Passos para uma dieta inteligente

Hoje em dia existe uma grande variedade de dietas, mas nem todas são saudáveis para o nosso corpo. Conheça a dieta inteligente e aprenda a comer de maneira saudável.
Passos para uma dieta inteligente

Última atualização: 08 Outubro, 2018

Para manter uma dieta inteligente é muito importante conhecer os alimentos que são consumidos, quais são suas propriedades nutricionais e quais proporções devemos ingerir.

O problema da comida industrializada contra a dieta inteligente

Muitas pessoas asseguram não poder se controlar ante a comida e lhes custa diferenciar fome de ansiedade. Nestes casos, o principal inimigo de uma alimentação balanceada e a primeira fonte que recorremos nos momentos de tentação é a comida industrializada. Estes são alimentos que não possuem valor nutricional e que somente trazem calorias, açúcares, sal e gorduras saturadas.

Aliemntos não permitidos em uma dieta inteligente

Além disso, o problema está no fato da comida industrializada gerar “dependência”. É rica em gorduras saturadas e carboidratos, o que desencadeia em nosso cérebro o desejo de consumir uma maior quantidade.

Junto a isso, as pessoas, no geral, comem porções excessivas deste tipo de produtos. Consomem muito mais do que precisam e assimilam mais calorias que seus corpos podem queimar, como o consequente aumento de peso descontrolado.

A importância das porções adequadas em uma dieta inteligente

Uma porção saudável e adequada é aquela que o corpo requer para funcionar de forma adequada e suprir as demandas de energia. Estas devem se adequar à idade, à altura e à quantidade de atividade física realizada, às doenças existentes e as etapas fisiológicas, como por exemplo, a gravidez ou a lactação, entre outras.

É necessário ter consciência sobre a quantidade e qualidade das porções, incorporando vegetais e carnes magras, que trarão mais saciedade. Além disso, devemos tentar reduzir ao máximo o consumo de farinhas, ainda que sem chegar a eliminá-las.

Conselhos para uma rotina de alimentação saudável

Mediante estas recomendações, poderemos seguir uma dieta inteligente e equilibrada sem temer o efeito sanfona próprio das “dietas milagrosas”.

Aliemntos de uma dieta inteligente

Conselhos:

  • Não pule as refeições diárias principais, nem os lanches. O ideal é planejá-las no dia anterior para não desejarmos comer alimentos processados.
  • Consuma uma bala ácida uns 15 minutos antes de cada refeição para reduzir o apetite e a sensação de ansiedade.
  • Tome um tempo para comer e não o faça na frente de dispositivos eletrônicos. Desta forma, comerá mais devagar, com mais controle e com menos distrações. Além disso, será importante mastigar bem os alimentos.
  • Utilize pratos menores para medir melhor as porções. Devemos nos sentar à mesa para comer, assim organizamos melhor as refeições e administramos o tempo.
  • Comer com a mão não dominante nos fará comer mais devagar e reduzir os bocados.
  • Anote os alimentos ingeridos para registrar aqueles com uma maior quantidade de calorias.
  • Reduza a variedade de alimentos no prato. Para evitar comer grandes quantidades e as possíveis tentações de adicionar mais elementos no prato.
  • Tenha em mãos algum aperitivo saudável para evitar recorrer a snacks pouco recomendados.
  • Consuma bebidas sem açúcar, evitando os refrigerantes ou sucos com muito açúcar.
  • Evite ir em eventos sociais com o estômago vazio. Assim evita a tentação de consumir snacks.
  • Descanse adequadamente. Durma pelo menos 7 a 8 horas por dia.

Diferenciar a fome real da ansiedade

Junto com todas as recomendações anteriores, será muito importante aprender a diferenciar a fome real da fome emocional.

A fome real costuma aparecer aproximadamente quatro horas depois do consumo de alimento. Quando a digestão finalizar e tenhamos queimado parte das calorias incorporadas.

A ansiedade por comida não é adequada para uma dieta inteligente

Por outro lado, a fome emocional pode aparecer em situações de estresse ou ansiedade. Para enfrentar esta sensação, o mais recomendado pode ser focar em realizar atividade física, fazer exercícios de relaxamento e respiração ou conversar com algum amigo pelo telefone.

Também recomendamos que espere alguns minutos para relaxar… notará como a sensação de fome por ansiedade desaparece. Controlando esta fome emocional poderemos evitar a tentação de consumir alimentos menos saudáveis e seguir uma dieta saudável de forma mais simples.

Pode interessar a você...
As melhores dietas para emagrecer sem sofrer
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
As melhores dietas para emagrecer sem sofrer

Quando pensamos em fazer um regime alimentar automaticamente pensamos em um período terrível, mas é possível emagrecer sem sofrer!



  • Emerenziani S., Luca Guarino M., Asensio LM., Altomare A., et al., Role of overweight and obesity in gastrointestinal disease. Nutrients, 2019.
  • Malik VS., Sugar sweetened beverages and cardiometabolic health. Curr Opin Cardiol, 2017. 32 (5): 572-579.
  • Klatzkin RR., Gaffney S., Cyrus K., Bigus E., et al., Stress induced eating in women with binge eating disorder and obesity. Biol Psychol, 2018. 131: 96-106.