Por que devemos evitar os alimentos processados?

· 18 de janeiro de 2019
O excesso de alimentos processados ​​pode causar muitos problemas à sua saúde. Por isso é necessário regular o seu consumo tanto quanto possível.

Comer é uma necessidade, por isso é inevitável que compremos alimentos, quer estejam prontos, quer cozinhemos nós mesmos. No entanto, ao nos alimentarmos devemos evitar alimentos processados, uma vez que, por várias razões, não são bons para o nosso organismo.

Hoje apresentamos as razões pelas quais os alimentos processados ​​são inimigos da saúde. Que podem ser suficientes para eliminar completamente o seu consumo, ou diminuí-lo ao mínimo.

Evite alimentos processados

Atualmente, a disponibilidade de alimentos 100% naturais é quase inexistente. De uma forma ou de outra, a grande maioria dos produtos alimentares que podemos comprar tem algum tipo de processamento.

No entanto, existem alguns produtos que são mais processados ​​do que outros, e envolvem a presença de aditivos que estão associados à causa de diferentes condições de saúde.

Por outro lado, também existem alimentos altamente refinados, que suprimem os nutrientes naturais.

Como consequência do exposto, o consumo frequente de alimentos processados ​​pode gerar várias doenças. Esta é uma das razões pelas quais devemos evitar este tipo de alimento.

Primeiramente, para saber quais produtos são processados é importante ler os rótulos que estes trazem. No entanto, são muitas vezes enganosos. Aqui estão algumas razões para deixar de comer produtos com alto nível de processamento.

10 razões para evitar os alimentos processados

1. Contêm aditivos

Certamente isso já aconteceu com você: alguma vez que você consumiu um produto porque estava com fome e, depois de comer, sentiu que acabou muito rápido, e quer mais. Isso acontece, apesar de esse elemento ter um número de calorias que deveria ter saciado você.

Enquanto os alimentos naturais têm a qualidade de satisfazer a fome, os produtos que foram processados ​​fazem o contrário: geram a sensação de querer consumir mais e mais.

Em suma, o alimento processado sofre modificações. Isso faz com que o organismo não possa digeri-lo normalmente, e também não o assimile.

Mas além de não saciar, os fabricantes tendem a melhorar o sabor com aditivos que contêm elementos que liberam dopamina. Esta substância gera uma sensação agradável, e por isso cria dependência.

Veja também: Os piores alimentos que você pode comer e suas alternativas mais saudáveis

2. Obesidade

Os componentes aditivos utilizados no processamento de alimentos estão diretamente relacionados ao desenvolvimento da obesidade.

Os aditivos mais comuns são xarope de milho rico em frutose, adoçantes artificiais, e glutamato monossódico. Estes, além de causar excesso de peso, também impedem emagrecer.

De fato, os números mostram que em países onde o consumo de alimentos processados ​​é maior, as taxas de obesidade também são mais altas.

3. Não há equilíbrio de nutrientes

Certamente, um dos princípios básicos da alimentação saudável é a combinação de diferentes grupos nutricionais. Quando comemos alimentos processados ​​não há uma combinação adequada de nutrientes, o que resulta em má digestão, a acidificação do sangue, e ganho de peso, sem levar em conta que não obtemos a energia necessária.

Alimentos processados provocam dores de barriga

4. Desequilibram a flora bacteriana

O bem-estar físico depende em grande parte dos microrganismos presentes no organismo, responsáveis ​​por várias funções. É o que chamamos de flora bacteriana.

Certamente, uma das razões pelas quais devemos evitar alimentos processados ​​tem a ver com o fato de que esses produtos destroem a flora presente nos intestinos, o que causa uma infinidade de doenças, e dificuldades no trato digestivo.

5. Desestabilizam o estado de ânimo

A grande quantidade de produtos químicos adicionados causa vários efeitos negativos. Entre eles há aqueles que afetam o estado de ânimo, e geram:

  • Mau humor.
  • Problemas de memória
  • Depressão
  • Hiperatividade

Estes efeitos são produzidos não apenas pelo alto conteúdo químico, mas também pela escassez de nutrientes.

6. São consumidos rapidamente

O organismo está configurado para comer lentamente, com pausas e períodos de descanso. Os alimentos processados ​​implicam no contrário. São consumidos muito rapidamente, uma vez que são projetados para que possam ser consumidos a qualquer hora, em qualquer lugar.

7. Informações pouco verdadeiras para evitar os alimentos processados

Em geral, alguns alimentos altamente processados ​​são anunciados como elementos de grande qualidade. Geralmente são promovidos como livres de açúcar, frescos e naturais, quando na realidade podem estar cheios de aditivos, conservantes, e ingredientes artificiais.

8. Carnes relacionadas ao câncer

Carnes processadas e salsichas têm alto teor de conservantes, entre os quais estão os nitratos, os quais vários estudos concluíram que geram um fator de maior risco de sofrer de câncer.

Informações pouco verdadeiras para evitar os alimentos processados

9. Desnutrição

O fato de comer em grandes quantidades não significa que comemos bem. Pelo contrário, o que garante uma nutrição saudável é o equilíbrio dos grupos alimentares.

Como os produtos processados ​​geram a necessidade de comer muito, nós ingerimos muito mais do que precisamos, e sem qualquer balanço nutricional.

Você pode estar interessado em ler: 7 mudanças poderosas que você deve fazer hoje mesmo em sua alimentação

10. Longa duração

Uma das características do alimento processado é que apresenta sua longa duração como uma “qualidade”. Embora a ideia de que os produtos sejam conservados por um longo tempo pareça boa, para isso é necessário adicionar uma quantidade excessiva de conservantes, que são prejudiciais à saúde.

Definitivamente, em vez de tentar prolongar a duração dos produtos, o importante deve ser seu valor nutricional. Portanto, é essencial que você consuma alimentos processados ​​de maneira moderada, garantindo que façam parte de uma dieta balanceada.