Terapias naturais para o tratamento da dor neuropática

A dor neuropática é o resultado de uma lesão ou mau funcionamento do sistema nervoso. Como resultado, o paciente sente dor, fraqueza e dormência. Existem terapias naturais para lidar com o problema? Contamos tudo sobre o assunto a seguir.
Terapias naturais para o tratamento da dor neuropática

Última atualização: 08 Junho, 2021

Nos últimos anos, algumas terapias naturais foram aceitas como um tratamento complementar para a dor neuropática. Embora não sejam o tratamento principal para essa condição, podem ser sugeridas aos pacientes como coadjuvantes para aliviar os sintomas e ter uma melhor qualidade de vida.

A dor neuropática é aquela que surge como consequência de uma lesão ou disfunção do sistema nervoso, conforme definido pela International Association for the Study of Pain -IASP, na sua sigla em inglês. A lesão pode estar localizada no sistema nervoso central – medula óssea e cérebro – ou áreas periféricas – nervos, plexos e terminações nervosas microscópicas.

Frequentemente, é uma dor crônica e intensa que pode ser difícil de tratar. Por isso, é necessário consultar um médico e avaliar as opções terapêuticas conforme o caso. No entanto, como já mencionado, existem algumas terapias naturais que parecem ajudar a controlar os sintomas e também podem ser consideradas. Explicamos mais detalhes a seguir.

Terapias naturais para a dor neuropática

De acordo com informações publicadas no The Lancet Neurology , a dor neuropática é caracterizada como uma dor contínua ou como uma pontada que aparece após estímulos nocivos ou não nocivos. Em pacientes que sofrem do problema, as respostas à dor são amplificadas, o que reduz a qualidade de vida.

Dada a sua complexidade, tanto seu diagnóstico quanto seu tratamento são difíceis de determinar. No entanto, de acordo com a mesma fonte, existem tratamentos farmacológicos avançados que podem ajudar no controle dos sintomas. Isso inclui opções como:

  • Amitriptilina, gabapentina e pregabalina, que geralmente são a primeira opção.
  • Duloxetina, uma segunda opção.
  • Opioides, tramadol e medicamentos tópicos.
  • Outros medicamentos antiepilépticos e antidepressivos.

Graças a pesquisas recentes, foram propostas algumas terapias naturais que podem contribuir para o controle dos sintomas da dor neuropática. Embora seja aconselhável consultar um profissional antes de iniciar a prática, são opções que podem ser consideradas dentro do tratamento. Vamos ver mais detalhes a seguir.

Acupuntura

Acupuntura na mão
A acupuntura pode ser útil para melhorar a circulação sanguínea e reduzir a resposta à dor.

A acupuntura é um tipo de terapia complementar que faz parte da medicina tradicional chinesa. Durante sua prática, pequenas agulhas são inseridas na pele, em vários pontos de pressão, para ajudar a equilibrar a energia dentro do corpo.

Do ponto de vista da medicina ocidental, esse tipo de terapia ajuda a estimular os nervos e os músculos . Portanto, considera-se que pode ser um coadjuvante para melhorar a circulação sanguínea e reduzir a resposta à dor. No entanto, mais estudos são necessários a esse respeito.

Apesar disso, muitos pacientes com dor neuropática optaram por recorrer a essa terapia para melhorar seus sintomas. Um estudo piloto publicado no European Journal of Neurology encontrou resultados interessantes no controle da dor causada por essa condição.

Seja como for, é uma terapia que deve ser feita por profissionais qualificados, pois também traz riscos. As más práticas podem causar lesões, infecções e uma variedade de outras complicações.

Exercício físico

Uma das melhores terapias naturais para a dor neuropática é o exercício físico. Na verdade, na medicina convencional este também é um dos hábitos sugeridos para melhorar a saúde e a qualidade de vida dos pacientes acometidos por essa condição.

O exercício regular ajuda a aumentar o tônus ​​muscular e promove a circulação. Portanto, pode ajudar a aliviar alguns sintomas de neuropatia. Um estudo publicado na Frontiers in Cellular Neuroscience determinou que o treinamento físico ajuda a melhorar a função nervosa e diminui a dor neuropática, bem como outros tipos de disfunção sensorial, como a dormência.

Por outro lado, o exercício também favorece o controle dos níveis de glicose no sangue, o que ajuda a reduzir o risco de complicações relacionadas à neuropatia diabética. O ideal é começar gradualmente, sem exceder a capacidade física atual. Além disso, é aconselhável solicitar o apoio de um treinador físico profissional ou fisioterapeuta.

