Posturas de ioga que quase ninguém pratica

· 9 de março de 2019
Ainda que a ioga tenha muitas posturas, existem algumas que quase ninguém pratica, devido a sua grande complexidade e a força que exige sua realização

Existem algumas posturas de ioga aptas para pessoas que acabam de iniciar nesta atividade. Outras, por outro lado, nota-se que são muito mais avançadas devido a sua complexidade. As posturas de ioga que quase ninguém pratica não devem ser tentadas por principiantes. Ao fazê-las podem se lesionar.

4 posturas de ioga que quase ninguém pratica

As pessoas que têm pouca flexibilidade devem ter muito mais cuidado ao praticar qualquer postura de ioga, não só as que mostraremos a seguir, que quase ninguém pratica. Antes de tentá-las, devemos trabalhar a elasticidade muito bem para evitar lesões.

A seguir, descubra 4 posturas de ioga que quase ninguém pratica. Em alguns casos, o motivo será os riscos que trazem para o corpo. Em outros, por sua grande dificuldade. Veja quais são.

1. Postura dos oito ângulos

Esta primeira postura de ioga que quase ninguém pratica também é conhecida como Astavakrasana. A dificuldade para realizá-la faz com que sejam poucas pessoas que consigam o feito.

Leia também: 6 dicas para manter uma prática regular de ioga

Posturas de ioga que ninguém pratica: astavakrasana

  • A postura é realizada adotando a postura de uma flexão, girando as pernas para o lado direito e fazendo com que o braço fique entre elas.
  • Nesta posição devemos nos elevar e cruzar os tornozelos.

Como podemos ver, esta postura não é nada simples de ser feita e requer-se uma grande força nos braços e no tronco para que o corpo não venha abaixo. Sustentar as pernas nesta posição tão complicada é um ato impossível para muitos.

Não deixe de ler: Quais são as posições de ioga mais difíceis?

2. Postura do pavão real

Esta postura de ioga também é conhecida como Mayurasana. A complexidade desta postura volta a estar na dificuldade para poder sustentar as pernas e o corpo, evitando que este desabe contra o chão.

  • Em primeiro lugar, para fazê-la, sente-se sobre os calcanhares, apoie as mãos no chão, dobre os cotovelos em um ângulo reto e deslize os joelhos para a parte exterior dos braços.
  • Logo depois, incline o torso para frente, abaixe a testa no chão e estique as pernas.
  • Finalmente, eleve-as ao mesmo tempo que a cabeça. A postura ficaria assim:
Posturas de ioga: mayurasana

3. Postura do vaga-lume

A postura do vaga-lume, conhecida como Tittibhasana, também requer muita força nos braços para realizá-la.

  • Em primeiro lugar, esta postura é feita colocando-se de cócoras, inclinando o corpo para frente e colocando as mãos no chão com os cotovelos levemente flexionados.
  • Logo, leve o joelho até os ombros, como na postura anterior, e eleva-se as pernas para frente esticando-as.
  • Assim que estiver nesta posição, estique os braços até que fiquem os mais retos possível. A postura ficaria da seguinte maneira:
Posturas de ioga: tittibhasana

 

4. Postura do grou

A última das posturas que quase ninguém pratica trata-se do grou ou Bakasana.

  • Em primeiro lugar, esta postura é feita se agachando como se fosse saltar, colocando as mãos no chão e dobrando os cotovelos.
  • Logo em seguida, coloque-se nas pontas dos pés e se inclina para frente. O peso recairá todo nas mãos.
  • Assim que estiver nessa posição, coloque os joelhos na parte posterior dos braços elevando os pés.
  • Finalmente, tente esticar os braços e olhar para frente. O resultado seria este:
Posturas de ioga: bakasana

 

Todas estas posturas de ioga são extremamente difíceis e não são aptas para alguém que ainda é principiante. Ainda que seja verdade que algumas pessoas sejam capazes de conseguir resultados espetaculares, o certo é que devido a sua complexidade não são posturas que são realizadas com frequência.

Em conclusão, o peso costuma recair nas mãos e nos braços, que têm que tentar sustentar o corpo e as pernas. Conseguir realizar estas 4 posturas de ioga que quase ninguém pratica permitirá desenvolver o equilíbrio, a concentração e a força.

Então, você já tentou fazer estas posturas de ioga alguma vez? Conseguiu? Se você já se encontra em um nível avançado, te convidamos a testá-las se nunca o fez. Isso se for feito com supervisão e cuidado, porque podem machucar.