Tratamentos complementares para a sífilis

9 de janeiro de 2019
É muito importante identificar a sífilis a tempo para poder iniciar um tratamento. No caso das gestantes, é essencial para não transmiti-la ao feto.

Para combater a sífilis de maneira natural podemos recorrer aos tratamentos complementares com propriedades antibióticas. Ao contrário de outras doenças sexualmente transmissíveis, essa doença é curável.

No entanto, é essencial que seja tratada a tempo. Se você suspeita que tem essa doença, você deve ir imediatamente a um profissional de saúde para que faça o diagnóstico de certeza. Além disso, você receberá o tratamento curativo para a doença.

Descubra neste artigo no que esta patologia consiste e os tratamentos complementares mais adequados para tratá-la sem o risco de sofrer efeitos colaterais.

O que é a sífilis?

A sífilis é uma doença sexualmente transmissível que também pode passar da mãe para o feto.

Sua origem vem de uma bactéria chamada Treponema Pallidum. Esta bactéria causa úlceras cutâneas no pênis, na vagina, no ânus, no reto, nos lábios ou na boca.

Embora as primeiras lesões não comprometam a vida da pessoa afetada, sua evolução é perigosa. Com isso, deve ser tratada para evitar afetar o coração, o cérebro ou outros órgãos.

O problema no combate à sífilis é que seus sintomas podem passar despercebidos. Nesse sentido, muitas pessoas podem ter essa doença sem saber.

No entanto, em caso de qualquer dúvida, podemos fazer os exames, pois seu diagnóstico é simples. Além disso, seu tratamento com antibióticos é muito eficaz.

  • A bactéria causa, em primeiro lugar, uma inflamação nas genitais, no reto ou na boca. É fácil distingui-la difícil de outras lesões porque essas não são dolorosas.
  • Se duas pessoas estabelecem um contato íntimo, a bactéria se espalha através da pele ou das membranas mucosas.

Não deixe de ler: Quais são as 5 doenças sexualmente transmissíveis mais comuns?

O que é a sífilis?

Sífilis congênita

É um dos tipos mais graves de sífilis. A mulher que sofre desta doença está grávida. O feto pode ser infectado através da placenta ou no momento do parto. Portanto, o acompanhamento médico é essencial em todos os momentos.

  • Às vezes, os bebês nascem sem sintomas, embora também possam ter erupções na pele, nas palmas das mãos e nas solas dos pés.
  • Os sintomas posteriores mais graves podem ser surdez, deformidades no nariz e nos dentes.

Tratamentos complementares para a sífilis

1. Cura tibetana com alho

Cura tibetana com alho como tratamento complementar para a sífilis

O alho pode ser um complemento (não substitutivo) dos antibióticos convencionais. Este alimento medicinal tem propriedades antibacterianas, assim como antivirais e antifúngicas. 

É, portanto, um excelente remédio para combater todos os tipos de patógenos, além de eliminar as toxinas do nosso corpo.

Para que o alho tenha suas propriedades curativas, devemos consumi-lo cru. Todas as pessoas que não conseguirem comê-lo dessa maneira podem adquirir cápsulas ou fazer a famosa cura tibetana com alho.

Este método nos permite consumir o alho concentrado de maneira gradual, para que o nosso organismo possa tolerá-lo da melhor forma possível. Devemos seguir o procedimento de forma estrita e completa.

Leia também: Óleo de alho: um remédio muito versátil para cuidar do seu corpo

2. Suco de goiaba e mel

vitamina C é um poderoso aliado para combater a sífilis e outras doenças provocadas por bactérias como, por exemplo, a tuberculose. Além disso, tem a virtude de fortalecer o sistema imunológico, de modo que nos ajuda a aumentar nossas defesas e prevenir as doenças infecciosas.

Em casa podemos preparar um suco rico em vitamina C à base de goiaba, uma das frutas mais ricas neste nutriente.

  • Embora os citrinos se destaquem por seu conteúdo desta vitamina, a goiaba tem até 4 vezes mais.
  • Por este motivo, se tomarmos esta bebida pelo menos uma vez por semana, nos beneficiaremos de suas propriedades antibióticas.
  • Além disso, podemos adoçá-la com mel para multiplicar ainda mais seus poderosos efeitos.

3. Chá verde, unha de gato e alcaçuz

Infusão como tratamento complementar para a sífilis

Se você quer combater a sífilis com chás medicinais, recomendamos tomar uma combinação de plantas curativas durante, pelo menos, 15 dias. Podemos misturar esses três ingredientes naturais:

  • Chá verde: o chá verde é uma planta medicinal antioxidante que fortalece o sistema imunológico. É muito eficaz na prevenção e no tratamento de infecções causadas por bactérias.
  • Unha de gato: a unha de gato é considerada um antibiótico natural graças à sua capacidade de aumentar as defesas do nosso organismo.
  • Alcaçuz: o alcaçuz se destaca por seu alto poder antibacteriano. No entanto, você não deve consumi-lo sem antes consultar seu médico. As pessoas que sofrem de pressão alta não poderão tomá-lo.

A sífilis é uma doença sexualmente transmissível que pode causar problemas de saúde muito graves a longo prazo.

Se você suspeitar sua presença, deve recorrer ao médico e seguir meticulosamente o tratamento prescrito. Isso garante a erradicação desta doença.

Além disso, esses tratamentos complementares te ajudarão a melhorar o curso da doença.