental, não será possível desempenhar as atividades adequadamente e não conseguirá fazer tudo aquilo que se propor.