Saiba como evitar a desidratação

· 19 de janeiro de 2014
O verão está aí e o efeito do aquecimento global está se refletindo em todo o mundo: dias muito quentes ou muito frios. Ambas as situações trazem preocupações. Mas o calor traz um problema que merece nossa atenção: a desidratação.

A desidratação é a perda excessiva de água do organismo, acompanhada da perda de sais minerais e orgânicos.

Alguns sintomas

A desidratação é um problema mais comum do que se imagina. Com frequência, um grande número de pessoas chega aos hospitais com queixas de fraqueza, indisposição, boca e pele secas, além de dificuldades para respirar e tonturas.

Se isso acontecer com você, procure imediatamente um atendimento médico, já que a possibilidade de você estar desidratado é enorme devido às altas temperaturas no verão. 

Os sintomas que merecem atenção especial são a queda de pressão arterial, taquicardia e tonturas. Nestes casos, o paciente deve ser encaminhado imediatamente a uma unidade de saúde.

Como ocorre?

Com o calor, a perda de líquidos é inevitável. Contudo, seu corpo necessita da reposição necessária. O suor, as lágrimas e a urina são alguns dos fatores que podem desencadear a desidratação caso a quantidade de líquido não seja devidamente reposta no organismo.

Leia também: 6 grandes benefícios da cerveja que te surpreenderão

A desidratação pode ser classificada em diferentes níveis: leve, moderada e grave. Esta última, caso não tratada, pode levar até à morte.

Fatores que aumentam a probabilidade de desidratação

De acordo com estudos já realizados, alguns fatores são mais propícios na incidência de desidratação.

Veja quais são a seguir:

  •  Ter infecção na bexiga ou pedra nos rins
  • Gravidez ou fase de amamentação
  •  Exposição ao tempo quente
  • Prática de exercícios
  • Ter febre ou diarreia
  • Vomitar
  • Tentar perder peso

Leia também: Remédios caseiros para controlar a febre

a desidratação

Dicas importantes para evitar desidratação

Beba muita água e coma frutas. Duas excelentes opções são a melancia e o melão, já que são ricas em água e, por este motivo, ajudam na hidratação.

Além disso, não fique exposto ao sol por muito tempo, evite bebidas alcoólicas, não exagere nos exercícios físicos e prefira roupas leves.

Soro caseiro também ajuda a combater a desidratação, além de ser uma solução rápida e prática.

Saiba como fazer:

Dilua, em um copo d’água filtrada e fervida, uma pitada de sal e três pitadas de açúcar. Misture bem.

Ofereça à pessoa desidratada à vontade, a cada 20 minutos, e após cada evacuação líquida se houver diarreia.

Vale ressaltar que a consulta a um profissional capacitado se torna fundamental, mesmo em casos mais simples. Cada pessoa apresenta um quadro distinto e somente um médico poderá avaliar de forma correta e indicar o melhor tratamento.

  • Subudhi, A. W., Askew, E. W., & Luetkemeier, M. J. (2012). Dehydration. In Encyclopedia of Human Nutrition. https://doi.org/10.1016/B978-0-12-375083-9.00068-4