O que são os exercícios hipopressivos?

Os exercícios hipopressivos são um conjunto de exercícios físicos para a recuperação de disfunções abdominais e do assoalho pélvico. Conheça-os a seguir!
O que são os exercícios hipopressivos?

Última atualização: 03 Março, 2021

Os exercícios hipopressivos foram desenvolvidos pelo fisioterapeuta belga Marcel Caufriez com o objetivo de ajudar pacientes que sofreram as consequências de um pós-operatório abdominal, bem como as mulheres que deram à luz e estão na fase pós-parto.

Portanto, esses exercícios são projetados para a recuperação de disfunções abdominais e do assoalho pélvico. No entanto, executar uma boa técnica hipopressiva não é fácil. Assim, é necessário um treino regular, constante e inteligente.

Se você optar por adotar essa prática, notará uma evolução e apreciará como os músculos respiratórios interagem com os músculos abdominais e os do assoalho pélvico.

Benefícios estéticos dos exercícios hipopressivos

Você pode ter ouvido algo sobre o efeito estético ou de emagrecimento dos exercícios hipopressivos. Isso é verdade e foi confirmado em um estudo realizado com 15 mulheres na Universidade de Vigo. Além disso, melhorias significativas foram obtidas na circunferência abdominal, competência abdominal e apneia respiratória.

Posteriormente, trabalhando com frequência a circunferência abdominal, os centímetros extras da cintura podem ser reduzidos e o abdômen irá melhorar seu tônus muscular. Isso é interessante, porque esse efeito nunca foi o objetivo da técnica. É apenas um efeito positivo derivado de uma prática comum.

Qual é a diferença em relação aos abdominais clássicos?

Mulher treinando o abdômen

A maioria dos exercícios de força abdominal atua apenas na ativação dos músculos mais superficiais. Além disso, eles não aplicam nenhuma técnica de respiração. Nos hipopressivos, a respiração representa o eixo central. Toda a técnica, sem exceção, gira em torno desse conceito.

A ginástica hipopressiva baseia-se no uso da respiração diafragmática para ativar os músculos do assoalho pélvico, conforme concluiu um estudo realizado pela Universidade Miguel Hernández de Elche. Essa prática exercita os músculos profundos do abdômen, especialmente o músculo transverso, e reduz a tensão na região abdominal. Ao mesmo tempo, a pressão no nível lombar diminui.

Não se esqueça de ler: Benefícios da prancha abdominal

Como são realizados os exercícios hipopressivos?

Em primeiro lugar, o exercício deve ser focado na respiração. Inspire pelo nariz e expire (solte o ar) pela boca. As respirações devem ser profundas e você deve segurar o ar por no mínimo 7 a 10 segundos.

Em seguida, no momento da expiração, você deve ativar os músculos abdominais. Como? O umbigo deve ser levado em direção à coluna. Quando a expiração estiver completa e não houver mais ar dentro dela, segure a apneia por alguns segundos e faça uma aspiração abdominal.

Esta é uma respiração muito diferente da que você está acostumado a fazer, mas com a prática você poderá dominar essa técnica que lhe trará grandes benefícios. Para controlar a respiração, geralmente são necessárias várias sessões.

Na próxima etapa, aplique a postura correta. Existe uma sequência específica no programa original. Para avançar no tratamento, segue-se essa sequência, que aumenta gradativamente em dificuldade. Tudo isso leva tempo e prática, mas em poucas semanas será possível contrair os órgãos internos em posições específicas e respirar corretamente.

Embora essa técnica tenha sido desenvolvida em um ambiente clínico, os benefícios e a sua aplicação a tornaram um treino de baixo impacto ideal para pessoas com objetivos diferentes. Da mesma forma, muitos conseguem obter um melhor rendimento esportivo, melhor correção postural e a recuperação de lesões.

Exercícios hipopressivos
Os abdominais hipopressivos podem ser incorporados ao plano de tratamento para a diástase abdominal

Principais benefícios dos exercícios hipopressivos

Os benefícios dos exercícios hipopressivos são variados e eles são recomendados como parte da rotina de atividade diária. Ao contrário da maioria dos exercícios de força abdominal, por meio da respiração diafragmática a tensão física na região abdominal é reduzida, e a pressão no assoalho pélvico e na região lombar também.

Que benefícios isso traz? Diminui as chances de hérnia de disco lombar, evita o prolapso dos órgãos pélvicos e pode até tratar órgãos já prolapsados. Além disso, ajuda a corrigir a postura, melhorando a consciência corporal.

Esses exercícios são essenciais para prevenir e tratar a incontinência urinária. Ao melhorar o controle do corpo e tonificar o assoalho pélvico, eles também melhoram a função sexual. Nas mulheres, fortalecem os músculos do assoalho pélvico, auxiliam na maternidade e no parto.

Contraindicações da ginástica hipopressiva

Como recomendação geral, os exercícios hipopressivos não devem ser feitos antes de dormir ou após as refeições, pois podem interferir no sono e na digestão. Eles não são recomendados para pessoas com pressão alta ou para mulheres grávidas.

Embora o público em geral possa praticar esses exercícios e eles sejam adequados para todas as idades, é necessário tomar precauções. Antes de começar, consulte um médico ou algum profissional da área.

Pode interessar a você...
Melhor rotina de exercícios para fazer em casa
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Melhor rotina de exercícios para fazer em casa

Podemos realizar esta rotina de exercícios para fazer em casa em dias alternados e aumentar a intensidade e repetição para alcançar melhores result...