Consumir pornografia, meu parceiro já não me quer?

Nas relações de casal, consumir pornografia por parte de um dos membros da relação faz saltar um sinal de alarme: falta de desejo. Devemos nos preocupar com o consumo de pornografia mesmo quando estamos em um relacionamento?

Consumir pornografia é algo que todos nós fizemos ou continuamos a fazer em maior ou menor grau. No entanto, todo o material pornográfico parece ser apenas destinado a pessoas solteiras. O que acontece quando estamos em um relacionamento?

Nas relações de casal, consumir pornografia por parte de um dos membros da relação faz saltar um sinal de alerta: falta de desejo.

No entanto, devemos nos preocupar com o consumo de pornografia quando estamos em um relacionamento?

O que é realmente consumir pornografia?

Casal consumindo pornografia

Quando pensamos em pornografia, automaticamente, nos vem à cabeça a quantidade de vídeos e fotos que podemos encontrar gratuitamente ou para pagamento através da Internet.

No entanto, não podemos nos esquecer dos outros tipos de materiais que divulgam esse conteúdo. Estamos nos referindo a revistas e até relatos escritos que também podemos encontrar bastando apenas fazer uma pequena pesquisa na Internet.

A pornografia tem um objetivo único que é buscar e obter prazer sexual. Através de imagens e vídeos, o desejo é encorajado. Isso também acontece quando lemos uma história pornográfica em que, além disso, nossa imaginação entra em jogo aqui.

Com tudo isso, a pornografia foi relegada a um uso individual e privado. As pessoas usam para se masturbarem e obter satisfação sexual. No entanto, poucos compartilham esse prazer com seus parceiros.

Em relacionamentos, muitas são as pessoas que continuam a consumir pornografia, mas secretamente, por medo da reação de seu parceiro. Por quê?

Ciúmes, inseguranças e crenças nos relacionamentos

Mulher dando bronca no parceiro por consumir pornografia

O relacionamento “ideal” com o qual todos nós aspiramos, porque é o modelo que a sociedade nos incute, é aquele em que duas pessoas se amam, estão juntas e são fiéis em todos os sentidos.

Com “fidelidade em todos os sentidos” entendemos que você não pode olhar para outras pessoas, sentir desejo por outra pessoa. Nem dizer frases como “essa pessoa parece muito atraente” ou consumir pornografia.

Todos nós temos olhos na cara e o fato de estarmos em um relacionamento não significa que outras pessoas não possam ser atraentes. Isso não significa que você não quer seu parceiro e, ainda menos, que você o deixaria para ficar com outra pessoa. Este é um extremo que adotamos como um costume.

O ciúme e as inseguranças nos relacionamentos estão na ordem do dia. Acreditamos que o nosso parceiro é nossa posse e que ele está em constante perigo de ser levado por alguém. Portanto, no momento em que nosso parceiro consome pornografia, perguntamo-nos se ele não nos quer mais e o que podemos fazer para evitar que isso aconteça de novo.

A pornografia não indica nenhum problema no relacionamento. Isso é o que queremos ver devido a inseguranças e medos que estamos projetando em nosso parceiro e que devemos resolver.

As pessoas não teriam que parar de consumir conteúdo pornográfico apenas por estar em um casal. De fato, podiam ver esse conteúdo juntos. O que favoreceria o relacionamento muito mais do que raiva e recriminações por medos que não têm significado.

Quando consumir pornografia é considerado um problema?

A pornografia pode fazer a imaginação voar, aumentar o desejo no casal e fazer suas relações sexuais se tornarem mais ricas, porque nunca deixa de aprender e ainda menos nessa área.

No entanto, esse tipo de conteúdo pode ser prejudicial se estiver presente nos exemplos que descreveremos abaixo:

  • É usado de forma excessiva e disfuncional.
  • Este conteúdo é usado como uma rota de escape para problemas do casal.
  • A pessoa caiu em um vício que o isolou e afetou negativamente seu relacionamento com os outros.

Em todos estes casos, temos que pedir ajuda profissional. Todo o excesso é negativo e tudo, mesmo o que menos imaginamos, pode gerar um vício.

No entanto, se nenhum dos exemplos acima estiver presente, o consumo de pornografia não tem nada negativo e ver esse tipo de conteúdo pode ajudar a aumentar a libido e ideias sobre novos jogos sexuais.

É hora de romper com certas crenças e tabus que giram em torno do consumo de pornografia.

Recomendados para você