Por que a ansiedade causa cansaço extremo?

A ansiedade causa um cansaço extremo porque o corpo está constantemente em alerta. Há algo que possamos fazer para evitar isso?
Por que a ansiedade causa cansaço extremo?

Última atualização: 13 abril, 2022

O maior problema da ansiedade ocorre quando ela é desproporcional em relação à situação real e gera um cansaço extremo e difícil de lidar. O corpo torna-se hiperativo desnecessariamente. Cortisol e adrenalina circulam pelo nosso corpo, dando-lhe o sinal de perigo de que devemos estar muito atentos ao que está por vir.

Isso, sustentado ao longo do tempo, afeta severamente as diferentes áreas da vida de uma pessoa. Vamos ver do que se trata esse cansaço extremo associado à ansiedade e o que pode ser feito para melhorar a qualidade de vida.

Por que a ansiedade causa cansaço extremo?

Quando a ansiedade e os transtornos dela derivados se tornam crônicos, causam exaustão e fadiga, pois a pessoa está em situação de alerta permanente. Alguns dos sintomas mais comuns em que observamos essa fadiga podem ser os seguintes:

  • Tensão muscular e desconforto: a situação de sentir que você está contraído pode ser familiar para você. Manifesta-se inclusive em casos de bruxismo durante o sono.
  • Insônia e outros distúrbios do sono: parece paradoxal estar tão cansado e incapaz de dormir, mas a verdade é que a ansiedade ativa um ciclo de pensamentos ruminantes, desencadeando preocupação e angústia.
  • Problemas de estômago: Embora esses sintomas não estejam ligados à exaustão, eles estão ligados aos efeitos da ansiedade. É claro que, se por esse motivo não comermos o suficiente, o corpo não terá a energia necessária.
  • Ataques de pânico: ocorrem de um momento para outro, de repente. Aparece uma sensação muito forte de falta de ar, de angústia, mesmo com a ideia de que estamos prestes a morrer.
Ataque de pânico.
Ataque de pânico é a forma extrema de ansiedade. Sua presença denota um estado de alerta.

Como controlar a ansiedade para evitar o cansaço extremo?

As consequências da ansiedade, além do cansaço extremo, podem ser resumidas em desconforto, angústia e até mesmo afetação das relações interpessoais e do desempenho no ambiente de trabalho. Por isso é tão importante intervir. Algumas das dicas para lidar com a ansiedade são as seguintes.

Respire e faça alguns exercícios de relaxamento

Como apontamos, o problema com a ansiedade é que ela se alimenta de si mesma, então pensamentos que começam pequenos acabam em problemas reais. Para recuperar um pouco da calma, você precisa respirar fundo (a respiração diafragmática é uma das mais recomendadas).

Dessa forma, podemos nos distrair de pensamentos ansiosos e diminuir nossa frequência cardíaca e estado de alerta. Exercícios de relaxamento nos ajudam a voltar ao aqui e agora para parar de pensar no futuro. Em muitas ocasiões, como ajuda, as pessoas com ansiedade armazenam algumas meditações guiadas em seus celulares.

Praticar esporte

O exercício físico também é uma forma de ajudar a controlar a ansiedade que leva ao cansaço extremo. Apesar do cansaço, é essencial sair e se exercitar.

Iniciar terapia psicológica

Por exemplo, a terapia cognitiva busca ensinar recursos para questionar e duvidar dos pensamentos ansiosos que surgem. Desta forma, pretende-se interromper o pensamento dos ruminantes, o que nos deixa presos em um beco sem saída.

Uma das estratégias mais recomendadas tem a ver com a terapia cognitiva baseada em mindfulness. Também se trabalha com um treinamento de habilidades sociais, que permitem a regulação emocional e um melhor enfrentamento da ansiedade.

Aprenda a priorizar as preocupações

Um bom exercício é anotar suas preocupações em uma lista e tentar classificá-las em termos de gravidade ou importância. Então vá um passo além e pergunte o quanto podemos intervir em certas situações. É importante saber que a ansiedade muitas vezes está mais relacionada à interpretação do evento do que ao evento em si.

Lista de problemas de ansiedade que causam cansaço.
Fazer uma lista com calma para identificar preocupações pode ser útil. Nela podemos determinar se o problema realmente vale a pena.

Hábitos saudáveis melhoram o cansaço causado pela ansiedade

Além das sugestões recomendadas, é muito importante estimular o autocuidado para evitar que a ansiedade cause cansaço extremo. Isso se consegue com algumas orientações saudáveis, como alimentação balanceada, evitar cafeína e outros estimulantes, buscar atividades recreativas e de lazer. Também é recomendado ficar longe das telas, e não passar tanto tempo conectado às redes sociais.

Em conclusão, existe uma conexão entre ansiedade e cansaço extremo. A ansiedade é desgastante tanto física quanto psicologicamente.

Os pensamentos persistentes e ameaçadores nos deixam cansados. Bloquear-se por ansiedade é sempre contraproducente.

Pode interessar a você...
Como ajudar seu parceiro se ele sofre de ansiedade?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Como ajudar seu parceiro se ele sofre de ansiedade?

Se seu parceiro sofre de ansiedade, você pode ajudar ele com ações muito simples. Descubra algumas dicas nesse artigo.



  • Sierra, Juan Carlos, & Ortega, Virgilio, & Zubeidat, Ihab (2003). Ansiedad, angustia y estrés: tres conceptosa diferenciar. Revista Mal-estar E Subjetividade, 3(1),10 – 59.[fecha de Consulta 30 de Noviembre de 2021]. ISSN: 1518-6148. Disponible en: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=27130102
  • López, A. B. (1998). Trastorno de ansiedad generalizada. Recuperado de http://diposit. ub. edu/dspace/bitstream/2445/357/1/116. pdf.