Como reduzir o consumo de açúcar?

30 de dezembro de 2019
O consumo de açúcar é um dos grandes riscos para o desenvolvimento de doenças complexas. É evidente que é perigoso para a saúde consumi-lo acima do recomendado.

A ciência comprovou que o consumo excessivo de açúcar é um importante fator de risco para doenças crônicas não transmissíveis. Portanto, é conveniente conhecer as estratégias para consumir menos açúcar.

No entanto, apesar de seu perigo potencial, é um dos ingredientes mais utilizados pela indústria para a produção de alimentos.

Isso faz do açúcar um alimento excessivamente presente na dieta usual, cujo consumo deve ser reduzido ao máximo. Uma diminuição na ingestão de açúcar reduziria a resistência à insulina e as chances de sofrer de diabetes, obesidade e câncer. Para isso, pode ser uma boa ideia usar as estratégias apresentadas a seguir.

Trocar alimentos processados por produtos frescos

A grande maioria dos produtos processados ​​possui açúcar em sua composição. Sejam simples açúcar, cana, coco, mel, etc., todos esses ingredientes representam um grande estresse pancreático e danos ao organismo.

Dessa maneira, simplesmente mudar os alimentos processados ​​para produtos frescos contribui significativamente para reduzir a ingestão diária de açúcar. Além disso, produtos frescos geralmente fornecem proteínas, vitaminas e antioxidantes essenciais para o bom funcionamento do organismo.

No entanto, nem todos os produtos processados ​​são prejudiciais. Existem algumas exceções, como, por exemplo, leguminosas em lata. Aqueles processados ​​cujo tratamento serve principalmente para melhorar a preservação do produto tendem a ser uma boa opção para incluir na dieta diária.

Consumir menos açúcar optando por alimentos frescos

Não se deixe enganar pelos rótulos

Em muitas ocasiões, a indústria utiliza eufemismos da palavra “açúcar” para vender um produto mais saudável quando não o é. O açúcar, como tal, pode ser chamado por nomes diferentes, todos com o mesmo significado.

Assim, cana, coco, mel, entre outros, são variantes de açúcar que apresentam o mesmo estresse pancreático e os mesmos riscos à saúde que o açúcar branco em si.

Por esse motivo, é essencial não se deixar enganar pelos rótulos e estudar as listas de ingredientes com lupa, antes de decidir comprar um produto em vez de outro, porque parece mais saudável.

Leia também: Desejos por açúcar: 5 dicas para controlá-lo

Coma menos para consumir menos açúcar

Comer menos reduz as chances de a ingestão diária de açúcar ser excessiva. Pode parecer óbvio, mas muitas pessoas comem acima de suas necessidades diárias.

Para atingir esse objetivo, muitas estratégias podem ser usadas: desde jejum intermitente, pesagem de alimentos ou simplesmente ter cuidado com as quantidades e parar de comer quando o apetite cessar.

Desapegar-se emocionalmente dos alimentos, e não se deixar levar pela sua qualidade organoléptica, é um ponto a favor ao medir o que comemos e eliminar os excessos.

Além disso, essa situação contribuirá para nos fazer escolher alimentos saudáveis ​​e necessários, em vez de alimentos saborosos, geralmente cheios de açúcar e excipientes que não são recomendados para a saúde.

Escolher alimentos frescos e saudáveis

Embora pareça óbvio, limitar a ingestão diária de alimentos ajuda a consumir menos açúcar. Isso, entre outras coisas, traz benefícios à saúde e ao peso.

Aprenda quando o consumo de açúcar pode ser um benefício

Afinal, o açúcar é um nutriente. Sua função é fundamentalmente energética e, portanto, seu consumo, é um fator que deve ser levado em consideração. Pode ser interessante fazer uma ingestão de açúcar nos momentos anteriores ao esporte ou mesmo depois de iniciado.

Graças a essa estratégia nutricional, o desempenho esportivo pode ser melhorado e a fadiga evitada. Portanto, quando se trata de consumir substâncias processadas ou açucaradas, é sempre melhor fazê-lo nos momentos em que o esporte é praticado, do que em um dia em que a atividade será sedentária.

Não perca: 8 alternativas naturais para substituir o açúcar

Conclusão

O consumo de açúcar é um dos grandes flagelos da saúde. Fora do campo esportivo, onde a ingestão de açúcar pode ser necessária, o consumo diário desse nutriente geralmente é excessivo. Este fenômeno tem consequências terríveis para a saúde e é necessário tomar medidas para evitar problemas de saúde.

Para isso, é uma boa ideia reduzir o consumo de produtos processados ​​e aumentar o de produtos frescos. Assim, será possível consumir menos açúcar. Por outro lado, convém ler os rótulos dos produtos para evitar possíveis enganos ao fazer escolhas. Aliás, a melhor solução para esse problema é a conscientização e a educação alimentar desde os estágios iniciais da vida.

  • Peinado AB., Rojo Tirado MA., Benito PJ., Sugar and exercise: its importance in athletes. Nutr Hops, 2013. 4: 48-56.
  • Arulselvan P., Fard MT., Tan WS., Gotahi S., et al., Role of antioxidants and natural products in inflammation. Oxid Med Cell Longev, 2016.
  • Tappy L., Fructose containing caloric sweetener as a causa of obesity and metabolic disorders. J Exp Biol, 2018.