As 7 melhores dicas para combater problemas de circulação nas pernas

Para melhorar a circulação nas pernas, é conveniente, ao chegar em casa no final do dia, colocá-las para o alto por alguns minutos para promover o retorno venoso.
As 7 melhores dicas para combater problemas de circulação nas pernas

Última atualização: 04 Fevereiro, 2021

Com o passar do tempo e por diferentes fatores, surgem problemas de circulação nas pernas. Você pode senti-las mais pesadas e ver varizes ou celulite surgindo com mais facilidade. Portanto, a má circulação é algo que você deve combater tanto por uma questão estética quanto pela saúde.

Neste artigo, vamos compartilhar as 7 melhores dicas para combater os problemas de circulação nas pernas.

Dicas para melhorar a circulação nas pernas

Dicas para melhorar a circulação nas pernas

1. Combata o estilo de vida sedentário

O primeiro passo, e também o mais lógico, para melhorar a circulação nas pernas, consiste em colocá-las em movimento. Infelizmente, cada vez mais pessoas levam um estilo de vida sedentário. Podem passar longas horas sentadas e sem se mexer, o que é muito perigoso para a saúde.

Você deve se propor a não passar mais de uma hora sentado sem se mover. Você pode inclusive pôr um alarme para não se esquecer disso. É suficiente levantar e fazer algum alongamento ou aproveitar para beber água, tomar banho, etc.

2. Melhore a postura

As pessoas que passam muitas horas em pé também devem tomar cuidado com a postura. Ficar sentado é tão prejudicial quanto ficar de pé com uma postura corporal inadequada. Isso é muito importante para as pessoas que trabalham em lojas, por exemplo.

Se necessário, você pode fazer uma terapia de reeducação postural para reaprender a andar, ficar em pé, abaixar, pegar peso e respirar, etc. Todas essas questões básicas que negligenciamos. Com isso, a circulação nas pernas pode melhorar em pouco tempo.

3. Caminhe, pule, suba e desça

Você deve se mover sempre que possível. Assim, escadas rolantes, elevadores e cadeiras devem perder o protagonismo para escadas e caminhadas.

Além de realizar exercícios físicos duas ou três vezes por semana, é importante permanecer ativo durante o dia. Assim como as crianças, que em um momento estão sentadas e de repente começam a correr, os adultos também devem se movimentar constantemente.

4. Coma alimentos vermelhos

Os alimentos vermelhos contêm antioxidantes, que dizem que previnem doenças cardiovasculares

Os alimentos têm diferentes propriedades para a saúde de acordo com sua cor. Os alimentos vermelhos, por exemplo, contêm antioxidantes, que dizem que melhoram a circulação e previnem doenças cardiovasculares.

Você deve comer alimentos saudáveis ​​e frescos desta tonalidade todos os dias. Se possível, aqueles que são ricos em licopeno e antocianinas:

  • Melancia
  • Cereja
  • Uva vermelha
  • Rabanete
  • Tomate
  • Frutas vermelhas
  • Pimentão vermelho
  • Maçã vermelha

5. Beba água regularmente

Beber água pode ajudar a prevenir tantas patologias que você não deve subestimar este conselho. Para que os fluidos do corpo fluam, você deve beber água a toda momento, mas sempre com o estômago vazio, fora das refeições.

Você deve beber pelo menos um litro e meio de água por dia. Caso não esteja acostumado, você pode começar tomando infusões e limonadas sem açúcar. A chave é sempre ter um copo ou uma garrafa por perto.

6. Use calçados adequados

Em muitos casos, os problemas de circulação nas pernas aparecem devido a calçados inadequados

Em muitos casos, os problemas de circulação nas pernas aparecem devido a calçados inadequados. Estes podem ser sapatos de salto alto, muito estreitos, muito curtos… O calçado é o suporte do pé, que é a base do peso do nosso corpo. Por isso, para melhorar a circulação, você deve utilizar um calçado adequado.

De vez em quando, você deve tirar os calçados e desfrutar dos benefícios de caminhar descalço na areia da praia, na terra ou na grama. Isso supõe um alívio para as nossas pernas ao mesmo tempo em que nos descarrega da contaminação eletromagnética.

7. Relaxe ao chegar em casa

Por último, ao chegar em casa, você pode tomar um banho de água fria, ou pelo menos lavar apenas as pernas. Você também pode aplicar algum óleo ou creme com ingredientes que melhoram a circulação: cipreste, alecrim, canela, hamamélis, castanha-da-índia, etc.

Antes de se deitar, você pode pôr as pernas para o alto por algum tempo, por exemplo, perpendiculares à parede. Além disso, você também pode dormir com as pernas levemente elevadas com a ajuda de uma almofada. Inclusive, existem almofadas específicas para esse propósito, proporcionando grande alívio e ajudando a elevar as pernas da forma correta.

Pode interessar a você...
Como prevenir e tratar a má circulação nas pernas
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Como prevenir e tratar a má circulação nas pernas

Neste artigo, saiba como melhorar a má circulação nas pernas e pés, evitando problemas como inchaço e varizes. Não perca essas dicas!



  • Klingelhoefer, L., Bhattacharya, K., & Reichmann, H. (2016). Restless legs syndrome. Clinical Medicine, Journal of the Royal College of Physicians of London. https://doi.org/10.7861/clinmedicine.16-4-379
  • Allen, R. P., Picchietti, D., Hening, W. A., Trenkwalder, C., Walters, A. S., Montplaisi, J., … Zucconi, M. (2003). Restless legs syndrome: Diagnostic criteria, special considerations, and epidemiology. A report from the restless legs syndrome diagnosis and epidemiology workshop at the National Institutes of Health. Sleep Medicine. https://doi.org/10.1016/S1389-9457(03)00010-8
  • Phillips, B., Young, T., Finn, L., Asher, K., Hening, W. A., & Purvis, C. (2000). Epidemiology of restless legs symptoms in adults. Archives of Internal Medicine. https://doi.org/10.1001/archinte.160.14.2137
  • Comella, C. L. (2014). Treatment of Restless Legs Syndrome. Neurotherapeutics. https://doi.org/10.1007/s13311-013-0247-9