O que é a exterogestação

Logo depois de o bebê passar 9 meses no ventre de sua mãe, precisa de mais 9 meses muito perto dela. Neste período o bebê requer uma atenção maior, amor e cuidados.

Para um bebê, 9 meses de gestação não bastam. Ele requer a mãe por mais 9 meses para receber uma melhor companhia em sua primeira etapa de vida. Se você está prestes a ser mãe, será ideal que conheça este período chamado exterogestação e saiba como desfrutá-lo.

O certo é que seu pequeno recém-nascido precisa passar mais 9 meses bem próximo a você. Se você se pergunta: o que é a exterogestação? Está a ponto de saber.

Aprenda: 8 coisas que você nunca deve fazer com um bebê

Exterogestação: a etapa depois da gravidez

Mulher grávida

Segundo Montagu (1985): “O nascimento não só constitui o começo da vida da pessoa, mas leva ao final da gestação”. Os 9 meses depois do nascimento constituem uma etapa de crescimento e desenvolvimento físico, mental e emocional fundamental para o bebê.

Neste período, o pequeno vai requerer da maior quantidade de tempo com sua mãe e de todo o seu amor.

Porque são mais 9 meses?

Como diz a grande frase: “Tudo tem seu momento para acontecer”. Aos 9 meses, os bebês já desejam caminhar e falar, ou seja, começam a se tornar mais independentes. Antes disso, precisam muito da companhia e dos cuidados da mãe. Com eles se encontram protegidos e recebem a ajuda necessária para começar a crescer.

Há casos em que os bebês aprendem certas qualidades antes dos 9 meses, e é pela permanente companhia de sua querida mãe. Se você deseja que este seja o caso de seu filho, pratique sua caminhada ou fale com ele com mais regularidade. O desenvolvimento humano que um bebê requer tem lugar junto a sua mãe.

Conheça: Benefícios de dar papinhas de frutas para os bebês

Ideias para ter uma grande exterogestação

1. Na hora de dormir

Bebê com cuidados na exterogestação

Muitos pais preferem a opção de ter o recém-nascido no berço. Mas o melhor plano é dormir com ele. A exterogestação implica, dentre outras coisas, em que o bebê compartilhe a cama com seus progenitores. Desta maneira, manterá um contato físico maior com a mãe.

Assim, sentirá a confiança de que está protegido e acompanhado dos seres que ama. Porém, é bom que avalie nos primeiros dias se você e seu parceiro se sentirão cômodos dormindo com o bebê.

Alguns bebês descansam melhor em sua cama, sem companhia. Mas se maneja alguns padrões de segurança, com certeza passarão lindas noites junto com o bebê.

2. Na hora de trabalhar

Segundo o site americaeconomía.com, no século XXI, 70% das mulheres a nível mundial possui um cargo de trabalho.

Se você trabalha, não tem porque deixar de viver esta etapa linda da maternidade. Hoje em dia existem acessórios de suspensão que permitem que seu pequeno fique sempre ao seu lado enquanto você realiza suas atividades no trabalho.

Se o seu chefe não viveu esta etapa, provavelmente, não vai te permitir estar com seu filho na hora de trabalhar. Nestes casos te sugerimos que:

  • Negocie estar com o bebê enquanto você trabalha.
  • Estabeleça um horário para se ocupar de ambos os deveres.
  • Leve alguns brinquedos infantis que possa manter o bebê tranquilo.

Para negociar com seu chefe a presença de seu pequeno no trabalho explique-o a importância desta etapa, da exterogestação. Desta forma, possivelmente, ele entenderá sua posição e te ajudará a lidar com suas responsabilidades de trabalho e maternais.

3. Na hora do banho

Mãe com bebê vivendo a exterogestação

É reparador se refrescar com um delicioso banho, e mais ainda se você compartilha desse momento com o seu bebê. Se você se anima a fazer isso, a seguir damos algumas dicas para que desfrute deste momento de conexão com seu filho:

  • Ter um banheiro com espaço para os dois.
  • Que o espaço de banho para o seu bebê seja seguro e de acordo com o seu pequeno tamanho.
  • Comprar brinquedos que possam ser usados na água.

Mantenha boas medidas de segurança quanto ao seu bebê para que ambos possam desfrutar deste momento da melhor maneira.

4. Na hora de comer

Também pode ter seu desjejum, almoço ou jantar com seu novo filho. Uma meia hora antes, prepare a comida do bebê e a sua para que comam juntos na cozinha ou onde ambos se sintam mais cômodos.

Há diferentes espaços para viver este momento, mas procure um onde a sua comida não caia. Se o lugar conta com mesas, cadeiras e a temperatura adequada, poderá desfrutar tranquilamente deste momento com o grande amor da sua vida: seu filho.

Categorias: Curiosidades Tags:
Recomendados para você