Pornografia e adolescência: tudo o que você precisa saber

Como a pornografia afeta os adolescentes? Neste artigo discutiremos o vício em pornô, o consumo compulsivo e a busca de referências em vídeos que não passam de ficção. Os problemas que isso pode acarretar a longo prazo são devastadores.
Pornografia e adolescência: tudo o que você precisa saber

Última atualização: 16 março, 2022

A pornografia se tornou um tema preocupante que muitos especialistas têm estudado, principalmente em relação aos problemas que o abuso pode provocar em adolescentes. Este é um período muito delicado da vida em que surgem inseguranças, problemas de autoestima e o desejo de ser amado e obter satisfação sexual.

O artigo Pornografia e seu impacto no desenvolvimento psicossexual de adolescentes afirma que “a pornografia é um problema social, quem mais a consome é a população de 12 a 14 anos, que afirma pesquisar esses temas em sites. Mas por que a pornografia é falada nesses termos durante essa fase da adolescência?

Embora a pornografia possa ser um estímulo para a masturbação totalmente inocente, sempre fazendo uma clara diferença com as relações sexuais reais, o maior problema para os mais jovens, segundo o que afirma o artigo mencionado, é o vício que ela provoca. Isso causa um isolamento em que a pornografia é preferida aos relacionamentos reais.

7 em cada 10 adolescentes consomem pornografia

Esse número pode ser assustador; no entanto, é real. Foi coletado em um documento do Observatório da Infância da Junta de Andaluzia no qual se explica que 68,2% dos adolescentes consomem pornografia de forma frequente. Aparatos tecnológicos têm contribuído para isso, desde anos atrás a pornografia era consumida em revistas e, posteriormente, em filmes.

Pornografia e masturbação.
Masturbar-se assistindo pornografia é algo comum em adolescentes e adultos, só que os primeiros tomam isso como algo real.

Atualmente, é fácil para os adolescentes acessar pornografia. Apenas digitando as palavras certas no mecanismo de busca eles encontram vídeos, gifs e imagens de forma gratuita. Nesses locais não há filtros e, no máximo, é necessário apenas indicar que se têm 18 anos. Mas quem verifica se quem clica em “aceitar” é realmente maior de idade? Ninguém.

A Covid-19 aumentou os números

A Save the Children fez um relatório no qual indicava que “o tráfego mundial de consumo de pornografia experimentou um aumento maciço de 18,5% em 24 de março de 2020”. O confinamento afetou a todos, e passar mais tempo em casa aumentou o consumo de pornografia em adolescentes. Talvez isso tenha a ver com o tédio ou o próprio estresse.

Nasceram plataformas como o OnlyFans

Algo em que os adolescentes superam os adultos é a forma como estão atualizados com todas as novidades sobre redes sociais, aplicativos ou plataformas como o OnlyFans. Embora menores de 18 anos não possam acessar, esse nem sempre é o caso. Existem formas de contornar essa regra e acessar todo o material pornográfico que gera tanta curiosidade.

Como a pornografia afeta os adolescentes?

O principal problema em que todos os estudos insistem é que os adolescentes têm dificuldade em discernir que o que estão vendo é ficção. Além disso, muitos buscam a pornografia para encontrar referências sobre aquele ato que tanto desperta interesse nestas idades. A questão é que eles ainda não chegaram ao fim de seu processo de amadurecimento.

Não receber uma educação afetivo-sexual adequada (nas escolas isso é algo que precisa ser mais trabalhado), pode fazer com que os adolescentes tentem reproduzir o que veem nas próprias relações sexuais. Práticas sadomasoquistas, expectativas que só causam frustração e posições que, longe de gerar prazer, provocam desconforto.

5 sinais de possível violência no namoro adolescente.
O consumo de pornografia pode afetar casais adolescentes.

Além disso, na pornografia há de tudo. Cenas de estupro, violência, sexo na rua, encurralamento, etc., que os adolescentes não sabem que não são reais. Trata-se de ficção. Os atores estão desempenhando um papel. Se os adolescentes não pulam de um prédio como o Homem-Aranha, por que acham que a pornografia é real?

Quando a pornografia é um problema?

Como acontece com qualquer outro tipo de vício, a pornografia adolescente se torna um problema quando há um consumo frequente e compulsivo. Além disso, os adolescentes podem tentar recorrer à pornografia para se livrar de uma emoção negativa. Além disso, às vezes o consumo pode causar sentimentos de culpa. Este é um sinal de alarme.

A vergonha é a arma mais poderosa da pornografia para manter os jovens viciados. Mas com o tempo, seu uso apenas levará a frustrações nos relacionamentos com outras pessoas. Eles não alcançarão a satisfação sexual esperada, podem ter problemas para atingir o orgasmo ou se divertir. Procurar ajuda o quanto antes é essencial.

Solidão, estresse, curiosidade, morbidez… Todas essas palavras foram acentuadas pela pandemia, mas o consumo de pornografia preocupa há anos. É fundamental estar mais atento do que nunca para que os jovens tenham relacionamentos saudáveis e entendam o quanto antes que quando veem pornografia na internet, filmes ou outras plataformas é tudo ficção.

Pode interessar a você...
O vício em pornografia
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
O vício em pornografia

Para a maioria, este é apenas um entretenimento. No entanto, para outras pessoas, o vício em pornografia pode gerar uma forte dependência.