Mamilo do corredor: por que acontece e como evitá-lo?

O mamilo do corredor, além de dor e sangramento, pode causar infecções. É por isso que é importante preveni-lo e tratá-lo adequadamente. Saiba mais detalhes a seguir.
Mamilo do corredor: por que acontece e como evitá-lo?

Última atualização: 27 Abril, 2021

O mamilo do corredor, como o próprio nome indica, é uma lesão comum em pessoas que correm. Consiste em uma ferida no mamilo devido à fricção contínua com a roupa durante a realização do exercício.

Embora seja mais prevalente em homens, essa lesão também pode ocorrer em mulheres e crianças. O problema é que pode ser muito incômoda, já que o mamilo é uma área sensível. Além disso, pode trazer complicações, como uma infecção.

O que é o mamilo do corredor?

O mamilo do corredor é uma lesão que ocorre nesta área devido ao atrito com a roupa durante a corrida. Na maioria dos casos, é bilateral e consiste em pequenas fissuras em ambos os mamilos.

Geralmente aparece em pessoas que saem para correr com frequência ou que fazem corridas de longa distância. O mamilo, tanto em homens quanto em mulheres, tende a se projetar ligeiramente. Por isso, é fácil ocorrer atrito com a roupa durante a corrida, seja com a camiseta ou com o sutiã no caso das mulheres.

Um dos fatores que podem provocar o problema é o tecido da roupa. O nylon, por exemplo, é um dos tecidos que mais predispõem a ele. Outros aspectos, como temperatura, também influenciam. Se estiver frio, o mamilo geralmente fica mais ereto e é mais fácil ocorrer a fricção.

No caso das mulheres, isso é mais comum em determinados momentos do ciclo menstrual. Pouco antes da menstruação, a maioria das corredoras ficam com os seios mais inchados e sensíveis.

Um estudo publicado nos Anais Brasileiros de Dermatologia explica que quase 35% das pessoas que correm mais de 60 quilômetros semanais sofrem de mamilo do corredor. Porém, naqueles que correm menos de 30 quilômetros por semana, a incidência não chega a 5%.

O mamilo do corredor é mais comum em homens
Corredores de longa distância estão mais expostos à lesão característica por atrito do mamilo.

Quais são os sintomas?

O mamilo do corredor, de acordo com um artigo publicado na Revista Médica de Chile, é caracterizado pelo aparecimento de rachaduras e fissuras dolorosas. Como ressaltamos no início, geralmente são bilaterais e podem sangrar.

Este mesmo estudo detalha que os atletas estão mais expostos a certas infecções. Isso ocorre porque a umidade, o suor e outros fatores nessas feridas facilitam a proliferação de bactérias.

A lesão é semelhante a uma dermatite irritante. No início, há vermelhidão e desconforto na área. No entanto, se o corredor continuar se exercitando, a fricção continuará e a pele poderá sofrer uma rachadura adicional, causando ferimentos.

Portanto, os principais sintomas são dor, vermelhidão e sangramento. Os mamilos e a própria mama estão mais sensíveis do que o normal. Em alguns casos, pode ocorrer uma liquenificação da pele, processo que consiste no espessamento da epiderme secundário à fricção contínua.

Como evitar o mamilo do corredor?

A verdade é que o mamilo do corredor pode ser evitado. Existem certas medidas muito simples para fazer isso. Acima de tudo, essas orientações se baseiam em protegê-lo durante a corrida.

Escolha um tecido adequado

O tecido da roupa que usamos para a prática de esportes, principalmente para correr, é muito importante. Existem alguns materiais que aumentam o atrito ou não permitem que a pele respire e transpire.

É o caso das camisetas de nylon. Este material predispõe com maior frequência ao mamilo do corredor. O ideal é que a roupa esportiva seja lisa, sem costuras ou qualquer enfeite no peito que possa machucar. Além disso, devem ser respiráveis ​​e frescas.

O uso do top é importante

A maioria das mulheres costuma usar tops para praticar esportes. A escolha do top esportivo certo é fundamental, pois este será o tecido que entrará em contato direto com o mamilo.

É importante que seja um top bem ajustado, que forneça apoio suficiente para que o peito não se mova muito a cada passo. O tecido, como explicamos no caso anterior, deve ser respirável e não aumentar o atrito.

Também não deve haver costuras na área central do peito. Da mesma forma, o tamanho deve ser adequado, e as alças devem ser largas para que não penetrem na pele.

Evite longas distâncias

Antes, explicamos que o mamilo do corredor é mais comum em quem corre longas distâncias. É incomum que apareça em pessoas que correm menos de 10 quilômetros, a menos que seja como resultado de um tecido mal escolhido.

Portanto, se essa lesão aparecer, é aconselhável reduzir os percursos longos até que o mamilo cicatrize. Caso queira continuar mantendo este hábito, é importante proteger a área de maneira adequada.

Use lubrificantes ou vaselina

Existem certos produtos que podem evitar a fricção para não danificar a pele do mamilo. Muitos atletas resolvem o problema aplicando vaselina na região. Esta é uma substância que ajuda a lubrificar e proteger a pele.

O talco também pode reduzir esse problema. O pó ajuda a secar a área, e por isso reduz a irritação. É um produto usado em muitas outras assaduras, como na parte interna das coxas.

Proteja os mamilos durante a corrida

Além das substâncias que explicamos, existem outras maneiras de proteger os mamilos durante a corrida. Atualmente, são vendidos protetores específicos para evitar o mamilo do corredor. Geralmente, são pequenos círculos adesivos que se adaptam à forma do mamilo.

Existem métodos caseiros que podem simular esses protetores, mas eles não terão a mesma aderência e podem sair do lugar durante o exercício.

Esporte de montanha
As corridas de montanha geralmente envolvem longas distâncias, o que aumenta o risco de que o atleta sofra com o mamilo do corredor.

O mamilo do corredor deve ser tratado

O que você deve saber é que, se sofrer de mamilo de corredor, deve consultar um médico. Essas rachaduras e feridas podem infeccionar facilmente. Por esse motivo, em muitos casos, é necessário o uso de cremes antibióticos ou desinfetantes, que devem ser indicados por um especialista.

Além disso, é essencial limpar adequadamente essa área. O ideal é secar bem o mamilo após a lavagem e aplicar hidratantes ou vaselina novamente. As roupas usadas para praticar esportes devem estar sempre limpas para reduzir o risco de infecção.

Pode interessar a você...
5 dicas para correr no verão
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
5 dicas para correr no verão

Para correr de forma saudável durante o verão é preciso se proteger dos efeitos negativos que acompanham as altas temperaturas.



  • Kolbach R, M., Cossio T, M. L., De Santa María P, M. L. S., Carreño O, N., De La Cruz F, C., & Fajre W, X. (2008, February). Dermatosis en los deportistas. Revista Medica de Chile. Sociedad Médica de Santiago. https://doi.org/10.4067/s0034-98872008000200016
  • Purim, K. S. M., & Leite, N. (2014). Sports-related dermatoses among road runners in Southern Brazil. Anais Brasileiros de Dermatologia, 89(4), 587–592. https://doi.org/10.1590/abd1806-4841.20142792