Qual é o óleo mais recomendado na dieta?

Incluir gorduras em sua alimentação é necessário para manter uma dieta equilibrada. Descubra qual é o óleo mais recomendado e consuma diariamente
Qual é o óleo mais recomendado na dieta?

Última atualização: 24 Maio, 2021

Sabemos que a variedade é grande e nem sempre é fácil determinar qual é o óleo mais recomendado. Os óleos são importantes lipídios para a alimentação e a principal fonte de energiaEles nos permitem assimilar as vitaminas A, E, K e D, entre outras.

Além disso, possuem qualidades antioxidantes no combate ao envelhecimento precoce causado pelos radicais livres no meio ambiente, pois contêm compostos fenólicos e carotenoides. 

1. Óleo de coco

Coco

O óleo de coco é obtido a partir de cocos frescos que são colocados para secar para manter todas as suas propriedades. Estudos recentes sugerem que ele permite uma maior perda de peso quando comparado a outros.

Isso pode torná-lo o óleo mais recomendado, pois é facilmente absorvido pelo corpo sem que seja necessário transformá-lo. Entre os benefícios do óleo de coco, destacam-se a hidratação da pele e dos cabelos e a regulação do metabolismo. 

É ideal para pessoas com síndrome do intestino irritável, por conter ácido caprílico, ácido láurico e ácido cáprico. Além disso, também previne doenças como diabetes e hipertensão.

Outra vantagem do óleo de coco é que ele é livre de elementos tóxicos, mesmo em altas temperaturas.

Usá-lo na cozinha é extremamente fácil, pois serve para substituir as manteigas. Recomendamos usá-lo para cozinhar carnes, para refogar massas e legumes.

2. Azeite de oliva

O azeite de oliva é um elemento fundamental na culinária mediterrânea, devido aos seus muitos benefícios. Há estudos que mostraram que este óleo pode reduzir em até 45% a incidência de doenças cardiovasculares.

Também melhora o metabolismo, combate a constipação, ao melhorar a absorção de nutrientes, e reduz a secreção gástrica. Por isso, pode ser considerado o óleo mais recomendado para te proteger de doenças gastrointestinais.

Por outro lado, o azeite de oliva também evita a oxidação devido ao seu alto teor de vitamina E, facilita o processo de desmineralização dos ossos e sua descalcificação. Este óleo é altamente recomendado para todos, mas para aqueles com diabetes tipo 2, ele reduz a chance de obesidade.

Por outro lado, o azeite é o mais recomendado para fritar alimentos, pois as altas temperaturas não alteram sua estrutura química, o que o mantém livre de elementos tóxicos prejudiciais ao organismo.

3. Óleo de girassol

Girassol
O óleo de girassol é ótimo para cozinhar e muito nutritivo!

O óleo de girassol também pode ser considerado o óleo mais recomendado por sua boa quantidade de gorduras poli-insaturadas, como o ácido linoleico.

Este óleo tem propriedades antioxidantes devido ao seu alto teor de vitamina E. Esta vitamina nos protege de vários fatores que danificam nossas células todos os dias, o que provoca o envelhecimento precoce. Além disso:

  • Nos ajuda a evitar doenças degenerativas, incluindo o câncer.
  • Reduz os níveis de colesterol ruim no sangue.
  • Fornece ao corpo os ácidos graxos ômega 3 e 6, essenciais para o corpo, uma vez que não pode produzi-los por si só.

É preciso notar que os ácidos graxos ômega 3 têm propriedades anti-inflamatórias, de acordo com um estudo publicado na Biochemical Society Transactions. Dessa forma, o consumo regular desses lipídios ajuda a reduzir o risco de muitas patologias que se baseiam em um processo inflamatório.

No entanto, é importante consumir os óleos crus. Desta forma, vão conservar todas as suas propriedades e o seu valor nutricional, melhorando os seus efeitos no estado de saúde do organismo.

4. Óleo de canola

Óleo de canola tem uma grande quantidade de ácidos graxos ômega 3 e 6. Por isso, é altamente recomendado para quem quer manter uma dieta saudável. Pode-se dizer que é o óleo mais recomendado porque previne doenças cardiovasculares, reduz os níveis de colesterol no sangue e fornece vitaminas E e K.

Isso significa que ele nos protege de problemas de pele e da oxidação. Além disso, melhora o metabolismo, por isso é ideal para evitar o excesso de peso e a obesidade.

O óleo mais recomendado na dieta

O óleo mais recomendado na dieta
O azeite de oliva é excelente para cozinhar, além de proporcionar inúmeros benefícios para pacientes com fatores de risco cardiovascular.

Por tudo isso, os óleos são um elemento essencial para o bom funcionamento do corpo. Não existe um ideal, mas vários que são recomendados. O importante é que você aprenda a escolher os que vai usar na sua casa.

Existem vários tipos diferentes de óleos, como você viu. Atualmente, os de sementes também são comercializados, embora tenham um maior grau de refinamento, o que não os torna muito aconselháveis. Sempre é uma opção melhor utilizar produtos pouco modificados pela indústria.

Pode interessar a você...
10 segredos com o óleo de coco para rejuvenescer
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
10 segredos com o óleo de coco para rejuvenescer

O óleo de coco ficou muito popular, mas se você ainda desconhece quais são suas aplicabilidades, não perca estas 10 formas de usá-lo para rejuvenescer!.



  • Clegg ME., They say coconut oil can aid weight loss, but can it really? Eur J Clin Nutr, 2017. 71 (10): 1139-1143.
  • Nocella C., Cammisotto V., Fianchini L., D’Amico A., et al., Extra virgin olive oil and cardiovascular diseases: benefits for human health. Endorc Metab Immune, 2018. 18 (1): 4-13.
  • Calder PC., Omega 3 fatty acids and inflammatory processes: from molecules to man. Biochem Soc Trans, 2017. 45 (5): 1105-1115.