O que é a refeição do lixo?

A 'refeição do lixo' inclui alimentos ricos em carboidratos e açúcares que são restringidos da alimentação habitual.
O que é a refeição do lixo?

Última atualização: 16 Maio, 2021

A refeição do lixo é uma refeição realizada uma vez por semana dentro de uma dieta. Caracteriza-se por romper com a própria dieta e se baseia principalmente em fast food ou alimentos processados. Atletas e adeptos de dietas muito estritas a usam como um tipo de descanso psicológico.

A refeição do lixo engorda?

Esta estratégia nutricional é bem conhecida, especialmente no mundo da musculação. As dietas desse tipo de atleta são caracterizadas por serem monótonas e difíceis de seguir ​​ao longo do tempo. Além disso, muitas vezes carecem de muitos nutrientes importantes. A refeição do lixo é uma forma de fazer uma pausa na própria alimentação, sem acarretar consequências para a composição corporal.

É, portanto, uma refeição que se realiza no final de semana e está associada a um grande número de excessos. Na verdade, não envolve mudanças na composição corporal porque o corpo trata essa grande ingestão de nutrientes como um ataque e elimina o excesso de calorias em forma de calor.

Fast food
A refeição do lixo é uma maneira de alívio psicológico para os seguidores de dietas estritas e para alguns atletas.

A prática da refeição do lixo é benéfica?

O fato de não provocar ganho de peso não significa que a refeição do lixo seja inofensiva à saúde. A grande ingestão de fast food ou processados ​​provoca um grande aumento na produção de insulina e, com isso, estresse pancreático.

Poderíamos comparar essa agressão pancreática aos danos a que o fígado é submetido em uma bebedeira de fim de semana. A curto prazo, não produzirá efeitos nocivos à saúde; no entanto, manter esse hábito por anos não é benéfico. Evitar esses picos na curva de glicose e o estresse pancreático associado reduz o risco de desenvolver doenças complexas a médio ou longo prazo.

Práticas de musculação e saúde

Não devemos esquecer que as práticas nutricionais e esportivas realizadas pelos fisiculturistas pouco têm a ver com o conceito de saúde. Seu interesse é totalmente estético e, por isso, eles mantêm uma série de estratégias que podem comprometer seriamente o funcionamento do organismo. O seu interesse ao fazer uma dieta é ganhar volume ou emagrecer, mas nunca a correta contribuição de macro e micronutrientes para o organismo.

É muito comum que as dietas dos fisiculturistas sejam deficientes em micronutrientes e altamente descompensadas. Além disso, o fato de incluir a refeição do lixo uma vez por semana na alimentação piora ainda mais a qualidade das refeições. É verdade que essa agressão não prejudicará o objetivo de perder peso, mas também não melhorará os déficits nutricionais.

A melhor dieta é a variada

De acordo com o que explicamos, é muito mais vantajoso optar por dietas variadas e não restritivas. Assim, poderemos consumir os alimentos processados ​​de forma mais ou menos regular, embora com moderação. Isso permitirá que possamos seguir as dietas de maneira constante ​​ao longo do tempo, e não sentiremos a necessidade de exagerar na comida em um final de semana. Não precisaremos de uma liberação psicológica depois de passar a semana inteira mantendo dietas muito restritivas.

A base da dieta correta deve ser composta por alimentos frescos e naturais. Ao consumir frutas, vegetais e peixes garantimos uma correta ingestão de macro e micronutrientes. A partir daí, podemos completar a dieta com alimentos à base de carne e alguns industrializados.

Alimentação saudável
O rendimento esportivo e a saúde geral dependem de uma alimentação variada e equilibrada.

É importante lembrar que o objetivo da alimentação não deve ser estético. Uma alimentação variada é essencial para garantir um bom estado de saúde e um ótimo rendimento esportivo.

No entanto, as dietas dos fisiculturistas não garantem uma coisa nem outra. Além disso, frequentemente estão vinculadas e condicionadas por ajudas externas que podem implicar uma deficiência nos requisitos de macronutrientes.

Conclusão

A refeição do lixo é uma refeição que se baseia em uma grande ingestão de produtos processados ​​e se realiza uma vez por semana. Está associada a dietas restritivas e tem um componente de liberação psicológica. No entanto, embora não provoque alterações na composição corporal, não é benéfica para a saúde por sujeitar o corpo a um grande estresse.

É muito mais vantajoso manter uma dieta variada à base de produtos frescos, que permita a inclusão de algum doce ou processado de vez em quando e cujas restrições não produzam um estresse psicológico. Desta forma, a adesão e a taxa de sucesso serão maiores, e assim poderemos mantê-la por muito tempo.

Pode interessar a você...
Dietas perigosas: conheça os sinais de advertência!
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Dietas perigosas: conheça os sinais de advertência!

Confira o artigo e conheça dietas perigosas que, longe de nos ajudar, podem nos trazer sérios problemas de saúde. Não perca!



  • Himms-Hagen J., Role of thermogenesis in the regulation of energy balance in relation to obesity. Can J Physiol Pharmacol, 1989. 67 (4): 394-401.
  • Murray SB., Pila E., Mond JM., Mitchison D., Blashill AJ., Sabiston CM., Griffiths S., Cheat meals: a benign or ominous variant of binge eating behavior? Appetite, 2018. 130: 274-278.