Diabetes sob controle: como posso fazer isso?

6 de junho de 2019
Levar um estilo de vida saudável e seguir todas as indicações do médico será fundamental na hora de manter a diabetes sob controle. E sempre que tiver dúvidas o melhor é consultar com o profissional.

Não existe um plano de alimentação que se adapte a todas as pessoas para manter a diabetes sob controle. Entretanto, reduzir os hidratos de carbono que se consomem é fundamental para manter a glicose no sangue dentro dos níveis desejados.

Para isso, é preciso conhecer a fundo as diferentes classes de alimentos. Assim, poderemos escolher os mais adequados de acordo a como se encontre o nível de glicose em cada momento.

Além disso, é necessário ter em conta que não todos os carboidratos elevam a glicose no sangue da mesma maneira. Isso depende de seu índice de glicemia. Aqueles que tiverem um índice alto de glicemia também vão elevar os níveis de açúcar mais rapidamente que aqueles que tiverem o índice em um valor médio ou baixo.

Aliás, são estes últimos os que devem ser consumidos no caso de pessoas com índice de glicose alto. No caso de consumir um produto com índice alto, devemos combiná-lo com outro de índice baixo para assim, equilibrar os níveis adequadamente.

O aporte nutricional é muito importante

Alimentos saudáveis para manter a diabetes sob controle

Para manter a diabetes sob controle é necessário controlar a dieta. Para poder planejar adequadamente a sua alimentação e escolher os ingredientes mais convenientes é necessário saber o tipo e a quantidade de carboidratos que cada grupo alimentar possui.

Os vegetais se dividem entre aqueles que contêm amido e aqueles que não. Entre os primeiros estão as batatas, o milho e as ervilhas. Todos estes são o grupo de verduras que mais quantidade de carboidratos aportam, portanto, deve-se moderar o seu consumo.

Em compensação, os vegetais sem amido como a acelga, a couve-flor, o tomate e a cenoura contêm muito poucos carboidratos e seu índice de glicemia é baixo. Aliás, aportam muitas vitaminas, minerais e fibras então se convertem em grandes aliados nas dietas daqueles que sofrem de diabetes.

Não deixe de ler também: Conheça os melhores alimentos para a diabetes tipo 2

As frutas e a diabetes sob controle

As frutas contêm carboidratos, mas a maioria delas possuem um índice de glicemia baixo. Os especialistas recomendam incorporá-las à alimentação pelos nutrientes que aportam. Uma boa opção são as framboesas, morangos e amoras que possuem um baixo conteúdo de hidratos de carbono. Além disso, aportam também antioxidantes e vitaminas.

No caso de escolher frutos secos no lugar de frescos é necessário prestar mais atenção às porções. Somente com duas colheres de uva passa podemos incorporar até 15 gramas de carboidratos.

Os cereais (trigo, arroz, aveia) e seus derivados como as farinhas são uma das principais fontes de hidratos de carbono. Por isso, é muito importante limitar as quantidades que se consomem e prestar atenção ao seu grau de refinamento.

Isso também pode interessar você: 5 plantas medicinais que ajudam a controlar a diabetes

Como regra geral, recomenda-se sempre escolher cereais e farinhas integrais que aportam muito mais nutrientes e contêm um índice de glicemia mais baixo. Se o objetivo for controlar os níveis de glicose no sangue, os produtos processados à base de farinhas refinadas não são aconselháveis. Devemos ter em conta que muitas vezes esses produtos contêm grandes quantidades de açúcar agregado.

Alimentos com pouco amido

Conselhos para manter a diabetes sob controle

Para poder controlar a sua diabetes é necessário que você controle a sua alimentação. Oferecemos alguns conselhos para ajudar a que você faça isso:

  • Planeje um cardápio semanal e calcule as porções de hidratos de carbono de cada comida.
  • Faça uma lista de compras com ingredientes saudáveis e trate de adquiri-los com antecipação para dispor deles na hora de cozinhar.
  • Se quando terminar sua refeição você ainda continuar com fome, coma uma salada de vegetais sem amido com um tempero leve. Você vai ver que se sentirá mais saciado incorporando muito poucos carboidratos.
  • Escolha produtos integrais no lugar de refinados. Consulte as embalagens para assegurar-se de que seu principal ingrediente é integral.
  • Procure substituir ingredientes com maior índice de glicemia por outros com valor menor. Há bons substitutos. Por exemplo, podemos substituir uma guarnição de batatas por uma de batata doce que possui menor índice de glicemia.
  • Comprove seu nível de glicose antes de cada refeição e, de acordo a como se encontre, escolha os alimentos mais convenientes. Apesar de que você possa usar o glicosímetro tradicional, existem novas tecnologias que facilitam esta tarefa. Uma delas são os medidores contínuos de glicose. Estes elementos reúnem dados do nível de açúcar através de um sensor implantado no braço e os enviam diretamente ao celular do paciente.

Esperamos que nossas dicas ajudem você, entretanto, os controles médicos são indispensáveis para manter a diabetes sob controle.