Os sete piores hábitos para emagrecer

· 28 de setembro de 2014
A decisão de emagrecer requer um controle disciplinar rígido e uma série de hábitos saudáveis de suma importância. Saiba mais!

Emagrecer é um desafio que requer muita disciplina e força de vontade. Uma dieta balanceada e alguns alimentos favorecem a perda de peso, mas é importante estar atento em outros aspectos que influenciam muito nesse processo e que complementam a dieta para alcançar os resultados esperados.

Se é o tipo de pessoa que passa o dia todo na academia e mantém uma dieta saudável, mas mesmo assim não consegue obter o peso que tanto sonha, certamente está cometendo algum erro no processo.

Dessa maneira, a balança não diz o que mais se espera dela: seu peso ideal. A seguir apresentaremos os sete piores hábitos que uma pessoa em fase de emagrecimento pode cometer.

Se acaso identificar na lista algum erro que tenha cometido, ainda dá tempo de corrigir e obter melhores resultados. Vamos conferi-los!

Ingerir pouca água pode atrapalhar a emagrecer

A água tem um importante papel no organismo. Já que além de manter o corpo hidratado, também favorece o bom funcionamento do metabolismo; ainda mais, elimina as toxinas e os resíduos do organismo.

Quando não ingerimos uma quantidade necessária para a dieta, o corpo não responde bem na queima de calorias e será menos eficiente na eliminação das gorduras.

Por isso, o recomendável para um melhor resultado é beber no mínimo 2 litros de água por dia.

Beber água para ajudar o metabolismo a emagrecer

Não tomar café da manhã

Ultimamente, muitas dietas recomendam consumir determinados alimentos em jejum para ativar o metabolismo e favorecer o processo de emagrecimento.

No entanto, há pessoas que cometem o grave erro de pular o café da manhã apenas por ter consumido outro tipo de alimento prévio com o propósito de acelerar o emagrecimento.

O café da manhã é a refeição mais importante do dia, pois favorece o metabolismo, fornece energia e ainda ajuda a começar o dia com mais disposição.

Reduzir o número de refeições

Reduzir o número de refeições ao dia é um dos maiores erros na hora de emagrecer. Comer duas ou três vezes ao dia faz com que o metabolismo funcione de forma mais lenta e a consequência disso é não obter a queima de calorias.

Nesse sentido, o ideal é fracionar a alimentação em pequenas porções de quatro a seis vezes ao dia. Obviamente que a alimentação deverá ser saudável, evitando-se açúcar, excesso de sal e alimentos ricos em gorduras.

Saiba mais: 5 alimentos pobres em calorias e saudáveis

Atividade física limitada

Atividade física correta para emagrecer

Não é segredo que para emagrecer o bom resultado está na combinação de uma dieta equilibrada com exercícios físicos regulares; juntos favorecem o funcionamento do metabolismo e eliminam os resíduos do organismo.

Algumas pessoas, por mais que se exercitem com frequência não conseguem emagrecer. Então, fica uma dica, se quiser acelerar o emagrecimento, evite praticar somente uma só atividade física como caminhar, correr, andar de bicicleta.

Recomenda-se combinar todos esses exercícios aeróbicos com a musculação. 

Comer rápido

Um dos maiores inimigos de uma dieta, além de não consumir alimentos saudáveis por falta de tempo, é mastigar e engolir rapidamente.

Esse mal hábito faz com que se sinta menos a sensação de saciedade e a consequência é querer comer mais. Outro fator negativo é o organismo não digerir bem a comida; dificultando o processo de emagrecimento.

Portanto, recomenda-se evitar comer em frente à televisão e não utilizar qualquer tipo de dispositivo eletrônico; centrando toda a atenção aos alimentos e à boa mastigação.

Leia mais: Truques para controlar a ansiedade pela comida

Não descansar

Dormir corretamente para emagrecer

Pessoas que não descansam são mais propensas a sofrer de ansiedade e, por conseguinte, engordam com mais facilidade.

Noites de insônia normalmente alteram no organismo a produção de hormônios reguladores do apetite, o que induz a comer mais.

Além disso, sabemos que é de suma importância dormir ao menos oito horas diárias seguidas e sem interrupções.

Situações estressantes são as piores inimigas no processo de emagrecimento. Esse tipo de situação gera ansiedade, portanto, logo vem a vontade de comer mais do que se está acostumado.

Essa ação dificulta levar uma dieta saudável. Estudos revelam que os altos níveis de estresse aumentam a produção de cortisol; fazendo com que o corpo armazene gorduras ao invés de eliminá-las.

Por isso, é muito importante aprender a controlar o estresse. Se por alguma razão seja inevitável passar por um período ou situação de estresse, a opção é acalmar a ansiedade com alimentos saudáveis; como uma garrafa de água, uma fruta ou um iogurte natural.

  • Mohsen, A. Y., & dos Santos, C. C. (2010). A RELAÇÃO ENTRE O DESJEJUM, SOBREPESO E DIFICULDADE DE EMAGRECER. Seminário Científico de Nutrição1(2).
  • Rossi, M. B. (2010). Avaliação do sono e do sobrepeso em adolescentes após mudança do turno escolar.