4 conselhos para lidar com o hipotireoidismo

24 Junho, 2020
O hipotireoidismo pode desencadear vários problemas de saúde que reduzem a qualidade de vida. Felizmente, alguns hábitos saudáveis ​​podem ajudá-lo a lidar com esta condição.
 

O hipotireoidismo, também chamado de tireoide hipoativa, é um distúrbio que se desenvolve quando a glândula tireoide para de produzir hormônios tireoidianos suficientes. Em decorrência disso, o organismo apresenta uma série de alterações que comprometem a saúde. Hoje, daremos algumas dicas a respeito de como lidar com o hipotireoidismo da melhor maneira possível.

Embora possa ser assintomático em seus estágios iniciais, o descontrole hormonal que ele provoca costuma levar a problemas como excesso de peso, dor nas articulações, infertilidade e doença cardíaca, entre outros fatores. Embora seu tratamento inclua alguns medicamentos, também é essencial fazer algumas mudanças no estilo de vida.

4 dicas para lidar com o hipotireoidismo

A diminuição na produção de hormônios da tireoide interfere no equilíbrio normal das reações químicas do corpo. Portanto, pacientes com hipotireoidismo tendem a ganhar peso e a apresentar sintomas como fadiga prolongada, palpitações, depressão, constipação e outros.

Atualmente, o tratamento com hormônios sintéticos da tireoide permite que o hipotireoidismo seja enfrentado com segurança e eficácia. No entanto, para complementar seus efeitos, é conveniente colocar em prática alguns hábitos saudáveis ​​que ajudam a controlar seus sintomas. Confira!

Você pode se interessar: Alimentação para cuidar da glândula tireoide

1. Aumentar a ingestão de iodo

Alimentos ricos em iodo
O iodo é o mineral básico de que o corpo precisa para produzir os hormônios da tireoide.
 

A deficiência de iodo é um dos fatores que podem favorecer o desenvolvimento do hipotireoidismo. Portanto, uma das recomendações para lidar com esse distúrbio é aumentar seu consumo por fontes naturais, como acelga, rabanete, algas, cereais e peixes.

No entanto, deve-se ter em mente que, se o hipotireoidismo não for causado por uma deficiência de iodo, aumentar seu consumo pode ser inútil.

Na verdade, tomar suplementos de iodo em excesso pode prejudicar ainda mais a função da glândula tireoide, dificultando o tratamento desse desequilíbrio. Portanto, é importante avaliar, com a ajuda de um médico, se é necessário aumentar a ingestão desse mineral.

2. Mantenha uma dieta equilibrada

Além de garantir uma ingestão adequada de iodo, é essencial melhorar a dieta. Isso garante a absorção adequada de nutrientes e, por sua vez, favorece as funções do metabolismo no controle do peso corporal. Uma dieta equilibrada deve conter:

  • Fontes de fibras, como grãos integrais, oleaginosas, sementes, frutas e vegetais.
  • Alimentos ricos em proteínas magras, como frango, peru, peixe, etc.
  • Água e bebidas saudáveis.
  • Gorduras saudáveis, como as fornecidas pelo azeite, abacate ou pelos peixes oleosos, entre outros.

Por outro lado, é necessário eliminar da dieta o que pode ser prejudicial para a tireoide e dificultar a manutenção de um peso saudável. Isso inclui açúcares e farinhas refinadas, gorduras saturadas e trans, soja e produtos derivados, óleos hidrogenados, etc.

 

Não deixe de ler: Como saber se temos hipotireoidismo? Conheça 10 sintomas

3. Reduza o estresse

Ioga e meditação
Quando estamos estressados, nosso organismo libera hormônios como o cortisol, o que pode afetar ainda mais o desequilíbrio hormonal.

Estar exposto a episódios constantes de estresse pode fazer com que seja mais difícil lidar com o hipotireoidismo. Esse estado de espírito piora os distúrbios hormonais e torna os sintomas mais graves. Devido a isso, sua falta de gerenciamento pode levar a várias complicações.

Considerando o exposto, é recomendável praticar técnicas de relaxamento, como tomar um banho quente, caminhar ao ar livre, receber uma massagem corporal ou praticar meditação, ioga ou tai chi.

4. Faça exercícios físicos para lidar com o hipotireoidismo

A prática regular de exercícios físicos é indicada para ajudar a lidar com o hipotireoidismo e seus efeitos na saúde. Apesar de não substituir a terapia hormonal em si, pode oferecer benefícios específicos, especialmente no que diz respeito ao peso e à saúde cardiovascular.

Exercícios moderados reduzem o risco de doenças cardíacas. Além disso, ajudam a controlar sintomas como depressão, ganho de peso, fadiga e dores nas articulações. O mais importante é adaptar a rotina de exercícios à sua capacidade física. Portanto, a prática dessas atividades deve ser feita gradualmente.

 

Conclusão

Como vimos, o hipotireoidismo é um distúrbio que causa o descontrole de várias funções no corpo. Portanto, para evitar que ele afete a sua qualidade de vida, é importante buscar um tratamento médico e melhorar o seu estilo de vida.

  • Chung, Hye Rim. (2014).Iodine and thyroid function. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4049553/
  • Galindo, José Roberto., Reyes, Elena.Differential Diagnosis between Anxiety and Thyroid Disease. http://www.bvs.hn/RHPP/pdf/2016/pdf/Vol10-2-2016-6.pdf
  • VV.AA. (2015) The effect of regular physical exercise on the thyroid function of treated hypothyroid patients: An interventional study at a tertiary care center in Bastar region of India. http://www.amhsjournal.org/article.asp?issn=2321-4848;year=2015;volume=3;issue=2;spage=244;epage=246;aulast=Bansal