Jantar mais cedo pode ajudar a prevenir a diabetes e perder peso

Comer de acordo com o ritmo do relógio biológico pode influenciar positivamente a prevenção de doenças metabólicas como a diabetes. O que devemos saber sobre isso? Falaremos mais sobre o assunto neste artigo.
Jantar mais cedo pode ajudar a prevenir a diabetes e perder peso

Última atualização: 13 Março, 2021

Você já ouviu falar que jantar mais cedo pode ajudar a prevenir a diabetes e perder peso? Embora haja quem acredite que o jantar é o principal inimigo para perder aqueles quilos a mais, a verdade é que muitas vezes o problema não é o que comemos, mas a quantidade e o horário em que o fazemos.

No âmbito de uma alimentação saudável, os nutricionistas recomendam realizar as 4 refeições principais do dia. Eles também sugerem que é conveniente jantar cedo e não dormir imediatamente após a refeição.

Comer de acordo com o relógio biológico

Jejum intermitente

É claro que os hábitos alimentares e o nível de atividade física estão diretamente relacionados ao peso e ao desenvolvimento ou prevenção de doenças metabólicas. Agora, além dos padrões alimentares, o que o horário das refeições tem a ver com isso? O que a ciência fala sobre o assunto?

Os cientistas sabem há muito tempo que o corpo humano opera de acordo com um relógio biológico que regula os ciclos de sono e vigília com base nas horas do dia. Na verdade, foi determinado que não existe apenas um, mas uma série deles nos diferentes órgãos.

Com base nessa descoberta, foi reconhecido que o metabolismo segue um ritmo, de modo que os sistemas enzimático e digestivo fiquem prontos para receber alimentos em determinadas faixas horárias. Portanto, o ideal seria basear os padrões de alimentação e sono nesse ritmo.

Então, essa é premissa que determina que comer mais cedo pode ajudar a prevenir a diabetes e manter um peso ideal, além de prevenir a obesidade.

Jantar mais cedo pode ajudar a prevenir a diabetes e a obesidade

Mulher preparando o jantar
Jantar cedo pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de problemas de saúde, como diabetes e obesidade, além de evitar o ganho de peso.

Em relação a essa questão, há estudos que sugerem que pessoas que jantam imediatamente antes de ir para a cama têm uma chance maior de desenvolver uma síndrome metabólica, ou seja, patologias como as mencionadas na seção anterior.

Em uma pesquisa publicada na revista Nutrients, foi comparado o efeito provocado por uma dieta de três refeições principais e lanches em duas populações de adultos jovens. Essas refeições foram administradas durante o dia no primeiro grupo e durante a noite no segundo.

Nele, constatou-se que apesar de terem se alimentado de forma idêntica, aqueles que comiam exclusivamente à noite desenvolveram indicadores de resistência à insulina, ou seja, um maior risco de desenvolver diabetes.

Além disso, estudos realizados com um grupo de alunos encontraram resultados semelhantes. Metade dos participantes foi exposta a um estilo de vida diurno, que incluía alimentação em horários diurnos e jantando o mais cedo possível. Em contraste, havia um grupo semelhante, mas com ritmos noturnos.

Os que formaram a primeira amostra apresentaram níveis de glicose dentro dos parâmetros da normalidade, assim como os dos hormônios leptina e insulina, responsáveis ​​pelo metabolismo de lipídios e carboidratos. Nesse sentido, esses jovens apresentaram uma maior capacidade de queima de gordura e um menor risco de desenvolver diabetes.

Então, é isso que os profissionais de nutrição querem dizer quando nos aconselham a jantar cedo. Sempre que possível, esta refeição deve ser feita pelo menos duas horas antes de ir dormir.

Além de jantar mais cedo, é aconselhável tomar café da manhã

Não é que o corpo não seja capaz de digerir os nutrientes durante a noite, mas o relógio biológico funciona de uma determinada maneira. Parte disso também envolve comer em horários regulares e não pular refeições.

Em relação a essa questão, o estudo La comida por la noche como factor inductor de obesidad, realizado em ratos, observou que a primeira refeição que eles faziam reiniciava os ritmos diários e os mantinha em sintonia com os sinais do relógio biológico.

Pelo contrário, aqueles que não recebiam este primeiro alimento iniciavam seus ciclos metabólicos com um atraso em relação ao outro grupo. Além disso, eles perdiam a sincronia interna, razão pela qual os sinais do início da noite eram alterados. Dessa forma, eles tiveram alterações na absorção lipídica e uma maior predisposição ao acúmulo de tecido adiposo.

Sim, jantar mais cedo pode ajudar a prevenir a diabetes

Família jantando
É aconselhável jantar pelo menos duas horas antes de ir para a cama. Portanto, esta refeição não deve ser feita muito tarde.

Para manter um peso ideal, na medida do possível, é necessário respeitar o funcionamento do organismo e manter horários regulares em todas as refeições. No caso do jantar, basta consumi-lo duas horas antes de ir deitar.

Os alimentos saudáveis ​​devem ser priorizados e as necessidades individuais precisam ser consideradas. Para fazer isso da melhor forma, é melhor consultar um nutricionista.

Pode interessar a você...
Qual o papel dos carboidratos na dieta?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Qual o papel dos carboidratos na dieta?

Para ter uma dieta equilibrada você precisa ter uma alimentação variada. Hoje vamos analisar o papel dos carboidratos na dieta.



  • Yoshida, J., Eguchi, E., Nagaoka, K., Ito, T., & Ogino, K. (2018). Association of night eating habits with metabolic syndrome and its components: a longitudinal study. BMC Public Health18(1), 1366.
  • Blume, C., Garbazza, C., & Spitschan, M. (2019). Effects of light on human circadian rhythms, sleep and mood. Somnologie, 1-10.
  • Buijsb, R. M., Bautista, E. N. E., Ángeles-Castellanos, M., & Escobar, C. (2020). La comida por la noche como factor inductor de obesidad. Revista mexicana de trastornos alimentarios7(1), 78-83.
  • Lopez-Minguez, J., Gómez-Abellán, P., & Garaulet, M. (2019). Timing of breakfast, lunch, and dinner. Effects on obesity and metabolic risk. Nutrients11(11), 2624.
  • Jain Gupta, N., & Khare, A. (2020). Disruption in daily eating-fasting and activity-rest cycles in Indian adolescents attending school. Plos one15(1), e0227002.