Problemas de cansaço? Apresentamos 5 alimentos para aumentar a energia!

Os alimentos em geral nos fornecem alguma energia. Mas, já pensou em planejar sua alimentação se baseando na obtenção máxima de energia necessária diariamente para desempenhar de maneia excelente suas atividades?
Problemas de cansaço? Apresentamos 5 alimentos para aumentar a energia!

Última atualização: 28 Janeiro, 2021

De uma geral, os alimentos ricos em nutrientes nos fornecem energia e ajudam no bom funcionamento do organismo. Entretanto, sabemos que existem alguns alimentos que podem nos ajudar a combater e diminuir o cansaço de maneira muito interessante.

Em seguida,te contaremos quais são os 5 alimentos para aumentar a energia. Eles te ajudarão a alcançar um nível ótimo de capacidade em relação às suas tarefas e deveres cotidianos.

1. Chocolate preto

O chocolate preto é benéfico para aumentar a energia e perder cintura

O chocolate preto se mostrou um bom fornecedor de energia, além disso, é comprovado que o mesmo, com uma boa concentração de cacau, também ajuda a combater o estresse.

Dessa forma, podemos saborear um alimento maravilhoso e ainda adicionar ao organismo um nutriente com magníficas propriedades energéticas e de bem estar mental.

2. Ovos

Os ovos, tão comuns no café da manhã para uma grande parte de pessoas, são uma fonte importante de vitamina B, que se encontra concentrada na gema. Além disso, como possivelmente você já escutou, o grupo de vitaminas B tem um importante papel no metabolismo, o que faz com que o nosso organismo mantenha a si mesmo.

3. Suco de laranja

Não é à toa que o suco de laranja também entra no café da manhã em diversas culturas. Além disso, devido a seu teor em vitamina C, o suco de laranja ajuda a extrair ferro de outros alimentos, colaborando em manter bons níveis desse mineral no sangue, o que evita, claro, a anemia.

4. Café

Já faz parte da sabedoria popular que uma xícara de café nos ajuda a adquirir energia em curto tempo. A cafeína, como sabemos, é um popular estimulante do sistema nervoso central. Assim, o café é muito efetivo para nos deixar em um estado ótimo de alerta e tirar o sono. Entretanto, deve ser consumido com moderação.

5. Água

Por último, temos um líquido indispensável em nossa saúde e para a nossa sobrevivência e que, porém a maioria das pessoas consome em quantidades insuficientes.

Sabemos que a água mantém um bom nível energético em nosso corpo por meio da hidratação, já que obviamente a desidratação pode causar cansaço. Tomando água abundantemente durante o dia, o corpo se manterá hidratado e em bom funcionamento.

Ainda assim, a água é responsável por ajudar a transportar os nutrientes que provêm de outros alimentos aos nossos organismo e tecidos, o que torna sua função de aumentar o potencial de nosso organismo algo indubitável e importante.

Imagem oferecida por Chocolate Reviews.

Pode interessar a você...
5 hábitos para ter mais energia no dia a dia
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
5 hábitos para ter mais energia no dia a dia

Você se sente cansado com frequência? Incorpore esses hábitos para ter mais energia em sua rotina e comprove por si mesmo a sua eficácia!



  • Sørensen, L. B., & Astrup, A. (2011). Eating dark and milk chocolate: A randomized crossover study of effects on appetite and energy intake. Nutrition and Diabetes. https://doi.org/10.1038/nutd.2011.17
  • Ratliff J., Leite JO., Ogburn R., Puglisi MJ., et al., Consuming eggs for breakfats influences plasma glucose and ghrenlin, while reducing energy intake during the next 24 hours in adutl men. Nutrition Research, 2010. 30: 96-103.
  • Chawla, Jasvinder. Neurologic Effects of Caffeine. Jun 14, 2018. https://emedicine.medscape.com/article/1182710-overview
  • Astrup, A., Toubro, S., Cannon, S., Hein, P., Breum, L., & Madsen, J. (1990). Caffeine: A double-blind, placebo-controlled study of its thermogenic, metabolic, and cardiovascular effects in healthy volunteers. American Journal of Clinical Nutrition. https://doi.org/10.1093/ajcn/51.5.759
  • Barone, J. J., & Roberts, H. R. (1996). Caffeine consumption. Food and Chemical Toxicology. https://doi.org/10.1016/0278-6915(95)00093-3
  • Chawla, Jasvinder. Neurologic Effects of Caffeine. Jun 14, 2018. https://emedicine.medscape.com/article/1182710-overview
  • Katz, D. L., Doughty, K., & Ali, A. (2011). Cocoa and Chocolate in Human Health and Disease. Antioxidants & Redox Signaling. https://doi.org/10.1089/ars.2010.3697
  • Martin, F. P. J., Rezzi, S., Peré-Trepat, E., Kamlage, B., Collino, S., Leibold, E., … Kochhar, S. (2009). Metabolic effects of dark chocolate consumption on energy, gut microbiota, and stress-related metabolism in free-living subjects. Journal of Proteome Research. https://doi.org/10.1021/pr900607v
  • Meredith, S. E., Juliano, L. M., Hughes, J. R., & Griffiths, R. R. (2013). Caffeine Use Disorder: A Comprehensive Review and Research Agenda. Journal of Caffeine Research. https://doi.org/10.1089/jcr.2013.0016
  • Nehlig, A. (2013). The neuroprotective effects of cocoa flavanol and its influence on cognitive performance. British Journal of Clinical Pharmacology. https://doi.org/10.1111/j.1365-2125.2012.04378.x
  • Sørensen, L. B., & Astrup, A. (2011). Eating dark and milk chocolate: A randomized crossover study of effects on appetite and energy intake. Nutrition and Diabetes. https://doi.org/10.1038/nutd.2011.17