Dor nas mamas e ciclo menstrual

03 Novembro, 2020
A dor nas mamas é um sintoma muito comum e geralmente não implica a presença de uma doença. Como ela está relacionada ao ciclo menstrual? Descubra mais detalhes a seguir.

A mastalgia é definida como dor nas mamas, isto é, dor nos seios. Infelizmente, muitas mulheres a experimentam durante a TPM. A menstruação é influenciada por uma infinidade de fatores, com uma relação entre a dor nas mamas e o ciclo menstrual.

Muitas vezes, é comum em mulheres jovens e, com a chegada da menopausa, desaparece. Cerca de 70% das mulheres já a experimentaram em algum momento da vida. Saiba mais sobre esse sintoma típico da menstruação a seguir.

Qual é a relação entre a dor nas mamas e o ciclo menstrual?

O ciclo menstrual nada mais é do que um processo realizado por inúmeros hormônios que determinam como e quando a menstruação ocorrerá. A mastalgia é um dos sintomas mais comuns em diferentes fases do ciclo menstrual.

Geralmente aparece durante a segunda metade do ciclo (após a ovulação, conhecida como fase lútea) e desaparece no início do período menstrual. Nesse período, ocorrem alterações hormonais como as seguintes:

  • O estrogênio geralmente atinge o seu pico na ovulaçãoIsso se reflete no crescimento dos dutos mamários.
  • A progesterona atinge o pico alguns dias depois (21 dias). Isso causa um aumento dos lobos da mama, ajudando a formar células preparadas para a produção de leite.
Dor nas mamas
As alterações hormonais que ocorrem ao longo do ciclo menstrual são a causa da dor nas mamas.

Para entender melhor, as alterações hormonais que ocorrem durante esta fase causam inflamação, inchaço e seios aumentados, o que é doloroso em muitas ocasiões. Além disso, se a gravidez ocorrer (mantendo a progesterona alta), elas continuarão a inchar por mais tempo.

Biologicamente, as mamas têm um número maior de receptores para essas substâncias, o que as tornam glândulas dependentes de hormônios. Em grande medida, os seios reagem mais facilmente aos hormônios do que o resto dos órgãos do corpo.

Você pode gostar de ler: Mastalgia: o que é e quais são suas causas?

Causas da dor nas mamas

A dor nas mamas está principalmente relacionada à síndrome prémenstrual (semana antes da menstruação) ou alterações benignas da mama (por exemplo, doença fibrocística da mama). Embora, em geral, este seja o caso, existem fatores de risco, como os discutidos abaixo:

  • Consumo de dietas ricas em gordura.
  • Muita cafeína, teína ​​ou chocolate.
  • Histórico familiar de dor durante o ciclo menstrual.
  • Certos medicamentos (hormônios, antidepressivos, etc.).
  • Tamanho grande dos seios (isso aumenta a carga de peso e pode ser acompanhado por dores nas costas ou no pescoço).

Ter dor nas mamas não necessariamente é um sinal de câncer de mama. Apenas 10% dos casos de tumores malignos da mama causam dor leve.

Sintomas da dor nas mamas

Existe uma diferença entre os sintomas da mama relacionados ao ciclo menstrual e os que não se desenvolvem devido a processos cíclicos.

Dor no seio e ciclo menstrual (cíclico)

Os sintomas influenciados pelo ciclo menstrual são a causa mais comum de dor na mama e são conhecidos como síndrome pré-menstrual. Como já visto neste artigo, ela é causada por alterações hormonais caracterizadas pelo seguinte:

  • Afeta mulheres jovens.
  • Como regra geral, não ocorre durante ou após a menopausa.
  • Distribuição homogênea e bilateral (ou seja, ambas as mamas doem e a dor se estende por toda a glândula mamária).
  • Inchaço ou inflamação.
  • Acumulação ou retenção de líquidos nos seios.
  • Leve aumento de tamanho.
  • Turgor (seios salientes e firmes).
  • Dor contínua (que pode ir de leve a intensa) apenas durante uma etapa do ciclo.
  • Ao toque, pequenos nódulos são notados em todo o seio.
  • Aumento da intensidade dos sintomas duas semanas antes da menstruação.
  • A dor desaparece após o início da menstruação.
Mulher com dor nos seios
A dor nas mamas geralmente é temporária, e na maioria dos casos, tem origem na síndrome pré-menstrual.

Leia também: 5 remédios naturais para acalmar a dor nos seios

Dor mamária não cíclica

Ao contrário da dor cíclica, outras causas podem provocar sintomas mamários. Entre elas estão os traumas ou doenças benignas, como as mencionadas anteriormente. Os sintomas típicos da dor atípica (não comum) nos seios incluem o seguinte:

  • Dor contínua ou intermitente, fixada em um ponto, descrita como queimação, facada ou pontada.
  • Inflamação localizada em um ponto da mama.
  • Os sintomas não variam ao longo do tempo ou ao longo de um ciclo.
  • Surge, em maior medida, após a menopausa.
  • Geralmente é unilateral (apenas uma mama dói).

Quando consultar um profissional de saúde?

Em geral, diante de qualquer causa não cíclica é recomendável consultar um ginecologista para que uma avaliação seja realizadaÉ necessário aumentar a vigilância ao apresentar os sintomas discutidos abaixo:

  • Mudança na forma, cor ou aparência da pele do seio.
  • Secreções ou líquidos nos seios.
  • Alterações hormonais.
  • Nódulos ou inchaços novos, incomuns nos seios.
  • Idade acima de 40 anos sem mamografias anteriores.
  • Dor que não diminui e aumenta de intensidade.
  • Sinais de infecção (calor, vermelhidão, pus, etc.).
  • Dor que interfere na atividade diária.

Em suma, a dor nas mamas está associada ao ciclo menstrual e às alterações hormonais que ocorrem nele. Muito raramente indica um problema sério, mas é necessário estar alerta, principalmente se a dor for prolongada e intensa.

  • Stanford C hospital. Mastalgia (Breast Pain) [Internet]. [cited 2020 May 6]. Available from: https://www.stanfordchildrens.org/es/topic/default?id=mastalgiabreastpain-85-P03277
  • Vendrell E. Dolor mamario. Vol. 3. 1990.
  • Mónica Olvera-Mancilla CMO-M. Efectividad del danazol en el control de la mastalgia moderada a severa. 2004.
  • Quirino EMB, Pinho CM, Silva MAS, Dourado CARO, Lima MCL de, Andrade MS. Perfil epidemiológico e clínico de casos de microcefalia. Enfermería Glob. 2019 Dec 20;19(1):167–208.
  • Yang M, Wallenstein G, Hagan M, Guo A, Chang J, Kornstein S. Burden of premenstrual dysphoric disorder on health-related quality of life. J Women’s Heal. 2008 Jan 1;17(1):113–21.
  • Brown J, O’Brien PMS, Marjoribanks J, Wyatt K. Selective serotonin reuptake inhibitors for premenstrual syndrome. In: Cochrane Database of Systematic Reviews. John Wiley & Sons, Ltd; 2002.