Como melhorar sua dieta para ter mais energia

· 30 de novembro de 2018
Para ter mais energia durante o dia, não é necessário consumir bebidas energéticas. Fazendo algumas mudanças na dieta pode-se obter esse "combustível" que o corpo necessita para trabalhar sem dificuldade.

Quando fazemos uma boa combinação de alimentos, fornecemos ao corpo o “combustível” necessário para executar suas funções. Além disso, damos um impulso à atividade metabólica e fortalecemos as defesas para prevenir doenças.

O problema é que nem todos estão cientes da qualidade dos alimentos que comem, ou têm ideias falsas sobre a dieta. Como consequência, a produtividade é reduzida e a tendência a ter problemas no humor aumenta. O que podemos fazer para evitar isso?

Embora os padrões alimentares possam variar de acordo com as necessidades de cada organismo, existem algumas dicas básicas para melhorar a dieta em geral. Então, a seguir te contaremos em detalhes para que você comece a aplicar agora.

Leia também: Aumente sua produtividade com essas 5 vitaminas ricas em proteínas

Conselhos para melhorar sua dieta para ter mais energia

Atualmente, existem muitos produtos energéticos que podem ajudar a combater essa sensação de cansaço que interrompe os dias. Entretanto, seu consumo excessivo é desencorajado, pois contêm estimulantes e aditivos químicos que não são inteiramente bons.

O que alguns esquecem é que melhorar a dieta é a maneira mais eficaz e segura de obter energia. Embora seus efeitos não sejam tão instantâneos quanto um energizante, os nutrientes que ela fornece são o melhor “impulso” para manter cada função ativa.

O que uma dieta para ter mais energia deve incluir? Quais são os alimentos mais recomendados? Entendendo sua importância para garantir uma boa produtividade, recompilamos os aspectos mais importantes para melhorá-la.

Tomar um café da manhã saudável

O consumo diário de um café da manhã balanceado é o primeiro passo para aumentar a sensação de vitalidade e energia ao longo do dia. Esta refeição principal contém os nutrientes que o corpo precisa para começar a funcionar, o que evita a fadiga matinal.

Um bom café da manhã deve conter 25% do total de calorias diárias. Além disso, deve fornecer nutrientes de alto valor energético como gorduras, carboidratos e proteínas. Alguns alimentos recomendados para esta hora do dia são:

  • Lácteos com baixo teor de gordura
  • Carnes magras
  • Cereais integrais
  • Vegetais frescos e frutas
  • Ovos

Beliscar entre refeições

Lanches ou salgadinhos são necessários na dieta para ter mais energia. Através destes, o corpo recebe um “plus” de nutrientes energéticos que, após serem assimilados, estimulam a atividade física e mental. No entanto, não é bom consumir qualquer tipo de “tira-gosto”.

Se estes forem substituídos por frituras embaladas ou produtos de padaria, um efeito oposto ao desejado pode ser produzido. Como outros alimentos industriais, estes são cheios de calorias vazias e pobres em nutrientes essenciais.Portanto, se a ideia é sentir mais energia é melhor fazer outras escolhas.

  • Os frutos secos, abacate e todas as variedades de sementes são boas opções. Também é válido consumir frutas, palitos de vegetais ou iogurte natural.

Coma carboidratos complexos

Um dos erros que as pessoas mais cometem quando querem comer melhor é limitar o consumo de carboidratos ao extremo. É verdade que é conveniente reduzir sua ingestão para perder peso; o que não é correto é suprimi-los ou substituí-los.

Os carboidratos são a principal fonte de combustível para o organismo. Sua assimilação melhora o humor e otimiza o desempenho físico. A desvantagem é que muitos escolhem fontes de carboidratos simples, que não têm valor nutricional significativo.

Por causa disso, alguns desenvolvem problemas de açúcar no sangue ou episódios prolongados de fadiga. Para evitar isso, recomenda-se consumir mais fontes de carboidratos complexos. Estes, a propósito, são uma importante fonte de fibra dietética.

Alguns recomendados são:

  • Arroz integral
  • Pão e farinha integrais
  • Legumes e frutos secos
  • Sementes (linho, chia, abóbora, etc.)
  • Vegetais e frutas

Coma chocolate amargo

Até poucos anos atrás, pensava-se que consumir chocolate era sinônimo de arruinar a dieta. No entanto, essa crença é uma coisa do passado e hoje se distingue como alimento saudável. Seus principais benefícios são atribuídos ao seu teor de flavonoides, fibras e minerais, que protegem o organismo.

Mas cuidado, não coma qualquer chocolate. Para ser bom deve ser composto de mais de 60% de cacau e não deve conter aditivos como o leite. Assim, no seu estado mais puro, mantém seus poderes antioxidantes e seu valor energético.

Nota: este alimento só deve ser consumido em porções moderadas (20 g ou 30 g)

Escolha alimentos com gorduras saudáveis

Peixe dá mais energia para o dia

As gorduras também representam uma parte do “combustível” do organismo. Portanto, não é correto suprimi-las completamente da dieta. Se você quiser adicioná-las à sua dieta para ter mais energia, você deve optar por aquelas do tipo insaturadas, também conhecidas como “gorduras boas”.

Recomendamos que você leia: 5 vitaminas com abacate

Os alimentos que as contêm são:

  • Peixes gordurosos e mariscos
  • Abacate e óleo derivado
  • Azeite de oliva extra virgem
  • Frutos secos e sementes

Recomendações finais

Para que os efeitos da dieta para ter mais energia sejam completos, é bom ter em mente alguns conselhos finais que corroboram com o que foi dito até aqui. Com tudo isso, ocorre um impacto positivo na química cerebral e no metabolismo, o que promove o bem estar geral.

  • Evite o consumo máximo de alimentos processados ​​ricos em sódio e açúcares.
  • Aumente o consumo de água e infusões saudáveis.
  • Tome água morna com limão com o estômago vazio.
  • Prepare vitaminas energéticas e leites vegetais.
  • Limite as fontes de colesterol e gorduras saturadas.
  • Faça exercícios físicos regulares.

Você está se sentindo cansado e sem energia? Coloque todas essas dicas em prática!