As 7 principais causas da infertilidade feminina

Você sabia que o sistema imunológico pode ser o culpado da infertilidade feminina? Seus anticorpos reagem a um componente estranho e o atacam, e então a fertilização não ocorre. Veja outras causas da infertilidade feminina nesse artigo.

Você e seu parceiro estão tentando conceber um bebê, mas não conseguem? Você deve saber que isso é algo muito comum por vários fatores. No entanto, antes de desanimar, é importante entender que existem várias causas da infertilidade feminina.

Aqui vamos dizer-lhe as mais comuns. O importante de tudo isso é saber reconhecê-las para depois agir. Algumas delas são relativamente fáceis de combater, mas precisam de tratamento médico.

Causas da infertilidade feminina

1. Problemas de ovulação

Mulher em consulta ginecológica

Os problemas de ovulação ocorrem quando os óvulos não amadurecem dentro dos ovários, ou quando os ovários não conseguem liberar um óvulo maduro.

Este distúrbio é uma das causas mais comuns de infertilidade feminina. Entre os sintomas que você pode apresentar estão:

  • Períodos menstruais incomuns ou ausentes
  • Sangramento muito leve ou pesado
  • Ausência de sintomas antes da menstruação (como inchaço ou sensibilidade nos seios)

A solução para esse problema é geralmente a ingestão de certos medicamentos. Como cada organismo é diferente, você deve consultar seu médico para avaliar suas características e prescrever os medicamentos apropriados.

Também é importante que você não se desespere ou tente mudar doses ou tentar novos medicamentos. Lembre-se de que o corpo requer algum tempo para se adaptar.

2. Endometriose

A endometriose é outra das causas de infertilidade feminina. É uma doença benigna que afeta mulheres em idade produtiva.

É um distúrbio inflamatório que causa aderências entre os órgãos.

O extraordinário sobre essas aderências é que são tecidos que normalmente crescem dentro da cavidade uterina, mas que nesse momento se encontram fora do útero.

Algumas mulheres não apresentam sintomas e podem passar a vida inteira sem problemas.

Outras, no entanto, terão desconfortos como:

  • Cólicas excessivas ou dor nos seus períodos menstruais
  • Relações sexuais dolorosas
  • Sangramento fora do período menstrual
  • Dor pélvica
  • Sangramento mais intenso que o habitual

Se você sentir esses desconfortos, mesmo que não queira ter filhos, e não tiver ido ao ginecologista, é uma boa ideia ir para fazer um exame de rotina.

Além de ajudá-la a controlar o desconforto, ele lhe dará as sugestões oportunas para evitar problemas ao tentar engravidar.

Caso você não tenha sintomas, mas sua mãe, avó, tia ou irmã tenham tido esse problema, você deve notificar seu ginecologista.

3. Idade

Mulher pensativa

A idade é um dos grandes determinantes quando se fala em infertilidade feminina. A chance de conceber um bebê diminui gradualmente à medida que a idade aumenta.

Infelizmente, este é um fator que ainda não pode ser combatido e, no final, o corpo é uma máquina. Conforme você envelhece, alguns processos mudam.

  • O ideal é que você tente engravidar entre os 22 e os 35 anos de idade, se você está saudável.
  • Se você vive com uma doença crônica, pergunte ao seu ginecologista se existe uma faixa etária diferente para engravidar. Pode ser o caso que os 30 ou 31 anos já representem um problema para as mulheres com diabetes, por exemplo.
  • Da mesma forma, para algumas mulheres, não é um problema engravidar depois dos 35 anos.

4. Síndrome do ovário policístico

A quarta das causas da infertilidade feminina é um transtorno derivado de um desequilíbrio dos hormônios sexuais femininos. Geralmente provoca alterações no ciclo menstrual e cistos nos ovários.

Os pequenos folículos dos ovários não se desenvolvem o suficiente para amadurecer, o que impede a liberação dos óvulos. Entre os sintomas mais comuns desta doença estão:

  • Períodos menstruais irregulares
  • Crescimento excessivo de pelos
  • Acne
  • Obesidade

Neste caso, é importante que o seu médico solicite alguns testes hormonais e outros exames de rotina. Além disso, você deve fazer algumas mudanças em seu estilo de vida para combater o problema.

5. Seu sistema imunológico combate e elimina o esperma

Sistema reprodutor feminino

As respostas imunes entre alguns tecidos do sistema reprodutivo podem causar infertilidade. O mais comum nestes casos é que existem anticorpos agindo contra os componentes do tecido ovariano.

A maneira de combater esse problema varia dependendo de quão fortes são esses anticorpos, e apenas o seu médico pode lhe dizer a melhor opção. Embora esta causa da infertilidade feminina possa causar problemas, no final, isso implica que seu corpo é muito saudável.

6. Lesões da trompa de Falópio

Em condições normais, as trompas de Falópio agem como uma vara de pesca: elas retiram o óvulo liberado no período de ovulação, transportam o espermatozoide até o óvulo e levam o óvulo fertilizado até o útero.

Por outro lado, quando há danos nas trompas, geralmente há obstruções ou aderências que impedem o processo de implantação do óvulo.

Esses tipos de lesões podem ser causados por:

Essas lesões não causam apenas infertilidade feminina. Elas também são uma das causas de gravidez ectópica. Estas são aquelas que se desenvolvem fora da cavidade uterina ou dentro da trompa de Falópio.

7. Você não tem relações sexuais suficientes nem no momento certo

Casal abraçado na cama

Deixando de lado os fatores médicos, a infertilidade feminina também pode ser devido às poucas relações sexuais ou àquelas que você tem na hora errada.

É importante lembrar que você não está fértil em todos os dias do mês. Se você tem dúvidas sobre qual é o melhor momento, pergunte ao seu médico.

Recomendados para você