Os riscos da deficiência de vitaminas

O déficit de vitaminas facilita o desenvolvimento de algumas doenças, que podem ser graves ou crônicas. Aqui detalhamos as vitaminas mais importantes e como a falta de cada uma delas afeta nossa saúde. 

Uma dieta equilibrada oferece a quantidade de energia que o corpo precisa para funcionar corretamente, além de fornecer os nutrientes básicos para prevenir doenças. Os riscos da deficiência de vitaminas são muitos. Portanto, esses elementos devem fazer parte da nossa dieta diária.

Uma boa nutrição inclui nutrientes essenciais e não essenciais. As vitaminas não podem faltar. O nome “vitaminas” tem duas raízes: “vita” e “amina”; significa que são as aminas vitais para o organismo.

Um dos principais riscos da deficiência de vitaminas é que esse déficit facilita o desenvolvimento de algumas doenças. Elas surgem quando há um déficit de algo que o corpo não pode fornecer por si só. Algumas dessas doenças podem ser graves ou crônicas. Por esta razão, é essencial evitar a deficiência de vitaminas.

Os riscos da deficiência de vitaminas do complexo B

Neurônios

O complexo B é um grupo de oito vitaminas. Todas influenciam o metabolismo celular e estão associadas ao sistema nervoso. Sua falta se torna muito perigosa em diversos casos.

Estes são os riscos da deficiência de vitaminas B:

  • Vitamina B1 ou tiamina. Sua deficiência facilita a contração da doença neurológica chamada beribéri. Ela pode levar a distúrbios cardiovasculares.
  • Vitamina B2 ou riboflavina. Seu déficit causa problemas nas mucosas, como os olhos secos, lacrimejamento constante, inflamação na língua, etc.
  • Vitamina B3 ou niacina. A falta desta vitamina causa uma doença grave chamada pelagra.
  • Vitamina B5 ou ácido pantotênico. Sua deficiência causa problemas neurológicos, dermatológicos e gastrointestinais.
  • Vitamina B6 ou piridoxina. Provoca problemas digestivos ou nervosos quando não se encontra em um nível normal.
  • Vitamina B9 ou ácido fólico. A falta desta vitamina desencadeia anemia megaloblástica. Também afeta o crescimento e desenvolvimento mental normal.
  • Vitamina B8 ou biotina. Quando não temos níveis suficientes desta vitamina, existe um risco de desenvolver dermatite e problemas gastrointestinais, nervosos e musculares.
  • Vitamina B12 ou cobalamina. Sua deficiência dá origem à anemia perniciosa e a problemas sanguíneos e neuromusculares.

Deficiência de vitamina C

A falta de vitamina C pode causar uma doença chamada escorbuto. Ela se caracteriza por enfraquecer as gengivas e causar sangramento das mesmas. A médio prazo, pode levar à perda dos dentes.

Também pode causar anemia, alterações na pele e nos cabelos. É comum que dê origem a hemorragias e, ao mesmo tempo, cause dificuldade de cicatrização.

A falta de vitamina D

Osteoporose

O déficit de vitamina D provoca com frequência a chamada doença osteomalacia. Este é um problema ósseo, muito parecido com o raquitismo. É caracterizada por deixar os ossos muito frágeis.

Muitos pesquisadores suspeitam que a falta de vitamina D também afete vários tipos de câncer. Há evidências de uma relação entre deficiência de vitamina D e câncer de ovário, próstata, mama e cólon.

Também é comum que aqueles que não têm um bom nível de vitamina D sofram de fadiga crônica e doenças autoimunes. As mais comuns são diabetes tipo 1, esclerose múltipla, distúrbios afetivos, artrite, etc.

Deficiência de vitamina E

Os riscos da deficiência de vitaminas são muito elevados. Embora o déficit de vitamina E não seja comum, quando ocorre as consequências são sérias. O comum é que não haja uma quantidade suficiente dessa vitamina nos seguintes três casos:

  • Quando alguém tem doenças metabólicas, como fibrose cística, doença celíaca e outros.
  • Se um bebê nascer prematuramente e tiver peso muito baixo.
  • Caso haja uma anomalia genética.

A falta de vitamina E provoca problemas neurológicos. Também causa uma sensação de fadiga e fraqueza, bem como anemia. Suspeita-se de que exista uma relação entre o déficit desta vitamina e a esterilidade.

Falta de vitaminas K e A

Mulher com o nariz sangrando

Esse é outro nutriente importante para o organismo. A vitamina K também é conhecida como a “vitamina anti-hemorrágica “. Como o nome indica, participa nos processos de coagulação e interrupção de hemorragias. É por isso que o seu déficit dá origem a graves problemas.

Da mesma forma, é causa de dificuldades no desenvolvimento dos ossos. Isso origina malformações no sistema ósseo. Também dá origem à concentração de sais insolúveis nas paredes das artérias.

O déficit de vitamina A é raro. Quando ocorre, causa limitações na visão e até mesmo cegueira. Também influencia em problemas de pele e no crescimento e desenvolvimento das crianças.

Recomendados para você