Causas de dor na barriga durante a gravidez

3 de junho de 2020
Durante 9 meses, o corpo de uma mulher grávida experimenta mudanças e pressões que podem causar dor. Conhecê-las é importante para saber o que está acontecendo.

A dor na barriga é comum durante a gravidez, principalmente após o segundo trimestre. As causas dessas dores variam e, embora não necessariamente sejam motivo para preocupação, em alguns casos são indicativas de problemas mais sérios. Portanto, é bom saber como identificar o tipo de dor e informar o seu obstetra.

Com a gravidez, o corpo da mulher passa por grandes transformações para criar o espaço necessário para abrigar o feto e supri-lo de todos os recursos vitais para a sua formação. Esses ajustes podem causar dor na barriga. Pode ser difícil para as mães saberem se é uma dor normal ou uma complicação, por isso, explicaremos as possíveis causas de dor na barriga durante a gravidez a seguir.

Causas de dor na barriga durante a gravidez

Dor nos ligamentos redondos

Causas de dor na barriga durante a gravidez
A dor nos ligamentos redondos geralmente se manifesta por uma mudança repentina na postura, como quando a mulher se levanta ou tosse.

Os ligamentos redondos vão da virilha ao útero. À medida que o abdômen da mulher cresce, esses ligamentos se esticam e podem causar dor.

As dores nos ligamentos redondos surgem como uma pontada aguda ao mudar de posição, sair da cama ou até mesmo com uma tosse simples. O cansaço causado pela atividade física também pode intensificar a dor.

Essa dor é normal e pode ser reduzida evitando movimentos bruscos, dobrando levemente a cintura ao tossir ou espirrar e fazendo exercícios de alongamento que ajudarão a flexionar o ligamento.

Você pode se interessar: Prática de exercícios durante a gravidez: o que considerar?

Gases

Durante a gravidez, a mulher acumula mais gases do que o normal devido ao aumento da produção de progesterona, que deixa a digestão mais lenta.

A dor dos gases é aguda e pode mudar de lugar. Essa dor é sentida principalmente no abdômen, no peito e às vezes até nas costas. Essas dores podem ser mais frequentes à medida que a gravidez progride, devido à pressão adicional do crescimento do feto no útero.

A melhor maneira de reduzir a dor causada por gases é comer porções menores mais vezes ao dia e se exercitar. O médico pode recomendar algum antigases para reduzir sua frequência e intensidade.

Constipação

Gases na gravidez
O uso de laxantes na gravidez deve ser recomendado por um médico, pois em alguns casos eles são contraindicados.

A constipação também é uma causa muito comum de dor na barriga na gravidez. Alterações hormonais, suplementos vitamínicos e ajustes no metabolismo podem dificultar a evacuação.

Para evitar a constipação, é aconselhável aumentar a quantidade de fibras na dieta, fazer exercícios, que podem consistir em caminhadas simples, e aumentar o consumo de água. Os laxantes deve ser recomendados por um médico, uma vez que muitos são contraindicados durante a gravidez.

Leia também: Os perigos do uso de antibióticos durante a gravidez

Contrações de Braxton Hicks: a principal causa de dor na barriga durante a gravidez

Essas são contrações que ocorrem no último trimestre da gravidez, embora não signifiquem que o trabalho de parto tenha começado.

As contrações de Braxton Hicks produzem a mesma dor das contrações do parto, mas não têm a mesma frequência. Elas são completamente normais e não representam perigo. Também são conhecidas como contrações de treinamento, pois são uma preparação do corpo tonificando os músculos uterinos.

Para aliviar a dor das contrações de Braxton Hicks, a American Pregnancy Association recomenda tomar banhos quentes, beber água e mudar a posição do corpo, para encontrar uma mais confortável que diminua a dor.

Gravidez ectópica

Dores na gestação
A gravidez ectópica é uma das causas graves de dor abdominal.

Esta é uma condição séria que requer atenção urgente. A gravidez ectópica ocorre quando o óvulo fertilizado se aloja fora do útero, geralmente nas trompas de Falópio. Nesse caso, é preciso buscar atendimento médico imediato.

A dor da gravidez ectópica é intensa, aguda e permanece em um local, mais comumente no abdômen ou na pelve. Pode ser acompanhada de vômito, tontura e sangramento vaginal.

Aborto espontâneo

É quando a gestação é interrompida involuntariamente nas primeiras 20 semanas. As razões para a perda são diversas e muitas vezes difíceis de prever e determinar. A maioria dos casos está relacionada a anormalidades nos cromossomos do feto ou a danos no óvulo ou nos espermatozoides.

Geralmente causam dor intensa nas costas, dor abdominal por contrações e fluidos vaginais rosados. Quando esse problema ocorre, deve ser tratado imediatamente para evitar infecções.

Outras razões para a dor na barriga durante a gravidez

Também pode haver dor na barriga motivada por outras condições que não têm nada a ver com a gravidez, como:

  • Cálculos renais
  • Infecções renais
  • Pancreatite
  • Apendicite
  • Úlceras
  • Vírus estomacais

Todas essas condições devem ser tratadas por um especialista, pois embora não estejam diretamente relacionadas à gravidez, podem ser um risco para a mãe e para o bebê se não forem tratadas.

  • Prenatal Care. In Danforth’s obstetrics and gynecology. Gibbs, R. (2008). 10th ed., p. 18.
  • Pregnancy: Body changes and discomforts: Constipation. womenshealth.gov/pregnancy/youre-pregnant-now-what/body-changes-and-discomforts
  • Pregnancy: Staying healthy and safe: When to call the doctor. (2017). womenshealth.gov/pregnancy/youre-pregnant-now-what/staying-healthy-and-saf
  • True vs false labor. (2016). my.clevelandclinic.org/health/articles/true-vs-false-labor