7 complicações graves causadas pela hipertensão

· 24 de abril de 2017
Mesmo que em suas primeiras fases não apresenta sintomas notáveis, a hipertensão pode afetar de maneira negativa órgãos principais como o coração, os rins e inclusive os olhos

A pressão arterial alta ou hipertensão é um transtorno cardiovascular que se desenvolve quando existem dificuldades no transporte do fluxo sanguíneo do corpo; seja por um estreitamento das artérias ou algum tipo de obstrução.

Conforme o problema aparece, o coração tem que duplicar seus esforços para bombear sangue através de espaços mais reduzidos, o que faz com que a pressão aumente.

Alguns a catalogam como o “assassino silencioso”, dado que em suas etapas iniciais é assintomático e muitas pessoas ignoram o problema até sofrerem consequências mais graves.

Mesmo que no começo não gere danos maiores, com o passar do tempo causa mudanças a outros sistemas do corpo, e pode derivar em graves doenças.

A seguir queremos compartilhar em detalhe 8 complicações que podem aparecer quando a hipertensão arterial não é tratada.

1. Ataque do coração

Ataque cardiaco por causa da hipertensão

O ataque do coração é uma das doenças graves relacionadas à pressão arterial alta descontrolada.

Esta condição, que pode chegar a ser mortal, acontece porque as artérias se endurecem e se estreitam, o que afeta o transporte do fluxo sanguíneo.

Veja também: 8 hábitos ruins para a saúde de coração

2. Acidente cerebrovascular

Os acidentes cerebrovasculares podem ocorrer quando o fluxo de sangue está restringido em um dos pontos que permitem sua passagem até o cérebro.

Dado que a pressão afeta de forma direta a circulação do sangue para este órgão principal, os pacientes com hipertensão têm muitas chances de desenvolver esta patologia.

3. Insuficiência cardíaca

Insuficiência cardíaca por causa da hipertensão

A insuficiência cardíaca está relacionada com o super esforço que o coração tem que fazer para bombear o sangue através de artérias duras e estreitas.

De fato, esta condição é uma das causas principais de morte entre aqueles com hipertensão arterial, dado que afeta de forma direta o músculo cardíaco.

Entre seus sintomas também cabe destacar, por exemplo:

  • Dificuldades para respirar
  • Inflamação das extremidades
  • Distensão abdominal
  • Problemas para dormir
  • Incontinência urinária
  • Fadiga ou sensação de fraqueza

4. Diabetes

Diferentemente de outros transtornos causados pelos descontroles da pressão arterial, a diabetes pode ser o resultado ou sua causa.

Os descontroles nos níveis de açúcar no sangue podem afetar o fluxo sanguíneo e a saúde arterial, bem como interromper a passagem correta do sangue até o coração.

No entanto, a pressão causada por outros fatores pode afetar tanto o sangue, que chega a reduzir a capacidade para utilizar os açúcares como fonte de energia.

Frequentemente, a diabetes agrava-se nos pacientes com hipertensão devido ao fato da pressão afetar o metabolismo, a função do pâncreas e dos rins.

5. Aterosclerose

Desenho de hipertensão

A aterosclerose é uma condição que surge quando a pressão arterial alta permanece sem nenhum tipo de tratamento significativo.

Isso leva a um endurecimento das artérias, o qual pode ocasionar bloqueios e transtornos perigosos como a doença arterial coronária.

6. Doenças nos rins

Os rins são feitos para filtrar os produtos de resíduos do sangue, regular os eletrólitos; assim como expulsar o excesso de líquidos através da urina.

A hipertensão afeta de forma direta suas funções, restringindo o fluxo sanguíneo que lhe permite trabalhar em boas condições.

Conforme o tempo passa, é gerado um forte deterioração da saúde renal. Reduz-se a oxigenação e a passagem dos nutrientes até estes órgãos.

Além disso, as artérias periféricas podem ficar mais estreitas; limitando sua capacidade para eliminar os resíduos, bem como gerando insuficiência e danos irreversíveis.

Recomendamos a leitura: 4 receitas para desintoxicar os rins 

7. Doenças nos olhos

Mulher com dor nos olhos pela hipertensão

Muitos não imaginam o quão nociva é a pressão arterial alta para a saúde visual.

As restrições no fluxo sanguíneo em qualquer das partes do corpo podem conduzir a danos nos vasos da retina.

Em suma, os pacientes diagnosticados com hipertensão costumam desenvolver doenças visuais de forma gradual. Elas começam com sintomas comuns como a inflamação, a visão embaçada ou a perda de acuidade.

Contudo, alguns dos fármacos utilizados para controlar a doença podem ter um efeito notável na redução dos sintomas de doenças como a retinopatia hipertensiva.

Por isso, as revisões médicas regulares e os exames pertinentes são fundamentais.

Por fim, é primordial prestar muita atenção, especialmente quando começam a aparecer dificuldades em outros sistemas do corpo.

Cuidado!

  • MALACHIAS MVB, SOUZA WKSB, PLAVNIK FL, RODRIGUES CIS, BRANDÃO AA, NEVES MFT, ET AL. 7a Diretriz Brasileira De Hipertensão Arterial. Arquivos brasileiros de cardiologia, 2016.
  • CAMPAGNOLE-SANTOS, M. J.; HAIBARA, A. S. Reflexos cardiovasculares e hipertensão arterial. Rev Bras Hipertens, 2001.
  • GEORGE, H. M. Abordagem Terapêutica da Hipertensão Arterial. Norma da Direção Geral de Saúde, 2011.