Meditação e ioga

Meditação e yoga como terapias naturais para a dor neuropática
A meditação ajuda a reduzir a fadiga e a dor causadas pela neuropatia.

Técnicas como meditação e ioga podem ser consideradas tratamentos complementares em casos de dor neuropática. Ambas as práticas podem ajudar a pessoa a lidar melhor com a dor causada pela sua condição. Elas também são ideais para acalmar o estresse e outras emoções que podem piorar o problema.

Uma pesquisa publicada no International Journal of MS Care determinou que a meditação ajuda a reduzir a fadiga e a dor causadas pela neuropatia. Além disso, também contribui para melhorar a saúde mental dos pacientes, que estão sujeitos ao estresse, ansiedade e depressão.

Enquanto isso, um estudo recente publicado no Annals of Neurosciences indica que as práticas de ioga podem ser usadas como um complemento para controlar a dor neuropática causada por lesões na medula óssea. Sua prática pode ter um impacto positivo no controle da dor.

As recomendações para praticar as duas disciplinas são semelhantes e elas podem até mesmo ser combinadas. O ideal é encontrar um espaço tranquilo e confortável, longe de quaisquer distrações. Além disso, se possível, a prática deve ser feita com a ajuda de um especialista no assunto que possa orientar a atividade.

Existem outras terapias naturais para a dor neuropática?

Além das terapias naturais mencionadas, existem outras opções que podem ser consideradas em caso de dor neuropática. O mais importante é deixar claro que nada substitui o tratamento médico e que tratamentos complementares devem ser aplicados com a devida cautela. As opções incluem:

  • Tomar banhos mornos.
  • Usar pomadas de capsaicina.
  • Garantir um ótimo suprimento de vitaminas, especialmente do complexo B.
  • Usar óleos essenciais por meio de massagem ou aromaterapia.
  • Evitar o consumo de álcool e tabaco.

Se você sofre dessa doença, lembre-se de fazer exames médicos regulares. Médicos e especialistas em saúde são os únicos que podem indicar um tratamento completo para esse tipo de dor. Tenha isso em mente!

Pode interessar a você...
Quebrando os mitos sobre o glúten
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Quebrando os mitos sobre o glúten

Vamos esclarecer os principais mitos sobre o glúten, já que muitas pessoas têm adotado uma dieta sem glúten sem nenhuma razão para tal.



  • Colloca, L., Ludman, T., Bouhassira, D., Baron, R., Dickenson, A. H., Yarnitsky, D., … Raja, S. N. (2017). Neuropathic pain. Nature Reviews Disease Primers3. https://doi.org/10.1038/nrdp.2017.2
  • Macone, A., & Otis, J. A. D. (2018). Neuropathic Pain. Seminars in Neurology38(6), 644–653. https://doi.org/10.1055/s-0038-1673679
  • Baron, R., Binder, A., & Wasner, G. (2010, August). Neuropathic pain: Diagnosis, pathophysiological mechanisms, and treatment. The Lancet Neurology. https://doi.org/10.1016/S1474-4422(10)70143-5
  • Baute, V., Zelnik, D., Curtis, J. et al. Complementary and Alternative Medicine for Painful Peripheral Neuropathy. Curr Treat Options Neurol 21, 44 (2019). https://doi.org/10.1007/s11940-019-0584-z
  • Dimitrova, A., Murchison, C., & Oken, B. (2017, March 1). Acupuncture for the Treatment of Peripheral Neuropathy: A Systematic Review and Meta-Analysis. Journal of Alternative and Complementary Medicine. Mary Ann Liebert Inc. https://doi.org/10.1089/acm.2016.0155
  • Schröder, S., Liepert, J., Remppis, A., & Greten, J. H. (2007). Acupuncture treatment improves nerve conduction in peripheral neuropathy. European Journal of Neurology14(3), 276–281. https://doi.org/10.1111/j.1468-1331.2006.01632.x
  • Tavee J, Rensel M, Planchon SM, Butler RS, Stone L. Effects of meditation on pain and quality of life in multiple sclerosis and peripheral neuropathy: a pilot study. Int J MS Care. 2011;13(4):163–168. doi:10.7224/1537-2073-13.4.163
  • Telles, S., Sayal, N., Nacht, C., Chopra, A., Patel, K., Wnuk, A., … Anand, A. (2019). Yoga: Can it be integrated with treatment of neuropathic pain? Annals of Neurosciences26(2), 82–91. https://doi.org/10.5214/ans.0972.7531.260208