Voltar ao peso ideal: como consegui-lo?

· 27 de março de 2019
A prática de hábitos saudáveis, ​​como o exercício físico e a alimentação equilibrada são a melhor maneira de retornar ao peso ideal. Desta vez, damos-lhe algumas recomendações para não falhar na tentativa. 

Para voltar ao peso ideal você não precisa se submeter a dietas que arrisquem sua saúde. De fato, escolher esses tipos de opções produz efeitos contraproducentes e poucos resultados. Embora pareçam uma maneira rápida de “queimar gordura”, a médio e longo prazo são inúteis.

O problema com esses modelos de alimentação é que eles são muito restritivos e causam o temido “efeito sanfona”. Por isso, durante muito tempo eles foram desencorajados e, em vez disso, hábitos saudáveis ​​foram propostos para alcançar um peso saudável e estável.

Graças a isso muitos melhoraram completamente seu estilo de vida e conseguiram entender que uma boa aparência só é obtida com disciplina e esforço.

1. Evite o consumo de açúcar

Alimentos que contêm grandes quantidades de açúcar têm muito a ver com o aumento da gordura corporal. Como produzem distúrbios metabólicos, também aumentam o risco de diabetes, obesidade e doenças cardíacas.

Para voltar ao peso ideal deve evitar consumir açúcar

Você deveria ler também: 6 coisas que você deve começar a fazer para levar uma vida mais saudável

Dicas

  • Substitua o açúcar refinado por adoçantes saudáveis, como mel ou estévia.
  • Leia os rótulos dos alimentos que você compra no supermercado e verifique se eles têm baixo teor de açúcar e gorduras saturadas.
  • Acalme a ansiedade de doce com sobremesas “light” ou nozes.

2. Consuma um bom café da manhã

Se você não consumir um bom café da manhã todos os dias é muito difícil voltar ao seu peso ideal. Embora se pensasse que evitar esse alimento era “economizar calorias”, hoje isso está relacionado ao risco de sobrepeso, obesidade, e baixo desempenho físico e mental.

Dicas

  • Certifique-se de preparar um café da manhã completo e equilibrado, que corresponde a 25% do total de calorias diárias.
  • Consuma bastante frutas, vegetais, e fontes de carboidratos complexos.
  • Não se esqueça de uma pequena porção de gorduras e proteínas saudáveis.

3. Aumente a ingestão de água

Existem muitas maneiras pelas quais a água ajuda a melhorar a forma e o peso corporal. Como grande parte do corpo é composto desse líquido, é essencial para o metabolismo e um bom processo de desintoxicação.

Dicas

  • Tome entre 2 e 3 litros de água por dia.
  • Se você não quiser beber apenas água, complemente a ingestão de líquidos com chás, sucos naturais, ou frutas ricas em água.
  • Em dias quentes, ou quando praticar atividades físicas aumente seu consumo.

4. Durma bem para voltar ao seu peso ideal

Algo que você não deve esquecer quando quer voltar ao seu peso ideal é descansar. Embora pareça que não tem nada a ver, o sono é um fator determinante nas funções metabólicas, e em todos os processos que influenciam a perda de peso.

Dicas

  • Tente dormir sem interrupções por 7 ou 8 horas por dia.
  • Evite distrações antes de dormir para não encurtar o período de descanso.
  • Coma um jantar leve para que você não tenha desconforto digestivo ao ir para a cama.

5. Evite dietas sem carboidratos

Reduzir o consumo de carboidratos tem efeitos interessantes no controle do excesso de peso. No entanto, não é conveniente eliminá-los completamente da dieta. Esses macronutrientes são uma importante fonte de energia, que deve ser incorporada em qualquer plano de alimentação.

Para voltar ao peso ideal deve evitar carboidratos refinados

Dicas

  • Em vez de escolher carboidratos simples (pão, bolos, farinhas, etc…) escolha fontes de carboidratos complexos (aveia, arroz integral, quinoa etc.,,)
  • Tente consumi-los apenas no café da manhã e no almoço.

6. Divida as porções de comida

Os pratos abundantes não são uma boa opção para uma dieta saudável e emagrecedora. Embora no momento eles produzam satisfação, sobrecarregam a digestão e retardam o metabolismo. A melhor opção é dividir as porções, para cinco ou seis refeições por dia.

Dicas

  • Faça pequenas refeições à cada 3 ou 4 horas.
  • Escolha fazer 3 refeições principais e 2 lanches.

7. Reduza o sal

O sal é um dos seus inimigos quando você procura retornar ao seu peso ideal. Embora este tempero seja amplamente utilizado na cozinha, o seu consumo excessivo tem efeitos negativos na saúde e na forma física. Muito sal causa pressão alta, inflamação, e retenção de líquidos.

Recomendamos a leitura: Reduza a pressão arterial com estes 5 remédios à base de ervas

Dicas

  • Evite adicionar sal às suas refeições, e use especiarias e ervas aromáticas para melhorar o sabor.
  • Verifique os rótulos de seus produtos favoritos e evite aqueles que contêm muito sódio.

8. Faça exercício físico

A prática regular de exercício físico é o melhor complemento para a dieta. Este tipo de atividade coloca em movimento o metabolismo e otimiza a queima de energia. Portanto, seguir uma rotina de treinamento ou praticar um esporte é muito benéfico.

Para voltar ao peso ideal deve fazer exercícios

Dicas

  • Faça exercícios cardiovasculares por pelo menos 20 minutos, 5 dias por semana.
  • Combine o treino cardiovascular com exercícios anaeróbicos ou de força.

9. Siga o modelo da dieta mediterrânica

A dieta mediterrânea é um dos muitos planos alimentares saudáveis ​​que podem ajudá-lo a voltar ao seu peso ideal. Baseia-se na combinação certa de frutas, legumes, grãos integrais e gorduras boas, que melhoram tanto o peso quanto a saúde do coração.

Dicas

  • Aumente o consumo de nozes, abacate, e azeite extravirgem.
  • Opte por carnes magras, como peru, ou peito de frango.
  • Escolha grãos integrais, cereais integrais e legumes, em vez de refinados.

Você se atreve a incorporar esses hábitos em sua rotina diária? Se quiser cuidar do seu corpo e da saúde, não deixe de aplicá-los. Lembre-se de que seus esforços devem ser permanentes, para não recuperar os quilos perdidos.

  • Romero Ramos, H., Martínez Brocca, M. A., Pereira Cunill, J. L., & García Luna, P. P. (2005). Tratamiento farmacológico de la obesidad. Revista Espanola de Obesidad. https://doi.org/10.1016/S1575-0922(13)70020-2
  • Eduardo, A. (2005). Aspectos psicológicos de la obesidad. Medicina.
  • Rutsztein, G., Murawski, B., Elizathe, L., Arana, F., Armatta, A. M., & Leonardelli, E. (2010). Trastornos alimentarios en mujeres adolescentes: un estudio comparativo entre pacientes, estudiantes de danza y estudiantes de escuelas medias. Revista Colombiana de Psiquiatría. https://doi.org/10.1016/S0034-7450(14)60254-7
  • Meza, C., & Moral, J. (2013). Modelos Recursivos de Índice de Masa Corporal con Variables Sociodemográficas, Funciones del Yo y Alteración Alimentaria en Mujeres Mexicanas. Psykhe (Santiago). https://doi.org/10.7764/psykhe.22.1.593