É perigoso perder peso muito rápido?

28 de fevereiro de 2020
Você está em busca de uma dieta para emagrecer? Procure seu médico para que ele possa ajudá-lo a escolher a mais adequada para as suas necessidades. Perder peso muito rápido com uma dieta "milagrosa" pode ser arriscado para a sua saúde.

Em geral, quando decidimos iniciar uma dieta para emagrecer, desejamos que o processo gere resultados evidentes em pouco tempo. No entanto, você sabia que perder peso muito rápido pode ser arriscado para a sua saúde?

Saiba tudo a respeito a seguir.

Perder peso muito rápido é arriscado?

Mulher tentando emagrecer
Emagrecer de forma brusca pode ser prejudicial para a sua saúde.

Iniciar uma dieta restritiva para perder peso costuma ser complicado, principalmente se você é uma daquelas pessoas que ama comer. Subir na balança e ver que o ponteiro está no mesmo lugar que no dia anterior pode ser frustrante. No entanto, você deve ser paciente e seguir as recomendações médicas.

As dietas milagrosas que permitem ‘perder’ vários quilos por semana podem ser arriscadas para o organismo e, por isso, não são indicadas pelos profissionais de saúde.

Você está se perguntando o que é considerado perder peso muito rápido? No geral, considera-se que uma perda de meio a um quilo por semana é saudável; mais de um quilo por semana seria considerado ‘muito rápido’.

Além disso, vale a pena destacar que, caso você sofra de retenção de líquidos, é provável que perca mais de um quilo por semana durante os primeiros dias fazendo a dieta.

Saiba mais: 6 erros matinais que nos impedem de emagrecer

Efeitos no corpo

O corpo precisa de uma certa quantidade calorias diárias para realizar suas diferentes funções. Em resumo, o excesso de peso ocorre quando a ingestão de calorias é superior às necessidades. Para perder peso saudavelmente, o ideal seria reduzir a ingestão progressivamente à medida que aumenta o nível de atividade física.

As necessidades calóricas variam de uma pessoa para outra em razão de seu sexo, sua idade e seu nível de atividade física, entre outras variáveis. Por isso, recomendamos que, ao invés de adotar uma dieta milagrosa, você consulte um nutricionista para que ele possa avaliar sua saúde e desenhar uma dieta de acordo com a sua condição física.

O que acontece quando decidimos restringir a ingestão de alimentos por meio de uma dieta extremamente restritiva? Perder peso muito rápido traz riscos como:

1. Perda de massa muscular

Mulher com calças largas
Ao seguir uma dieta altamente restritiva, o corpo fica sem reservas de glicose e consome o tecido muscular.

Um dos principais erros ao recorrer às dietas milagrosas é querer perder peso sem avaliar que o verdadeiro objetivo é reduzir a gordura corporal. Ou seja, perder peso e perder gordura não é a mesma coisa.

O catabolismo muscular ocorre quando o corpo, ao precisar de energia e não receber alimentos, começa a se alimentar de seus próprios tecidos, incluindo seus próprios músculos.

Em 2016, um estudo avaliou um grupo de pessoas com uma dieta muito pobre em calorias durante 5 semanas, e um grupo controle com uma dieta com uma restrição moderada de calorias durante 12 semanas (500 contra 1500 calorias diárias). No final, a quantidade de quilos perdidos foi similar, mas o primeiro grupo perdeu seis vezes mais massa muscular.

Você pode gostar de ler: Como reduzir o consumo calórico diário para perder peso?

2. Metabolismo mais lento

Algumas pesquisas observaram que perder peso muito rápido pode provocar uma lentidão no metabolismo e, por conseguinte, prejudicar a queima de calorias. Foi comprovado que a queima diária de calorias pode chegar a ser 23% inferior.

3. Deficiências nutricionais

Perder peso muito rápido gera fadiga
Com a redução da ingestão de nutrientes essenciais, há um alto risco de desenvolver algum tipo de deficiência nutricional.

Uma dieta muito pobre em calorias pode provocar deficiências nutricionais, pois não permitirá ingerir todos os minerais e vitaminas de que o corpo precisa para trabalhar corretamente. As deficiências nutricionais podem se traduzir em:

  • Queda de cabelo
  • Fadiga extrema
  • Fragilidade óssea
  • Sistema imunológico debilitado

4. Cálculos biliares

Cada vez que comemos, a vesícula biliar libera sucos gástricos que ajudam a decompor os alimentos para que estes possam ser digeridos. Além disso, alguns estudos indicam que, ao ingerir uma menor quantidade de alimentos, parte dos sucos biliares não liberados podem formar cálculos biliares.

5. Outros problemas

Já mencionamos os riscos maiores que corremos ao perder peso muito rápido. Contudo, além dessas graves complicações de saúde, podem aparecer outros problemas como:

  • Tonturas
  • Sensação de frio
  • Irritabilidade
  • Câimbras musculares
  • Constipação
  • Diarreia

Se você quer perder peso, evite fazê-lo muito rápido. Não inicie uma dieta para emagrecer sem supervisão médica. Lembre-se de que, antes de mudar os seus hábitos alimentares, sempre é recomendado consultar um nutricionista.

  • Vink, Roel G. Roumans, Nadia J. T. Arkenbosch, Laura A. J. Mariman, Edwin C. M. van Baakhttps, Marleen A. The effect of rate of weight loss on long‐term weight regain in adults with overweight and obesity. https://doi.org/10.1002/oby.21346
  • NCBI. (2013). Adaptive thermogenesis with weight loss in humans. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23404923
  • NCBI. (2000). Gallstones in obesity and weight loss. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11192327
  • NCBI. (2017). Diet and hair loss: effects of nutrient deficiency and supplement use. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5315033/
  • NCBI. (1999). Vitamin B status in patients with chronic fatigue syndrome. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1297139/
  • NCBI. (2011). Vitamin D Insufficiency. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3012634/