O que os cereais fornecem ao nosso organismo?

16 de janeiro de 2020
Os cereais são uma fonte de energia que podemos aproveitar para começar o dia com o pé direito. E se forem naturais, sem açúcar ou adoçantes de qualquer tipo (como a aveia), melhor ainda.

É sabido que os cereais são alimentos que fazem parte de qualquer dieta equilibrada. Trigo, arroz, aveia, milho, cevada e centeio são alguns dos mais consumidos no mundo todo, embora outros também sejam consumidos, como o painço e o alpiste, por exemplo.

É provável que, em algumas ocasiões, já tenhamos ouvido falar que os cereais são um alimento necessário para a saúde. Mas por quê? O que exatamente eles podem nos fornecer? Em que quantidade e frequência devemos consumi-los para obter benefícios?

A seguir, resolveremos essas dúvidas e comentaremos alguns aspectos interessantes sobre esse assunto.

Talvez você esteja interessado: 6 cereais integrais saudáveis que vale a pena incluir na dieta

O que os cereais contêm?

Os cereais que são feitos a partir de sementes são ricos em vários nutrientes que nosso corpo precisa para que possa desempenhar suas funções diárias de acordo.

Os cereais são ricos em vitaminas do complexo B, entre outros
Os cereais são ricos em vitaminas do complexo B, entre outras.

Os cereais são ricos em carboidratos, minerais, vitaminas e fibras alimentares. Os carboidratos são essenciais na alimentação, pois oferecem a energia necessária para realizar diferentes atividades todos os dias.

Os carboidratos que fornecem são denominados “complexos”, e ajudam a liberar lentamente a glicose no organismo. Dessa forma, são adequados para manter a energia e a saciedade durante o dia.

Tanto as vitaminas quanto os minerais, como ferro, zinco ou selênio, entre muitos outros, contribuem para múltiplos processos e funções, contribuindo para que tenhamos um melhor desempenho na escola, na academia ou no trabalho. Por outro lado, também nos ajudam a permanecer saudáveis e ter um bom desenvolvimento.

Para mais informações: 3 alimentos com efeito laxante contra a prisão de ventre

Os celíacos devem se abster de consumi-los?

Segundo os especialistas da Associação Espanhola de Fabricantes de Cereais, “os celíacos têm intolerância às proteínas que formam o glúten, a gliadina e a glutenina. Estes existem em todos os cereais, com exceção do milho, do arroz, do sorgo e do painço”.

E acrescentam que “os cereais mais utilizados para a fabricação de cereais matinais são o trigo, o milho, o arroz e a cevada. Portanto, um celíaco pode comer cereais matinais“. A seu critério, você deve apenas tentar escolher aqueles que não possuem as proteínas que constituem o glúten, como cereais matinais de milho ou arroz.

Os cereais comerciais são uma boa opção?

Cereais com açúcar
Alguns tipos de cereais incluem muitos açúcares pouco saudáveis.

Os cereais costumam fazer parte do café da manhã de muitas pessoas. Entretanto, nem todos os cereais são saudáveis. Os comerciais, ricos em açúcares e outras substâncias artificiais, embora frequentemente consumidos, não são a melhor opção. Por outro lado, os integrais são recomendados, conforme indicado por especialistas em Saúde e Nutrição. A aveia é um dos mais recomendados.

Há uma grande quantidade de cereais e precisamos saber como escolher o que funciona melhor para nós.

Como consumir os cereais para obter benefícios?

Podemos incluir esses alimentos em suas formas variadas, desde saladas até ensopados, ​​e desde o café da manhã ao jantar. Eles nos fornecerão energia e saciedade para aguentar o ritmo do dia a dia. Assim, incluí-los na dieta habitual ajudará a criar bons hábitos alimentares e uma dieta variada e equilibrada, se forem consumidos junto com carnes, peixes, legumes, laticínios, etc.

  • Mora, R. J. F. (2002). Evaluación nutricional. In Soporte nutricional especial.

  • Vera. (2008). Cereales, Legumbres, Leguminosas y Productos Proteínicos Vegetales. Organización de las Naciones Unidas para la Alimentaciòn y la Agricultura.