Descubra os alimentos potencialmente cancerígenos

22 de novembro de 2014
Você sabia que consumimos com certa frequência alguns alimentos potencialmente cancerígenos? Veja neste artigo quais são eles.

Você sabia que alguns alimentos que, segundo algumas pesquisas, poderiam desencadear diferentes tipos de câncer são habitualmente consumidos por nós? Descubra aqui os alimentos potencialmente cancerígenos.

Alguns deles, aliás, ingerimos com muita frequência sem conhecer os riscos que podem desencadear para a saúde.

Nesse artigo explicaremos quais são esses alimentos para que você possa limitar ou evitar o consumo em sua alimentação, principalmente se você tiver antecedentes familiares que aumentam o risco de sofrer de câncer, ou simplesmente por uma questão de prevenção. Confira.

Os transgênicos estão na lista de alimentos potencialmente cancerígenos

No caso dos alimentos transgênicos, ou geneticamente modificados, existem inúmeros estudos que demonstram os riscos deles para a saúde. Tais riscos ficam a cada ano mais evidentes, e em muitos casos é muito tarde evitá-los.

Buscando uma produção agrícola em massa, muitos limites éticos são ultrapassados para se chegar a uma grande produtividade, deixando de lado a qualidade dos alimentos.

Além disso, os transgênicos também estão relacionados a outros problemas de saúde, como a infertilidade e o desenvolvimento de alergias.

Alguns dos alimentos transgênicos mais conhecidos são a soja e o milho.

O problema é que seus efeitos não se limitam apenas aos alimentos em si, mas são transmitidos aos seus derivados, como suas farinhas, açúcares ou o xarope de milho, com os quais se preparam uma grande quantidade de doces.

O gado alimentado com soja transgênica também é afetado, e posteriormente o consumimos com total desconhecimento.

Por isso, recomendamos o consumo de produtos orgânicos, tanto a soja e o milho quanto a carne, o leite e os ovos, e que se observe sempre muito bem as etiquetas dos produtos comprados para conhecer seus ingredientes.

Alimentos transgênicos

Alimentos potencialmente cancerígenos: açúcar branco

Antigamente o açúcar branco era considerado apenas por seu sabor delicioso, porém, cada vez mais nutricionistas se referem a ele como um veneno.

Alguns estudos confirmam que o açúcar branco alimenta o câncer, já que não apenas oferece nenhum benefício ao nosso organismo como também o descalcifica e acidifica.

Leia também: Como o açúcar afeta o seu organismo? Tudo o que você precisa saber

Os tumores geralmente se desenvolvem em locais acidificados devido à má alimentação, o estresse, os maus hábitos, o excesso de toxinas, etc.

Além disso, esse produto contribui para a proliferação de parasitas e a tendência de desenvolvermos problemas de pâncreas e doenças cardiovasculares.

Para resolver isso não basta apenas eliminar totalmente o consumo de açúcar branco de nossa alimentação, mas também devemos considerar todos os alimentos constituídos por esse ingrediente, tais como bebidas, doces, cereais, chocolates, caramelos, etc.

Para substituir o açúcar, temos opções muito mais saudáveis, por exemplo:

  • Estévia
  • Mel de abelha
  • Mel de cana de açúcar
  • Açúcar integral de cana
  • Rapadura
  • Xaropa de agave
  • Melaços de cerais

Açúcar branco e alimentos prejudiciais

Alimentos potencialmente cancerígenos: carboidratos refinados

Com os carboidratos refinados descobrimos que um alimento saudável, como é o caso de um cereal integral, perde sua fibra, que é uma parte indispensável para que o alimento seja digerido corretamente.

Descubra: As dietas com alto teor de carboidratos são prejudiciais?

Assim, nos deparamos com cereais e farinhas refinadas e processadas com as quais são preparados os seguintes alimentos:

  • Macarrão
  • Pão
  • Doces
  • Biscoitos
  • Massas

O consumo habitual desses alimentos que em muitos casos costuma ser diário, pode causar, a longo prazo, câncer de cólon ou de mama. Além disso, também causa um ganho de peso, acidez, má digestão e prisão de ventre.

Em contrapartida, o consumo de alimentos integrais favorece o trânsito intestinal e nos oferece a sensação de saciedade, por isso é ideal inclui-los em nosso cardápio se quisermos perder peso, por exemplo.

Alimentos integrais

Dicas finais

Depois de analisar os três grandes grupos de alimentos potencialmente cancerígenos se consumidos habitualmente, ofereceremos algumas dicas finais muito úteis:

  • Sempre que puder, opte por alimentos orgânicos. Inclusive aqueles chamados de “naturais” costumam conter ingredientes muito econômicos e de má qualidade, que são potencialmente cancerígenos. Evite a soja, o milho e seus derivados, se forem transgênicos.
  • Elimine o açúcar branco e todo tipo de alimento açucarado da alimentação; substitua-os por adoçantes naturais.
  • Escolha sempre alimentos integrais e completos, com sua fibra natural. Ao fazer essa mudança deveremos aumentar também o consumo de água fora das refeições, já que a princípio nosso corpo pode levar tempo pra se adaptar e podemos sofrer de prisão de ventre, dores de cabeça ou algum outro incômodo. Mas esses sintomas desaparecerão em pouco tempo e rapidamente notaremos uma melhora.