A hidratação é essencial para o cérebro

A água representa 75% da massa cerebral. Por esse motivo, em estados de desidratação, é comum vivenciar dificuldades cognitivas associadas aos processos de atenção e memória.
A hidratação é essencial para o cérebro

Última atualização: 23 Fevereiro, 2021

A maior parte do corpo humano é composta por água. Portanto, todos os órgãos precisam de água para funcionar corretamente. Por isso, você deve ter claro que a hidratação é essencial para o seu cérebro.

Todos nós temos mecanismos fisiológicos para eliminar o excesso de água, se for o caso, e assim manter o equilíbrio hídrico do corpo. Por esse motivo, não há um consumo máximo recomendado de água.

Isso não quer dizer que não haja consequências em tomar demais; entretanto, a quantidade recomendada por pessoa pode variar em função do peso, idade, estado de saúde e nível de atividade física, entre outros.

Desidratação e atividade física

Durante o exercício intenso, a perda de água corporal pode causar:

  • Desmaio, especialmente se o exercício físico for realizado em condições extremas de calor

Todos os órgãos do corpo humano precisam de água, e a hidratação também é essencial para o cérebro. Por esse motivo, conforme detalhado em um estudo publicado em 2011 na revista Nutrition Reviewsmesmo níveis leves de desidratação podem provocar alterações no humor e no funcionamento cognitivo.

Hidratação durante os exercícios
O exercício intenso pode causar desidratação. Como resultado, as funções de sistemas importantes do corpo, incluindo o cérebro, são interrompidas.

O cérebro e a hidratação

De acordo com uma pesquisa publicada no International Journal of Environmental Research and Public Health, a hidratação é essencial para o cérebro, já que a água representa 75% da massa cerebral. Entre outras coisas, a água está envolvida no equilíbrio eletrolítico e no metabolismo.

Portanto, é essencial que todas as pessoas procurem manter o equilíbrio entre a entrada e a saída de água. Quando os fluidos perdidos pelo suor, urina e outros mecanismos não são repostos, podem ocorrer várias consequências.

Entre elas, o desempenho cognitivo é um dos mais afetados. De acordo com essa mesma pesquisa, funções como estas podem ficar comprometidas:

  • Memória de curto prazo
  • Cuidados de vigilância
  • Reação de escolha
  • Memória de trabalho

Por sua vez, a desidratação provoca variações na distribuição da água corporal, o que pode causar baixa pressão no cérebro, que está associada a confusão, demência e letargia.

Estudos, como o realizado por Nathalie Pross, ainda não são conclusivos sobre os mecanismos que ocorrem especificamente no cérebro em condições de desidratação, mas indicam que os processos de atenção e memória são afetados em primeiro lugar.

A desidratação também pode afetar o seu humor, e você pode se sentir cansado ou irritado. Você pode até pensar que está com fome, quando na realidade seu corpo está pedindo água.

A hidratação adequada é importante para o funcionamento adequado do cérebro. Quando estamos adequadamente hidratados, as células cerebrais recebem sangue oxigenado e o cérebro permanece alerta. Desta forma, consegue cumprir as suas funções sem dificuldades.

Falta de concentração
A desidratação pode causar várias consequências em um nível cognitivo. No entanto, os processos de memória e atenção são muito afetados.

Como reconhecer os sinais de desidratação?

A princípio, é difícil reconhecer que a diminuição do desempenho cognitivo está relacionada à desidratação. Portanto, você deve estar atento a outros sinais, como:

  • Sede excessiva
  • Pele fria e seca
  • Fadiga muscular
  • Boca seca
  • Letargia e irritabilidade
  • Diminuição da micção e falta de vontade de urinar
  • Queda na pressão arterial, dores de cabeça e tonturas

Caso esses sintomas apareçam, é importante verificar se a ingestão de líquidos e sais minerais está adequada. Caso contrário, este é um aspecto que deve ser reforçado. Se houver sinais de desidratação grave, busque atendimento médico imediatamente.

A hidratação adequada é essencial para o cérebro e suas respectivas funções. Quando você tem uma ingestão baixa de líquidos, podem ocorrer problemas associados ao desempenho cognitivo. Portanto, é importante consumir água e bebidas que fornecem eletrólitos.

Pode interessar a você...
Qual a melhor água mineral?
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Qual a melhor água mineral?

Para escolher a melhor água mineral, devemos levar em consideração nossas características pessoais e escolher aquela que se adapta às nossas necessidades.



  • Iglesias Rosado, C., Villarino Marín, A. L., Martinez, J. A., Cabrerizo, L., Gargallo, M., Lorenzo, H., … & Russolillo, J. (2011). Importancia del agua en la hidratación de la población española: documento FESNAD 2010. Nutrición hospitalaria, 26(1), 27-36.
  • Ekblom B, Greenleaf CJ, Greenleaf JE, Hermansen L. Temperature regulation during exercise dehydration in man. Acta Physiol Scand 1970; 79: 475-83.
  • Popkin BM, D’Anci KE, Rosenberg IH. Water, hydration, and health. Nutr Rev. 2010;68(8):439–458. doi:10.1111/j.1753-4887.2010.00304.x
  • Álava S, Martínez JR. Rendimiento cognitivo, hidratación y agua mineral natural. [Internet]. Instituto de Investigación Agua y Salud. Informe científico Número 5; 2013
  • Zhang J, Zhang N, Du S, et al. The Effects of Hydration Status on Cognitive Performances among Young Adults in Hebei, China: A Randomized Controlled Trial (RCT). Int J Environ Res Public Health. 2018;15(7):1477. Published 2018 Jul 12. doi:10.3390/ijerph15071477
  • Pross, N. (2017). Effects of Dehydration on Brain Functioning: A Life-Span Perspective. Annals of Nutrition and Metabolism70(Suppl1), 30–36. https://doi.org/10.1159/000463060