É possível perder gordura localizada?

06 Novembro, 2020
A ingestão de cafeína está associada a melhores índices de perda de peso, desde que acompanhada de dieta e exercícios físicos.

Um dos objetivos de grande parte da população quando se trata de fazer dieta é perder gordura localizada ou tecido adiposo. A grande questão é se essa perda de gordura pode ser realizada localmente ou não.

Dependendo do somatotipo do indivíduo, cada pessoa acumula mais gordura em diferentes áreas do corpo. Como regra geral, os homens são mais propensos a acumular tecido adiposo no quadrante superior, enquanto as mulheres armazenam mais gordura nas pernas e quadris.

Ao lidar com um protocolo de perda de peso, o mais importante é estabelecer uma dieta com um déficit calórico que desequilibre o equilíbrio energético a favor dos gastos. Dessa forma, a energia consumida será maior do que a que entra. Assim, as reservas na forma de tecido gorduroso serão utilizadas para a produção de energia.

Não é possível perder gordura localmente

Embora muitos planos de exercícios e dietas ofereçam resultados associados a uma determinada área do corpo, não é possível perder gordura localmente. A redução do tecido adiposo é feita de forma geral e proporcional. Não há mecanismo metabólico que permita aplicar uma intensidade maior a um tecido gorduroso particular.

Quando se procura reduzir o tecido adiposo, a melhor opção é se submeter a uma dieta variada e equilibrada e fazer exercícios com frequência. Isso é afirmado em um artigo publicado na revista Current Gastroenterology Reports. Além disso, incluir exercícios de força ajuda a aumentar o gasto energético e maximizar a perda de peso.

Acúmulo de gordura

Para saber mais: É perigoso perder peso muito rápido?

Não fique obcecada em perder gordura localizada

Embora a perda do tecido adiposo esteja relacionada a um melhor estado de saúde, é aconselhável não ficar obcecada com esse objetivo. A prioridade é melhorar os hábitos alimentares para reduzir o risco de desenvolver doenças, como afirma um estudo publicado no Journal of Epidemiology.

A transição dos hábitos alimentares para outros mais saudáveis muitas vezes envolve a perda de peso. No entanto, se esse não for o caso, também seria apropriado avaliar a quantidade de alimentos consumidos e a atividade física realizada.

Suplementos para perda de peso

Ao buscar uma redução no tecido adiposo, há uma série de substâncias e suplementos que podem favorecer os resultados obtidos com a dieta e a prática de exercícios.

A primeira é a cafeína, que pode ser consumida em cápsulas ou na forma de café, com orientação de um especialista. A ingestão regular deste alcaloide está associada à redução adicional do tecido gorduroso, bem como a uma melhora transitória na função cognitiva.

Outra substância capaz de promover a perda de peso é a capsaicina. Este é um elemento comum em pimentas, como chilli ou dedo de moça. Por essa razão, incluir alimentos picantes na dieta está associado a uma redução adicional do tecido gorduroso. É uma estratégia simples e fácil de implementar.

No entanto, deve-se tomar cuidado com os suplementos oferecidos pela indústria. Muitos deles têm pouca ou nenhuma evidência de redução da gordura corporal. Existem até produtos que podem causar efeitos colaterais, como a taquicardia em certos indivíduos.

As contribuições da cafeína

Você também pode estar interessado: O que a ciência diz sobre a cafeína?

Perder gordura, mesmo que não esteja localizada

Não é possível perder gordura localmente. Para eliminar os pneuzinhos, você tem que reduzir a porcentagem total de tecidos adiposos no organismo. No entanto, essa tarefa não é tão complicada quanto parece no início.

A chave é adquirir hábitos alimentares mais saudáveis, sem ficar obcecado com a perda de peso em si. Aumentar o consumo de vegetais e reduzir o de alimentos processados é um grande avanço nessa tarefa.

Por outro lado, existem certas substâncias que são capazes de aumentar os efeitos da perda de peso tanto na dieta quanto no exercício. Cafeína e capsaicina são duas boas opções. A boa notícia é que você pode encontrá-las facilmente nos alimentos oferecidos pela natureza.

Adicione um pouco de pimenta às suas refeições para ter uma perda de gordura maior, desde que o padrão alimentar que você mantém seja apropriado.

  • Obert J., Pearlman M., Obert L., Chapin S., Popular weight loss strategies: a review of four weight loss techniques. Curr Gastroenterol Rep, 2017.
  • Aune D., Giovannucci E., Boffetta P., Fadness LT., et al., Fruit and vegetable intake and the risk of cardiovascular disease, total cancer and all cause mortality a systematic review and dose response meta analysis of prospective studies. Int J Epidemiol, 2017. 46 (3): 1029-1056.