As 3 frutas que devemos consumir no verão

As frutas são benéficas o ano inteiro, mas você sabia que devemos consumir algumas delas no verão para obter benefícios importantes?  
As 3 frutas que devemos consumir no verão

Última atualização: 29 Março, 2021

A ingestão de frutas e vegetais é essencial para a saúde. Estes contêm micronutrientes básicos para o corpo e antioxidantes que ajudam a reduzir o risco de desenvolver doenças complexas. Por isso, a seguir vamos falar sobre as 3 frutas que devemos consumir no verão com o objetivo de tirar proveito das suas propriedades.

Lembre-se de que comer frutas da estação é sempre uma boa opção, pois elas se encontram no seu ponto ideal de maturação. Desta forma, mantêm todo o seu sabor e nutrientes, permitindo-lhes desenvolver funções positivas dentro do organismo.

As 3 frutas que devemos consumir no verão

Vamos descrever por que devemos consumir estas 3 frutas com frequência no verão, bem como os benefícios que elas podem nos oferecer.

1. Frutas vermelhas

As frutas vermelhas estão em seu ponto de maturação ideal no verão. São frutas com um alto teor de antioxidantes. As antocianinas, que as compõem, são capazes de reduzir o risco de doenças cardiovasculares, conforme comprovam pesquisas publicadas na revista Molecular Aspects of Medicine.

Além disso, essas frutas também contêm outros antioxidantes poderosos, como a vitamina C. Esse nutriente é essencial para a formação de colágeno, a proteína mais abundante do corpo, e para a modulação do sistema imunológico. Foi demonstrado que a ingestão regular dessa vitamina reduz a incidência dos resfriados comuns.

Por outro lado, a grande versatilidade oferecida pelas frutas vermelhas é mais um ponto positivo. Você pode consumi-las in natura, como um lanche, e também incluí-las em suas receitas de sobremesas. Você pode até preparar shakes e vitaminas com elas. De qualquer forma, o mais aconselhável é consumi-las na sua forma natural, pois é assim que se aproveita a fibra que elas contêm.

Frutas vermelhas
As frutas vermelhas devem ser consumidas em seu estado natural para tirarmos proveito do seu teor de fibras.

2. Melão e melancia

O melão e a melancia são as principais frutas do verão. Eles contêm uma porção significativa de água em sua composição, ajudando a reduzir o risco de sofrer um desequilíbrio hídrico.

É preciso lembrar que a desidratação é uma condição extremamente perigosa no verão, pois já foi demonstrado que é fatal em adultos mais velhos. As ondas de calor causam estragos nas idades mais avançadas.

Por isso, além de monitorar a ingestão de água, é aconselhável consumir alimentos que contenham um alto teor de líquidos no verão. É o caso do melão e da melancia. Mas estas frutas não são benéficas somente por isso, elas também contêm antioxidantes essenciais para a prevenção de doenças complexas.

Graças ao seu poder refrescante, são o complemento ideal para qualquer lanche, embora também possam ser consumidas como sobremesa após uma refeição farta, melhorando a digestão. No entanto, no caso de sofrer de diabetes ou problemas metabólicos, pode não ser benéfico comer estas frutas em grandes quantidades, uma vez que elas contêm uma quantidade significativa de frutose.

3. Pêssego

O pêssego é uma das frutas mais aceitas pelas crianças devido à sua textura e sabor adocicado. Apesar de existirem pessoas que sofrem de alergia à sua casca, esta fruta aparece como uma das que têm melhor aceitação.

Destaca-se pelo seu teor de açúcares e betacarotenos, como mostra uma pesquisa publicada na revista Voprosy Pitaniia. Esses últimos nutrientes têm um caráter antioxidante marcante. São essenciais para prevenir a degeneração macular e os problemas de visão. Eles podem até proteger contra doenças inflamatórias do fígado.

O mais aconselhável é consumir o pêssego inteiro. Dessa forma, aproveitamos a fibra que ele contém, o que pode reduzir a incidência de distúrbios intestinais, como a prisão de ventre. No entanto, ocasionalmente, ele pode ser incluído em uma vitamina para adicionar um toque de sabor e cor.

Apesar de tudo, é preciso ter em mente que o consumo de pêssego em calda deve ser evitado. Este método de preservação tem um teor de açúcar adicionado muito alto, o que pode ser prejudicial para a saúde metabólica.

Comer melancia no verão
A melancia contém uma grande quantidade de água em seu interior, por isso contribui para a hidratação no verão.

Não deixe de consumir estas frutas no verão

Como você viu, o consumo de frutas é fundamental, principalmente no verão. Por esse motivo, recomendamos que você inclua os alimentos mencionados na sua rotina alimentar para complementar o fornecimento de nutrientes.

A melhor opção é consumir as frutas em seu estado natural, pois dessa forma seus componentes são mais bem assimilados e não provocam picos de glicemia, que podem ser prejudiciais ao pâncreas. No entanto, às vezes você pode usar sua polpa para adoçar alguma sobremesa, em vez de açúcar.

Não se esqueça de que a variedade na alimentação é fundamental, inclusive no que diz respeito às frutas. Procure sempre consumir alimentos da época para aproveitar todas as suas características organolépticas. Dessa forma, você poderá tirar o máximo proveito dos seus benefícios.

Pode interessar a você...

5 vitaminas de frutas para aumentar seus níveis de energia
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
5 vitaminas de frutas para aumentar seus níveis de energia

As vitaminas de frutas são opções perfeitas para aumentar a sua ingestão de nutrientes e os seus níveis de energia. Experimente estas 5 receitas!



  • Cassidy A., Berry anthocyanin intake and cardiovascular health. Mol Aspects Med, 2018. 61: 76-82.
  • Bucher A., White N., Vitamin C in the prevention and treatment of the common cold. Am J Lifestyle Med, 2016. 10 (3): 181-183.
  • Miller HJ., Dehydration in the older adult. J Gerontol Nurs, 2015. 41 (9): 8-13.
  • Khomich LM., Perova IB., Eller KI., Peach juice puree nutritional profile. Vopr Pitan, 2019. 88 (6): 100-109.
  • Olagnero, Gabriela, et al. “Alimentos funcionales: fibra, prebióticos, probióticos y simbióticos.” Diaeta 25.121 (2007): 20-33.
  • Lázaro, M. Alergia al melocoton: estudio epidemiologico, clinico e inmunologico. Diss. Universidad de Salamanca, 1997.
  • Peiro, Pablo Saz, María Ortiz Lucas, and Shila Saz Tejero. “Cuidados en el estreñimiento.” Medicina naturista 4.2 (2010): 15-22.
  • Jansen, Rick J., et al. “Los nutrientes obtenidos al consumir frutas y verduras reducen el riesgo de cáncer de páncreas.” J Gastrointest Cancer 44.2 (2013): 152-161.