Prevenção e tratamento da onicocriptose

27 de agosto de 2019
A onicocriptose afeta aproximadamente 15% das pessoas em algum momento da vida. Para a prevenção e tratamento da onicocriptose é importante conhecer os fatores de risco e aplicar uma série de cuidados específicos.

A onicocriptose ou unha encravada é uma patologia que comumente ocorre no dedão do pé, embora possa afetar qualquer dedo do pé. Aparece quando a unha penetra na pele do dedo causando dor e inflamação. A prevenção e tratamento da onicocriptose é muito importante para a saúde dos pés.

Prevenção da onicocriptose 

Para prevenir a ocorrência da onicocriptose é necessário conhecer as causas que a originam. Existem dois tipos de fatores que predispõem à aparição dessa condição:

  • Fatores congênitos: aqueles que são determinados pela morfologia do pé da pessoa. As alterações mais comuns são: nascimento da unha larga e alterações da falange distal do dedo ou na forma da unha.
  • Fatores desencadeantes: aqueles mecanismos externos que favorecem para que a unha fique presa na pele do dedo. Os mais comuns são: uso indevido do cortador de unhas, uso de calçados inadequados e traumatismos.

Sem dúvida alguma, a prevenção deve se concentrar em evitar fatores desencadeantes. Para isso, recomenda-se seguir as seguintes diretrizes:

1. Calçado adequado à nossa morfologia e maneira de pisar 

O uso de sapatos muito estreitos favorece o aumento da pressão nos dedos, especialmente no caso do dedão e do dedo mínimo. Isso pode fazer a unha afundar na pele, causando dor e inflamação.

Por isso é necessário escolher um sapato que seja largo o suficiente e evitar o uso de saltos, que causam pressão nos dedos devido à inclinação do pé, e os sapatos que terminam com uma ponta fina.

Outro fator que pode favorecer o surgimento da onicocriptose é desconsiderar a maneira de pisar na escolha do calçado, pois a maneira de andar pode influenciar a parte lateral da unha.

Para evitar este problema recomenda-se realizar um estudo da pisada e escolher um sapato de acordo com as nossas necessidades, ou usar palmilhas especiais para reduzir os pontos de pressão, se necessário.

Comichão nos pés

Leia mais: Receita à base de álcool e ingredientes naturais para eliminar os fungos nas unhas

2. Higiene correta e corte de unhas 

A causa mais frequente da onicocriptose é realizar o corte das unhas de forma incorreta. Para evitar isso, você deve seguir uma série de dicas para a higiene diária dos pés:

Mantenha os pés secos e limpos 

É importante prestar atenção à secagem dos pés quando você sai do chuveiro, e não os deixar molhados por muito tempo. Além disso, você deve usar um sabão adequado em todas as áreas onde a sujeira pode se acumular.

Corte de unhas 

É necessário seguir uma série de diretrizes para que o corte da unha seja adequado:

  • Primeiramente, recomenda-se colocar os pés em água quente para que as unhas amoleçam e facilitem o corte.
  • A maneira correta de cortá-las é em linha reta. Se as bordas laterais forem arredondadas, estas podem se curvar e penetrar na pele.
  • Também, é importante lixar as unhas com cuidado, para não deixar nenhuma ponta ou espícula que possa ficar encravada na pele.
  • Finalmente, use as ferramentas certas: cortadores de unhas ou tesouras retas e precisas, não curvas.
Higienize bem os pés

Não deixe de ler ademais: Como combater os fungos nas unhas com vinagre de maçã e bicarbonato de sódio

Tratamento da onicocriptose 

Em primeiro lugar diremos que existem dois tipos de tratamentos para a onicocriptose: tratamento cirúrgico e o conservador.

Tratamento conservador 

Este tratamento pode ser aplicado se não houver presença de granuloma, que é uma protuberância avermelhada na área afetada, formada por vasos sanguíneos que geralmente sangram com a pressão.

Consiste em fazer um corte suave na borda da unha para remover a espícula que ficou encravada na pele. Posteriormente, seria indicado aplicar remédios para que a ferida feche sem se infeccionar, bem como técnicas de reeducação inguinal, para favorecer o correto crescimento da unha.

Tratamento cirúrgico 

Em conclusão, se houver a presença de granuloma e o tratamento conservador não for suficiente, a cirurgia ambulatorial é geralmente aplicada. Existem várias técnicas para operar uma unha encravada. A mais comum é a remoção da placa ungueal total ou parcial, assim como a zona germinativa correspondente. Isso garante que o problema cesse permanentemente.

 

  • DeLauro, N. M., & DeLauro, T. M. (2004). Onychocryptosis. Clinics in Podiatric Medicine and Surgery. https://doi.org/10.1016/j.cpm.2004.05.009
  • Langford, D. T., Burke, C., & Robertson, K. (1989). Risk factors in onychocryptosis. British Journal of Surgery. https://doi.org/10.1002/bjs.1800760114
  • Daniel, C. R., Iorizzo, M., Tosti, A., & Piraccini, B. M. (2006). Ingrown toenails. Cutis.