Quais são as 5 doenças sexualmente transmissíveis mais comuns?

· 21 de dezembro de 2017
Para prevenir doenças sexualmente transmissíveis, o uso de preservativos é essencial, mesmo durante o sexo oral. Só então podemos nos certificar de reduzir as chances de infecção

O sexo é uma das atividades mais agradáveis ​​e prazerosas ​​que podemos realizar.

No entanto há um grande problema quando praticamos sexo sem cuidado: as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Estas são infecções que se espalham por contato sexual, independentemente de ser oral, anal ou vaginal.

Embora algumas dessas doenças sejam fáceis de lidar e desaparecer em pouco tempo, outras podem causar problemas sérios para a vida toda.

Aqui vamos falar sobre os sintomas mais comuns. Tome nota deles e certifique-se de ficar alerta para qualquer sinal possível.

1. Clamídia é uma doença sexualmente transmissível

Mulher com febre por doença sexualmente transmissível

A clamídia é uma doença sexualmente transmissível   causada por bactérias. Geralmente não apresenta sintomas graves, por isso pode ser confundida com vários tipos de infecção.

O principal problema com a clamídia é que, se não for tratada a tempo, gera infertilidade e danos aos órgãos reprodutores femininos.

Sintomas de clamídia em mulheres

  • Febre
  • Náusea
  • Queimação ao urinar
  • Dor durante a relação sexual
  • Secreção anormal
  • Dor no abdômen inferior ou nas costas
  • Sangramento vaginal após a relação sexual ou entre os períodos menstruais

Sintomas da clamídia nos homens

  • Secreção anormal
  • Dor ao urinar
  • Queimação ou comichão ao redor do orifício do pênis

2. Herpes genital

O herpes genital é uma DST causada pelo vírus do herpes simples. Uma vez que este vírus é contraído, ele permanece em seu corpo para sempre.

Ocasionalmente aparecerão brotos que causam bolhas e feridas na área dos órgãos genitais e do reto.

Com o passar do tempo, os surtos ocorrem com menos frequência. Os sintomas são os mesmos para os homens, como para as mulheres:

  • Sintomas gripais como febre e glândulas inchadas
  • Amostras e feridas aparecem nos órgãos genitais e reto

3. Gonorreia

O papanicolau serve para detectar uma doença sexualmente transmissível

A gonorreia é outra das doenças bacterianas sexualmente transmissíveis,  e é bastante frequente.

Esta bactéria se reproduz em lugares úmidos e quentes, de modo que os ginecologistas geralmente a encontram no colo do útero e nas trompas de Falópio nas mulheres.

Nos homens geralmente se desenvolve na uretra.

Outros lugares onde essa doença pode se desenvolver são: boca, olhos, garganta e ânus.

Se não for tratada a tempo, a gonorreia pode causar problemas permanentes tanto em mulheres como em homens.

Sintomas de gonorreia em mulheres

Nos homens

  • Queimação ao urinar
  • Dor, inchaço e sensibilidade nos testículos
  • Fluxo esbranquiçado, amarelado ou esverdeado do pênis

4. HIV e AIDS

O HIV é o vírus da imunodeficiência humana e pode causar o desenvolvimento da AIDS.

O HIV ataca o sistema imunológico até que seja destruído, por isso é extremamente importante evitá-lo, ou tratá-lo se já foi contraído.

É importante levar em conta que tanto o HIV quanto a AIDS são doenças sexualmente transmissíveis, que podem ser tratadas com medicamentos para controlá-los. No entanto, não existe uma cura definitiva.

O que torna o HIV e a AIDS tão perigoso, é que você pode estar infectado sem sintomas até 10 anos após contraí-lo.

A única maneira de verificar o contágio é através dos exames médicos correspondentes. Estes são muito simples, porque consistem apenas em um exame de sangue que é praticamente indolor.

Os sintomas do HIV e AIDS são

  • Aftas
  • Dor de garganta
  • Dores de cabeça
  • Erupções cutâneas
  • Súbita perda de peso
  • Infecções graves recorrentes
  • Cansaço, tonturas e desmaios
  • Diarreia, febre e suores noturnos
  • Manchas roxas na pele ou na boca
  • Formação de hematomas com mais frequência do que o normal

Veja também: Qual a causa dos sangramentos vaginais fora dos ciclos menstruais?

5. Papiloma do vírus humano (HPV)

Dor na região pélvica pode ser cusada por uma doença sexualmente transmissível

O vírus do papiloma humano (HPV) é a última das doenças sexualmente transmissíveis que queremos mencionar.

Embora muitos considerem o HIV como a mais grave, algumas cepas de HPV são impossíveis de tratar, e outras podem causar câncer na área que atacam, quando não são tratadas a tempo.

Por sorte, podem ser vacinados:

  • Mulheres com idade entre 11 e 26 anos
  • Homens com idade entre 9 e 26 anos

Se você está fora dessas faixas etárias, a vacina já não faz muito sentido.

Se for seu caso, será vital que use sempre métodos contraceptivos de barreira, mesmo durante o sexo oral.

Sintomas do vírus do papiloma humano

  • Verrugas genitais
  • Verrugas na garganta

Reduza suas possibilidades de contágio de qualquer doença sexualmente transmissível

As doenças sexualmente transmissíveis começam sem sintomas, por isso qualquer pessoa pode contraí-la sem sequer imaginar.

A melhor opção para evitá-las é a abstinência, mas é muito provável que você não desista do sexo, nesse caso então recomendamos o seguinte:

  • Use preservativos sempre que tiver relações sexuais.

Muitas pessoas acreditam que só é necessário fazê-lo durante o sexo anal ou vaginal, mas o sexo oral representa o mesmo risco.

  • Faça exames pelo menos uma vez por ano. Vá ao seu ginecologista ou urologista pelo menos um exame todos os anos.
  • Fale com honestidade com o seu parceiro. Por, mais que você goste do seu novo parceiro, é importante perguntar diretamente se tem ou já teve uma DST.