Gorduras ou carboidratos? Descubra a chave do sucesso

· 29 de novembro de 2018
Gorduras ou carboidratos? Embora algumas vezes as dúvidas nos invadam, quando estamos fazendo uma dieta é melhor descobrir que alimentos nos beneficiam ou nos prejudicam.

Durante anos muitas pessoas consideraram que o consumo de gorduras ou carboidratos são os culpados por seus quilos extras. Isso é parcialmente verdade, mas o verdadeiro problema não está na simples ingestão desses grupos de alimentos, mas nas formas e proporções que são consumidos.

É por isso que hoje vamos dar dicas para que você possa ter uma alimentação saudável, sem a necessidade de excluir gorduras ou carboidratos.

Um estudo recente publicado no Journal of American Medical Association (JAMA) mostrou que a qualidade é mais importante que a quantidade.

Esta conclusão foi alcançada após uma experiência na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, com 609 participantes, que foram divididos em dois grupos: um consumiu uma dieta com baixo teor de gordura durante 12 meses, e o outro uma dieta baixa em carboidrato.

Os resultados desta investigação nutricional mostraram que todos os indivíduos perderam em média 6 quilos, em geral. Com isso, os especialistas deduziram que não se trata de excluir um grupo específico, mas de ter uma dieta saudável.

Finalmente, o principal autor do estudo, Christopher Gardner, professor de medicina na Universidade de Stanford, disse que eles explicaram aos participantes para não comprarem alimentos processados ​​e irem ao mercado de agricultores. Isso sem importar em que dieta se encontravam.

Qual é melhor: gorduras ou carboidratos? Você precisa consumir ambos

As gorduras, ou lipídios, são necessárias para manter uma vida saudável e uma dieta balanceada. Através deles obtemos ácidos graxos insaturados, que são agrupados em diferentes alimentos de origem vegetal ou animal. E são essenciais para o funcionamento adequado do organismo do indivíduo.

Qual é melhor: gorduras ou carboidratos?

Entre suas funções estão as seguintes:

  • Fornecer energia
  • Regular a temperatura do corpo
  • Proteção de órgãos.
  • Mobilização e absorção de vitaminas.
  • Integrar-se às membranas celulares.

No entanto, o consumo de gorduras em uma dieta saudável deve ser inferior a 30% das calorias consumidas em um dia. Isso representa aproximadamente 70 gramas.

Por sua vez, os carboidratos ou hidratos de carbono se encontram agrupados em açúcares, fibras, e amidos. Eles são responsáveis ​​por fornecer energia ao nosso corpo para sobreviver à rotina diária.

Da mesma forma, favorecem a formação de tecidos tanto conectivos como nervosos. Regulam os níveis de colesterol e glicose. Cabe destacar que o seu consumo não pode exceder a 55% das calorias que você ingere diariamente.

Gorduras que devemos evitar

Talvez você tenha a crença de que todas as gorduras são ruins. No entanto, isso não é verdade. Na verdade, como mencionamos nas linhas anteriores, sua presença é necessária para que a organismo funcione adequadamente.

Gorduras ou carboidratos que devemos evitar

Dito isto, é necessário controlar o tipo de gordura consumida. Por exemplo, as boas ou insaturadas mantêm o coração saudável. E são divididas em: monoinsaturadas, capazes de aumentar o bom colesterol; e as poliinsaturadas, que reduzem o colesterol ruim.

Você deveria ler: 6 exercícios que você pode fazer em casa para melhorar a sua saúde

São encontradas em alimentos como pescado, óleos vegetais, azeites, nozes, abacate, entre outros. Por outro lado, há também um conjunto de gorduras ruins ou saturadas, cujo consumo pode trazer grandes riscos à saúde.

Estas aumentam o colesterol ruim, a possibilidade de sofrer doenças cardiovasculares, e geram obesidade. Entre os alimentos que possuem esse tipo de gordura estão:

  • Manteiga
  • Carne gordurosa
  • Leite integral
  • Banha de porco
  • Frituras
  • Comida rápida (fast food)

Embora esses alimentos não devam ser totalmente excluídos da dieta, seu consumo deve ser feito com moderação.

Carboidratos que devemos evitar

Os carboidratos são geralmente divididos em dois grupos: simples ou integrais e complexos ou refinados. Os simples são a glicose e frutose, que não passaram por nenhum tipo de processamento industrial, mas mantêm seus componentes nutricionais naturais (principalmente as fibras).

Gorduras ou carboidratos devem ser evitados?

Estas ajudam na produção de insulina e são encontradas em alimentos como frutas, legumes, cereais integrais, batatas e nozes, para citar alguns.

Leia também:Delicioso pão de aveia, banana e nozes sem glúten e sem lactose

Por outro lado, os complexos (associados à obesidade, diabetes e outros problemas de saúde) são aqueles aos quais foram adicionados componentes artificiais ou químicos, que modificam sua forma e composição.

Geralmente têm um alto índice calórico, e um baixo componente nutricional. Por isso, recomenda-se evitar o seu consumo excessivo. Entre esses alimentos estão: os refrigerantes, os sucos muito açucarados, o pão branco, a batata frita, os doces e guloseimas, entre outros.

Finalmente, lembre-se de que você não deve necessariamente escolher entre gorduras ou carboidratos. Sugere-se ter uma dieta balanceada onde nenhum grupo alimentar seja excluído, mas que haja algum controle sobre o que comemos.

Nesse sentido, tente consumir produtos saudáveis ​​e porções não tão grandes. Da mesma forma, você pode fazer uma lista dos alimentos saudáveis ​​de que gosta, para tê-los em mente quando for fazer compras. Em caso de dúvida, consulte um especialista.