Cura filtrante de chá verde, limão e erva-doce

19 de maio de 2015
É muito importante ajudar o corpo a eliminar toxinas, por isso saber preparar curas filtrantes é essencial.

As estações da primavera e do outono são o momento ideal do ano para fazer uma cura filtrante. Pelo menos uma vez por ano, deveríamos ajudar o nosso organismo a eliminar as toxinas que acumulamos através da alimentação inadequada, dos maus hábitos, do sedentarismo, da contaminação que nos rodeia e das emoções negativas, por exemplo.

Tudo isso afeta a nossa saúde, a não ser que potencializemos as vias naturais de limpeza do nosso corpo. Sendo assim, neste artigo revelaremos uma cura simples, porém efetiva mediante três alimentos medicinais que são quase milagrosos: o chá verde, o limão e a erva-doce.

Por que uma cura filtrante?

As toxinas que se acumulam no nosso organismo e não são eliminadas são a causa, a longo prazo, de doenças crônicas e degenerativas. Nosso corpo é encarregado de ir eliminando as substâncias tóxicas através dos sedimentos como a urina, o suor, as impurezas da pele, a respiração e a menstruação, por exemplo.

Contudo, frequentemente acontece da quantidade de toxinas ser muito alta, de tal maneira que o corpo fica saturado e não pode eliminá-las corretamente.

As curas filtrantes, limpezas ou dietas detox nos permitem potencializar a eliminação destas substâncias, assim como notar benefícios inclusive logo depois da cura. Vamos nos sentir com mais vitalidade, de bom humor e, certamente, com um melhor aspecto físico.

É importante destacar que estas curas não são principalmente para perder peso, o que teria que vir acompanhado de uma alimentação específica. Entretanto, sim, elas  nos podem ajudar a controlar alguns quilos a mais se as realizarmos, por exemplo, uma vez cada dois meses.

O chá verde

O chá verde tem importantes efeitos antioxidantes, atrasando o envelhecimento celular. Além disso, ele também combate a retenção de líquidos, limpa a pele de impurezas e acalma os efeitos das alergias.

É um anticancerígeno natural, por isso muitos nutricionistas recomendam seu consumo habitual.  Você deve saber que, apesar de poder reduzir o estresse, também tem efeitos ligeiramente estimulantes.

O chá verde faz parte da cura filtrante

O limão

Alimento medicinal e filtrante por excelência, o limão é um grande limpador do organismo. Apesar de ser um ácido, ele tem efeitos alcalinizantes e ajuda a digerir e dissolver as gorduras. O limão é ideal para tratar os transtornos cardiovasculares.

Leia também: 10 ideias surpreendentes para tirar proveito de um limão

O limão faz parte da cura filtrante

A erva-doce

O adoçante mais natural e saudável que podemos encontrar hoje em dia, com a vantagem de que ela não tem nenhuma caloria. A erva-doce reduz ligeiramente a hipertensão e, ao mesmo tempo, aumenta as defesas naturais do organismo.

Seu sabor é parecido ao do alcaçuz e com pouca quantidade podemos adoçar qualquer prato. Ela também é comercializa de maneira refinada, mas nesse caso não tem os benefícios medicinais que citamos, mas também não tem os efeitos prejudiciais do açúcar branco ou dos adoçantes artificiais.

Leia também: Erva-doce, remédio tradicional para curar o fígado e os rins

Cura filtrante de estévia

Como realizar a cura filtrante?

Para fazer essa cura filtrante, em primeiro lugar, prepare dois litros de infusão de chá verde diariamente. Use 5 bolsinhas, ou, 5 colherinhas de chá verde para dois litros de água.

  1. Não deixe a água ferver (só que chegue aos 80°c) e deixe o chá por máximo de 4 minutos em infusão;
  2. Depois, retire as bolsinhas ou os sedimentos do chá e acrescente o suco fresco de dois limões;
  3. Adoce a infusão com algumas gotas de extrato puro de erva-doce, de acordo com o seu gosto.

Se em vez de extrato, você tiver a erva-doce em forma de folha seca, acrescente-a quando estiver preparando a infusão de chá verde.

Essa bebida, que rende aproximadamente 8 copos, deve ser tomada em três momentos do dia:

  • Em jejum: 2 copos;
  • Ao longo da manhã: 4 copos;
  • Ao longo da tarde: 4 copos.

Mas, atenção! Devemos bebê-la sempre separada das refeições. Meia hora antes de comer, ou, uma hora e meia depois da refeição.

Para considerar

Essa cura vai durar entre duas e quatro semanas, segundo os resultados que forem sendo obtidos enquanto ela é realizada.

Durante este tempo, você não é obrigado a fazer dieta, mas deve escolher alimentos saudáveis e eliminar ou limitar aqueles mais prejudiciais como, por exemplo, os seguintes:

  • Açúcares e doces;
  • Farinhas refinadas;
  • Alimentos fritos e gorduras hidrogenadas;
  • Comida pré-cozida;
  • Embutidos e queijos muito gordurosos;
  • Alimentos estimulantes: álcool, café torrado, chá preto ou bebidas de cola, por exemplo.

Imagens por cortesia de Neil Gorman, DorteF e Hebam3000.