6 razões pelas quais não está perdendo peso

9 de setembro de 2019
Você sabia que não dormir o suficiente pode fazer com que seu metabolismo se altere e dificultar a perda de peso? Procure dormir 8 horas seguidas, sem interrupções.

Caso você esteja na dieta há bastante tempo e não está observando resultados, o mais provável é que esteja fazendo algo de errado. Por isso, repassaremos a seguir as principais razões pelas quais você não está perdendo peso.

1. Não comer o suficiente

Ainda que pareça mentira, um dos motivos pelos quais não está perdendo peso que podem passar mais desapercebidos é o fato de não estar comendo de forma suficiente. Começar a seguir uma dieta para emagrecer não implica restringir excessivamente o consumo calórico. De fato, isso é algo que não deve ser feito, já que aumentará o risco de sentir ansiedade e de não controlar as refeições.

Por isso, a medida adequada é calcular a quantidade de calorias que são necessárias durante o dia a dia, e se assegurar de não excedê-las. Dessa forma, para seguir uma dieta corretamente e poder perder peso de uma maneira eficaz, será essencial comer de forma adequada.

Leia também este artigo: Dieta equilibrada para perder peso

2. Comer em frente à televisão ou computador

4 exercícios para fortalecer a saúde pulmonar

Outra razão muito comum é comer de forma distraída. Comer em frente à televisão ou computador, enquanto joga videogame ou vê alguma série ou filme faz com que não se controle bem as quantidades ingeridas. Isso se deve ao fato da distração impedir que o cérebro administre adequadamente o sentimento de saciedade.

Nesse sentido, é bom tentar focar unicamente em comer. Além disso, realizar as refeições junto de amigos ou familiares pode diminuir o ritmo de ingestão dos alimentos, fazendo com que o corpo se sinta saciado mais rápido.

3. Não fazer exercício suficiente pode ser uma das razões pelas quais você não está perdendo peso

Outro problema habitual é sobre-estimar o gasto calórico durante o exercício. É possível que uma caminhada ao redor do bairro não baste como exercício físico para toda a semana.

Dessa maneira, é bom consultar com um profissional para saber qual tipo de exercício será melhor de acordo com as suas necessidades e conforme os objetivos que quer alcançar. Dessa forma, saberá se é necessário aumentar a quantidade de exercício diário para poder emagrecer.

4. Esquecer a dieta durante os fins de semana

Existe muita gente que se permite comer tudo o que deseja durante a dieta. Por um lado, isso é algo bastante recomendado. Seguir uma dieta, especialmente se for uma bastante rígida, pode aumentar o nível de ansiedade frente aos desejos por alimento. Por isso, nunca é de mais se dar um pequeno capricho como prêmio pelos esforços ao longo da semana.

O problema está quando esses caprichos fazem com que a dieta se torne prejudicial. Se seguir adequadamente uma dieta saudável e equilibrada durante a semana, mas aproveitar o final de semana para comer exclusivamente alimentos não saudáveisestará prejudicando os princípios da dieta e a si mesmo.

5. Se você não está perdendo peso, pode ser que sua rotina de exercícios seja pouco variada

Outro motivo é seguir uma rotina de exercício que não muda. Se você fizer  isso, corre o risco de seu corpo se acostumar aos exercícios e desenvolver a memória muscular para certos movimentos.

Com o tempo, o corpo ficará adaptado ao exercício e se tornará mais eficiente ante essas atividades; fazendo com que o gasto calórico seja menor.

Por isso, caso queira tirar proveito máximo das horas de exercício físico, procure variar a rotina a cada algumas semanas. Dessa maneira, poderá «confundir» seus músculos para que não se adaptem a um tipo de atividade somente.

Não perca ademais: Conselhos para tratar a insônia

6. Não dormir o suficiente

Bom sono ajuda a perder peso

Por fim, um descanso adequado será essencial para poder perder peso. Se não encontrou seu problema em nenhum dos pontos anteriores, talvez a razão pela qual não está perdendo peso seja porque não dorme corretamente. Os adultos devem dormir aproximadamente 8 horas diárias. Do contrário, pode-se alterar o metabolismo, fazendo com que seja muito mais difícil queimar calorias durante o dia a dia.

De fato, uma pesquisa publicada na revisa Current Opinion in Clinical Nutrition & Metabolic Care, indica que há uma relação entre a duração e a má qualidade do sono com transtornos como a obesidade.

Em suma, a perda de sono causa alterações metabólicas e endócrinas ligadas à obesidade; como é a redução da tolerância à glicose, redução da sensibilidade à insulina e aumento da fome e do apetite.

Por isso, quando não está vendo resultados positivos logo após várias semanas ou meses de dieta, é provável que seja porque está dentro de algum dos pontos dessa lista. Caso queira perder peso de maneira correta e moderada, siga uma alimentação saudável e combine-a com um bom descanso e com a prática de exercício físico regular. Assim poderá obter hábitos menos sedentários que ajudarão muito no dia a dia.

  • Dennis, E. A., Dengo, A. L., Comber, D. L., Flack, K. D., Savla, J., Davy, K. P., & Davy, B. M. (2010). Water consumption increases weight loss during a hypocaloric diet intervention in middle-aged and older adults. Obesity. https://doi.org/10.1038/oby.2009.235
  • Cappuccio, F. P., Taggart, F. M., Kandala, N. B., Currie, A., Peile, E., Stranges, S., & Miller, M. A. (2008). Meta-analysis of short sleep duration and obesity in children and adults. Sleep. https://doi.org/10.1093/sleep/31.5.619
  • Klempel, M. C., Bhutani, S., Fitzgibbon, M., Freels, S., & Varady, K. A. (2010). Dietary and physical activity adaptations to alternate day modified fasting: implications for optimal weight loss. Nutrition Journal. https://doi.org/10.1186/1475-2891-9-35
  • Garrow, J. ., & Summerbell, C. . (1995). Meta-analysis: effect of exercise, with or without dieting, on the body composition of overweight subjects. European Journal of Clinical Nutrition. https://doi.org/10.1016/j.childyouth.2008.08.004