5 efeitos de beber água para cérebro

· 9 de março de 2017
Não devemos esperar ter sede para beber água. É conveniente fazê-lo a cada hora ou a cada 45 minutos, para nos mantermos hidratados e para que nosso cérebro funcione a 100%.

Você sabe os efeitos que a água traz para o cérebro?

O hábito de beber água e a função cerebral estão mais relacionados do que pensamos. Frequentemente ingerimos este recurso vital pensando em nossos rins, em nosso fígado, e até no coração.

No entanto, esquecemos algo essencial: o órgão de nosso corpo que mais necessita de energia é o cérebro. Na verdade, 75% do cérebro é formado de água. Assim, ele precisa dela como sustentação básica e maravilhosa com a qual continuar a funcionar.

Muito além de se devemos beber entre 7 a 8 copos diários, o melhor é não se impor uma meta obrigatória, já que cada organismo tem necessidades diferentes em função de sua atividade.

O ideal é nos mantermos hidratados ao longo do dia, e, para isso, nada melhor do que beber pequenas quantidades de água a cada hora. Assim não nos cansamos, nem enchemos nosso estômago de forma exagerada.

É assim que todo o nosso organismo se harmoniza por dentro para poder render por fora.

Hoje, em nosso espaço, queremos explicar os fabulosos efeitos que algo tão simples quanto beber água produz em seu cérebro. Confira.

1. Água para o cérebro funcionar mais rápido

Nosso cérebro depende da correta hidratação para funcionar de forma eficaz.

As células desse órgão requerem um equilíbrio preciso e delicado entre a água e diversos elementos para renderem como devem.

Algo sobre o qual deveríamos nos conscientizar é o seguinte: assim que nos levantamos, é necessário beber um copo de água.

  • É o momento do dia em que nossas células cerebrais necessitam dessa hidratação que só a água pode nos oferecer.
  • Passamos entre 7 e 9 horas dormindo e, ainda que não tenhamos suado, isso não significa que não perdemos água.
  • Em cada respiração profunda expulsamos umidade. E esse efeito acumulativo faz com que o cérebro, ao chegar a manhã, esteja desidratado.
  • Apenas ao tomar esse copo de água e nos servir de um café da manhã rico em frutas, podemos potencializar ao máximo seu rendimento.

Descubra também os 7 alimentos que lhe permitem regular a pressão sanguínea

2. Melhorará sua concentração

concentracao-cerebro

Pode ser que não notemos a desidratação. Apenas em casos mais extremos, quando já aparecem os enjoos ou a pele ressecada, é quando percebemos os sinais de alarme.

  • No entanto, nosso cérebro é o primeiro a notá-la. A atenção diminui, economizam-se recursos, a memória de trabalho perde agilidade. Ainda, é difícil se concentrar e não reagimos tão rápido aos estímulos.
  • É claro que beber café ou chá também pode ajudar. No entanto, não podemos consumir essas duas bebidas de maneira constante ao longo do dia.
  • É necessário que, a cada 45 minutos, tomemos uma porção de água. Esse é o intervalo a partir do qual nossa atenção diminui.

Para remediar isso, nada melhor que um pouco de água.

3. Ajuda a equilibrar o ânimo e as emoções

conexoes-cerebro

Pode ser que você ache curioso relacionar a água ao nosso bem-estar psicológico. Todos sabemos, por exemplo, que passar algumas horas à beira-mar e sentir o ar puro, ouvir o barulho das ondas e aspirar sua imensidão salina relaxa.

Não só o efeito visual da água se reverte sobre nossas emoções, como também sua ingestão regula nosso mundo emocional.

  • Faz isso de maneira muito simples: melhora a temperatura do cérebro, elimina toxinas e células mortas e equilibra nossos processos químicos para exercer uma espécie de “reinício mental”.
  • Mas não se trata, em absoluto, de beber dois copos de água seguidos, como quem busca um tratamento rápido e eficaz.
  • Devemos fazer o que destacamos anteriormente: manter a hidratação, beber pequenas quantidades para que, desse modo, nossas células se mantenham ativas e encontrem um adequado equilíbrio com o qual regular o estresse e a ansiedade.

Leia também: “O que ocorre no organismo quando não bebemos água suficiente?

4. Beber água irá ajudá-lo a dormir melhor

agua-hidratacao

É possível que beber um copo de água antes de dormir o obrigue a ter que se levantar à meia-noite para ir ao banheiro.

No entanto, se nos acostumarmos a esta simples rotina de beber, ainda que seja meio copo de água, antes de nos deitarmos, isso permitirá um descanso muito mais reparador.

  • A água melhora a circulação sanguínea para o cérebro, oxigena, hidrata e acalma.
  • Ainda assim, não podemos esquecer que a água elimina as substâncias nocivas e que, num nível cerebral, essas tarefas são imprescindíveis para propiciar um equilíbrio neurológico básico.

Coloque isso em prática a partir de agora e note que você vai dormir melhor.

Leia também: “Formas de prevenir um derrame cerebral

5. Sua memória vai melhorar se você beber água regularmente ao longo do dia

Não podemos esquecer que, mesmo que nossa desidratação seja muito leve, ela produz um desequilíbrio homeostático, ou seja, iniciam-se disfunções que afetam muitas áreas básicas de nossa sobrevivência.

Uma dessas consequências é uma diminuição da agilidade em nossas capacidades cognitivas: custa-nos mais memorizar as coisas, inferir informações, tirar conclusões, lembrarmos de coisas a longo prazo…

Assim, leve muito em conta: mantenha uma garrafa de água em sua bolsa e vá bebendo ao longo do dia. Não se obrigue a tomar os 8 copos diários, basta apenas estar sempre hidratado.

Vale a pena cumprir esse pequeno esforço cotidiano.

Ministério do Meio Ambiente. (2005). Água. Manual de Educação. https://doi.org/10.1136/adc.56.9.729

Gerig, G. (2013). Cérebro. Enciclopédia Sobre o Desenvolvimento Na Primeira InfâNcia.