Dieta para a gastrite: menus saudáveis que ajudam

22 de maio de 2019
Este plano baixo em gorduras, fibra e açúcares simples facilita o esvaziamento do estômago e diminui a produção de acidez. Portanto, é útil para reduzir os sintomas e as moléstias da gastrite.

A gastrite é a inflamação das paredes do estômago e causa mal-estar, acidez e, inclusive náuseas e vômitos. As pessoas que sofrem de gastrite crônica, geralmente evitam muitos dos alimentos por medo às moléstias. Por isso, neste artigo daremos conselhos sobre como deve ser uma adequada dieta para a gastrite.

Continue lendo porque contaremos mais!

Quais são as causas da gastrite

Uma das causas mais comuns da gastrite é a infecção por uma bactéria chamada Helicobacter pylori. Em países desenvolvidos esta bactéria poderia estar infectando 50% da população, apesar de que somente 15% dessa quantidade desenvolveria a doença.

Isso demonstra que essa doença está muito influenciada por fatores genéticos ou ambientais (a comida, o hábito de fumar, etc.). De todos modos, esta não é a única causa da gastrite, mas existem outras como:

  • Tomar de maneira frequente e crônica determinados medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) como a aspirina ou o ibuprofeno.
  • Consumir demasiado álcool, tabaco ou drogas.
  • Transtornos autoimunes como a anemia perniciosa.
  • O estresse ou a ansiedade elevada, porque aumenta os ácidos gástricos e provoca o que se denomina gastrite nervosa.
  • O abuso de comidas abundantes, muito pesadas ou picantes.

Quer saber mais? Então leia: Gastrite nervosa: causas, sintomas e tratamentos

Como deve ser a dieta para a gastrite?

A dieta para a gastrite consiste em uma alimentação nutritiva e saudável na qual se aumentam aqueles alimentos que “caem” melhor ao estômago. Aliás, deverão ser evitados aqueles que possam ocasionar danos ou que sejam irritativos.

Através de uma dieta adequada para o estômago é possível ajudar a melhorar a digestão. Assim, podemos diminuir as dores, a inflamação e as moléstias gástricas. É importante ter em conta que no tratamento da gastrite sempre é necessário seguir as indicações do médico.

Pautas gerais na dieta para a gastrite

Na hora de elaborar os menus para as pessoas com gastrite é importante ter em conta os seguintes conselhos para a alimentação:

  • As comidas devem ser pouco abundantes: se for necessário, o melhor é dividir as porções e comer com mais frequência para evitar a sensação de “encher” o estômago.
  • Aumente o consumo de alimentos mais recomendáveis para o estômago: as batatas, arroz, cenouras, abóbora, repolho cozido, maçã, bananas maduras e azeite de oliva.
  • Cozimentos suaves: dê preferência aos alimentos cozidos ao vapor, fervidos. Prefira também os purês, sopas ou cremes. Evite o excesso de refogados, grelhas, torrados ou alimentos muito secos ou pouco cozidos.
  • Evite alimentos e bebidas demasiado quentes.
  • Tome água durante o dia todo.
Beber bastante água ajuda a dieta para a gastrite a controlar a gastrite

Não deixe de ler também: 8 sucos naturais para combater a gastrite

Exemplos de dieta para a gastrite

Lembre que esta dieta poderia ajudar a reduzir as moléstias ocasionadas pela gastrite. Entretanto, não possui caráter curativo.

Para o café da manhã

  • Leite semidesnatado com açúcar ou iogurte
  • Pão branco com geleia/bolachas/duas fatias de pão branco com peito de peru
  • 1 colher de sopa de queijo branco desnatado.

Para o lanche da manhã

  • Fruta cozida ou em compota/suco de melão, maçã ou uva.

Para o almoço

  • Entrada: purê de abobrinha/batatas fervidas com acelga/ arroz à jardineira/ macarrão branco com presunto cozido, abobrinha e berinjela.
  • Prato principal: coxa de frango sem pele/ bife na grelha/ pescada fervida/ badejo ao forno.
  • Sobremesa: banana madura/ melão em compota/ abóbora assada/ requeijão com açúcar/ creme caseiro elaborado com leite desnatado.

Para o lanche da tarde

  • Infusão com açúcar e bolachas/ iogurte natural/ uma fruta pequena.

Para o jantar

  • Entrada: ervilhas fervidas, cenoura e batatas/ purê de verdura/ sopa de frango com macarrão/ borragem (borago officinalis) com batata.
  • Prato principal: peito de frango na grelha com batatas ao vapor/ presunto de York na grelha/ linguado na grelha com cenouras cozidas/ alabote ao forno/ tortilha à francesa ou de abobrinha.
  • Sobremesa: maçã assada/ pera madura/ queijo fresco com marmelada/ flan de baunilha.
Peras são uma opção para a dieta para a gastrite

Dica: se quiser melhorar a digestão você pode incrementar o consumo de alguma infusão com propriedades digestivas.

Por último, não limite a sua dieta além do necessário. Você deve seguir estas orientações sempre pensando em sua tolerância pessoal. Portanto, tente que sua alimentação, dentro das restrições, seja o mais variada e completa possível. Aliás, à medida que você for melhorando, poderá ir incorporando progressivamente mais alimentos à sua dieta.

Este artigo foi útil para você? Sendo assim, continue com a gente porque temos mais sugestões para a sua saúde e bem-estar.

  • Valdivia Roldán Mario. Gastritis y gastropatías. Rev. gastroenterol. Perú  [Internet]. 2011  Ene;  31( 1 ): 38-48. Disponible en: http://www.scielo.org.pe/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1022-51292011000100008&lng=es.
  • MARY KAY WASHINGTON; RICHARD M. PEEK JR. TADATAKA YAMADA. Texbook of gastroenterology. Fifth edition 2009. Cap 42. Gastritis and gastropathy pag 1005 – 1025.
  • STEPHEN J. MCPHEE, MAXINE A. PAPADAKIS, LAWRENCE M, TIERNEY, JR. Current Medical Diagnosis & treatment.2008, 47 Edition. Gastritis & Gastropathy. Pag 514 – 518.