Folhas de rabanete: benefícios e formas de uso

Na próxima vez em que você comprar rabanete, não jogue as folhas fora. Elas podem ser preparadas como qualquer outra folha verde. As folhas de rabanete também podem trazer benefícios para a saúde. Saiba quais são.
Folhas de rabanete: benefícios e formas de uso

Última atualização: 28 Fevereiro, 2021

As folhas de rabanete não são alimentos dos mais populares na cozinha. No entanto, se você conhecesse todos os seus benefícios, certamente as incluiria em sua dieta. Além disso, seu sabor suave faz com que se encaixem bem em qualquer salada ou receita.

Quando você usa este vegetal, a primeira coisa que faz é cortar suas folhas. No entanto, estas contêm compostos nutricionais que podem ter uma influência positiva na sua saúde. Se você ainda não ousou experimentá-las, vamos explicar quais são as suas propriedades e como consumi-las no seu cardápio semanal.

Quais são os benefícios das folhas de rabanete?

Embora não existam muitos estudos sobre as suas propriedades, o rabanete tem sido usado na cultura popular como um adjuvante para tratar certas condições leves, como a febre, a dor de garganta, os distúrbios biliares e a inflamação. Aprenda mais sobre os seus benefícios a seguir.

Colheita de rabanetes
Os rabanetes são usados ​​na medicina desde os tempos antigos, mas algumas propriedades só estão sendo comprovadas agora.

Ajudam a complementar a dieta

Devido ao seu baixo teor calórico, as folhas de rabanete podem ser incluídas em qualquer dieta para aproveitar ao máximo os seus benefícios. Na verdade, você pode misturá-las com a couve ou algum outro vegetal de folhas verdes para consumi-las em saladas, sem qualquer peso na consciência.

Uma publicação da Illinois University Extension que detalha os componentes nutricionais de uma grande variedade de vegetais aponta que meia xícara de rabanete contém aproximadamente 12 calorias e praticamente nenhuma gordura.

Contribuem para a saúde digestiva

As folhas de rabanete podem ajudar a facilitar a digestão. Embora ainda faltem evidências científicas para comprovar seus efeitos, alguns estudos realizados em animais sugerem que seu teor de fibras pode ser responsável por esse benefício.

De fato, uma pesquisa publicada na Food and Agricultural Organisation dos Estados Unidos comenta que o consumo dessa parte do alimento pode melhorar a função gastrointestinal e o metabolismo da gordura.

Pode ter efeitos sobre a diabetes

A diabetes é uma doença na qual os níveis de glicose no sangue aumentam acima do  considerado normal. É uma condição prevalente na população mundial que se origina pela baixa produção de insulina pelo pâncreas, ou pela resistência dos tecidos à sua ação.

De acordo com uma pesquisa publicada na revista Nutrients, todas as partes do rabanete parecem ter propriedades antidiabéticas. As folhas podem reduzir a absorção de glicose pelo intestino, embora mais estudos clínicos sejam necessários para comprovar esses efeitos.

Como usar as folhas de rabanete para tirar proveito dos seus benefícios?

A forma mais comum de comer este vegetal é fatiado em sua forma crua. No entanto, as sua folhas podem ser utilizadas em diferentes pratos, como fazemos com os demais vegetais folhosos. Algumas preparações com este alimento são as seguintes:

  • Saladas: como a alface ou o espinafre, as folhas de rabanete podem ser adicionadas a qualquer salada.
  • Sopa: podem ser cozinhadas dentro da mesma e fazer parte da variedade de verduras que esta contém.
  • Sucos: na hora de fazer essas bebidas, você pode adicionar algumas folhas de rabanete, que vão agregar suas propriedades e não afetarão o sabor.
  • Omelete: este prato é simples de preparar e tem um sabor muito agradável. O seu preparo é o mesmo de uma omelete de ovos com espinafre, só que no lugar deste último ingrediente vamos acrescentar as folhas de rabanete.
  • Refogados: você também pode refogar as folhas de rabanete junto com outros vegetais. Você só vai precisar adicionar sal e as especiarias que desejar.
Fatias de rabanete
As fatias de rabanete são a forma mais tradicional de consumi-lo, mas existem muitas outras maneiras de prepará-lo.

Contraindicações e efeitos adversos

O consumo de folhas de rabanete é considerado seguro na maioria dos casos. No entanto, pode irritar o estômago em grandes quantidades. Além disso, algumas pessoas podem ser alérgicas a este alimento, embora isso não seja muito comum.

Por outro lado, mulheres grávidas ou lactantes devem ter um cuidado especial ao consumi-las, uma vez que não há informações suficientes sobre seus efeitos nestas fases da vida.

Além disso, como ajudam a reduzir os níveis de açúcar no sangue, as pessoas com hipoglicemia devem evitar ingeri-las em excesso. Se você sofre de cálculos biliares, deve ter cuidado ao comer folhas de rabanete pelo fato deste alimento aumentar o fluxo da bile. Esta ação pode causar dor súbita devido ao bloqueio dos cálculos.

Por fim, não se esqueça de que, em quantidades moderadas, o uso desta planta não tem nenhum efeito adverso, portanto você pode incluí-la em sua dieta sem nenhum problema e comprovar seus benefícios. Caso note algum tipo de sintoma, é melhor consultar um médico.

Pode interessar a você...

Creme de rabanete para combater a sinusite
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Creme de rabanete para combater a sinusite

Neste artigo, vamos falar sobre um creme de rabanete para combater a sinusite e seus sintomas incômodos. Não deixe de ler!



  • Banihani S. A. (2017). Radish (Raphanus sativus) and Diabetes. Nutrients9(9), 1014. https://doi.org/10.3390/nu9091014
  • University of Illinois Extension. Watch Your Garden Grow. Recuperado el 26 de agosto de 2020. https://web.extension.illinois.edu/veggies/radish.cfm
  • Rolón Riquelme, Olga Yolanda. “Efecto de la dieta macrobiótica como prevención del desarrollo de cánceres del aparato digestivo.” (2018).
  • Soliveres Higuera, Irene. “Dieta vegetariana y vegana durante el embarazo y la lactancia materna.” (2017).
  • Jang, H. S., Ahn, J. M., Ku, K. H., Rhee, S. J., Kang, S. K., & Choi, J. H. (2008). Effect of radish leaves powder on the gastrointestinal function and fecal triglyceride, and sterol excretion in rats fed a hypercholesterolemic diet. Journal of the Korean Society of Food Science and Nutrition. https://doi.org/10.3746/jkfn.2008.37.10.1258