7 distúrbios associados a doenças da tireoide

A tireoide é uma glândula que intervém em vários processos metabólicos, portanto, qualquer déficit gera alterações. Vamos contar quais são os distúrbios que ela provoca.
7 distúrbios associados a doenças da tireoide

Última atualização: 08 Dezembro, 2020

As doenças da tireoide apresentam uma ampla gama de sintomas e distúrbios associados que geralmente têm um sério impacto na qualidade de vida do paciente, em sua maior medida, mulheres.

Felizmente, existem tratamentos para a maioria. No entanto, é preciso dizer que geralmente são bastante longos, às vezes durando toda a vida. Por outro lado, é possível que em algum momento os pacientes precisem de alguma intervenção cirúrgica para melhorar sua qualidade de vida.

Da mesma forma, a glândula tireoide regula uma infinidade de processos metabólicos e qualquer déficit ou excesso da tireoide gera alterações que podem ser confundidas com outras doenças. Por exemplo, cansaço ou ganho repentino de peso.

Vejamos a seguir quais são os distúrbios associados às doenças da tireoide para entender a importância de prestar atenção a determinados sinais e comentá-los no médico durante a consulta.

1. Prisão de ventre, problemas digestivos ou intestino irritável

Constipação é uma doença relacionada à tireoide

Quando há um desequilíbrio hormonal, é comum passar por períodos de má digestão ou até mesmo surtos de intestino irritável. Porém, também é possível detectar qual é o tipo de alteração da tireoide por meio dos sintomas associados:

  • Hipotireoidismo:
    •  Prisão de ventre,
    •  Pobre absorção de nutrientes.
    •  Indigestão.
  • Hipertireoidismo
    •     Diarreia.
    •     Vômitos ocasionais.
    •     Dor na boca do estômago.
    •     Distensão abdominal.

Descubra tudo sobre: Dieta contra o hipotireoidismo

2. Problemas com a menstruação e possível infertilidade

As irregularidades na menstruação são comuns em pacientes com doenças da tireoide.

  • No caso do hipotireoidismo, a menstruação tende a ser mais dolorosa e mais longa.
  • As mulheres que sofrem de hipertireoidismo, por outro lado, tendem a ter períodos mais curtos, além de menos frequentes ou, pior, podem atingir a menopausa precoce.

Este é, sem dúvida, um dos mais graves distúrbios associados a doenças da tireoide. Portanto, é fundamental ir ao médico para que ele faça o diagnóstico a tempo e ofereça o tratamento mais adequado.

3. Problemas musculares e articulares

Problemas musculares e articulares relacionados a doenças da tireoide

Este é um dos distúrbios mais comuns associados a doenças da tireoide, mas, por sua vez, um dos mais desconhecidos. As pessoas com hipotireoidismo, independentemente da idade ou do sexo, muitas vezes sofrem dores musculares e articulares persistentes. É um incômodo tão forte que podemos receber um diagnóstico errado, como a fibromialgia.

No entanto, essa sintomatologia costuma ser significativamente reduzida com o tratamento. Além disso, as pessoas com problemas de tireoide geralmente desenvolvem síndrome do túnel do carpo, bem como a fascite plantar.

Por sua vez, as pessoas com hipertireoidismo costumam ter dor e fraqueza nos braços e nas pernas.

4. Colesterol alto

A disfunção tireoidiana tem um grande impacto sobre os lipídios, bem como outros fatores de risco cardiovascular. O hipotireoidismo é relativamente comum e está associado a um efeito desfavorável sobre os lipídios. Os problemas de tireoide não aumentam o colesterol ruim ou LDL, mas o tornam mais resistente.

É algo que geralmente se verifica quando, certos pacientes, não conseguem reduzir o nível de colesterol alto nem com dieta, nem com exercícios, nem com estatinas. Quando isso acontece, estamos diante uma pessoa que sofre de hipotireoidismo. Por outro lado, um nível muito baixo (que também não é positivo) pode indicar um caso de hipertireoidismo.

5. Alterações no sono devido a doenças da tireoide

Alterações no sono devido a doenças da tiroide

Um dos aspectos que mais afeta a qualidade de vida dos pacientes com doenças da tireoide é a condição ruim do repouso. No entanto, não significa necessariamente que elas durmam menos. Às vezes, mesmo que a pessoa durma por 10 horas, ela se levanta cansada, sem força.

Por vezes, esse sentimento de não ter descansado faz com que o paciente precise tirar sonecas ou dormir fins de semana completos. Isso é bastante grave. Em outros casos, a pessoa pode se deitar e sentir que não consegue adormecer porque têm taquicardias, nervosismo elevado e ansiedade.

6. Mudanças na pele

Além da perda de cabelo, é comum experimentar mudanças bastante significativas na pele. O hipotireoidismo pode fazer com que ela fique mais áspera, seca e escamosa, especialmente nos calcanhares, joelhos e cotovelos.

Com o hipertireoidismo, por outro lado, a pele pode tornar-se frágil e muito sensível às mudanças de temperatura.

7. Depressão e ansiedade

Jovem com depressão e ansiedade

O hipotireoidismo causado por uma tireoide pouco ativa pode ter como efeito colateral uma alteração em nossos neurotransmissores. A diminuição da serotonina ou dopamina ocorre com a depressão.

Quando um paciente com uma desordem depressiva mostra resistência aos psicofármacos, é comum ter um problema com a tireoide.

O que fazer diante desses sintomas de doenças da tireoide?

Como você viu, alguns sintomas, como mau humor, descanso noturno insuficiente ou dores nas articulações, podem ser causados ​​por doenças da tireoide que ainda não foram diagnosticadas ou que não foram tratadas com eficácia.

Em qualquer um desses casos, é aconselhável consultar um especialista para garantir um diagnóstico adequado e tratar o problema o mais rápido possível.

Pode interessar a você...
Doenças da tireoide: causas e sintomas
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Doenças da tireoide: causas e sintomas

Uma alimentação equilibrada, uma vida saudável e um descanso adequado são os três pilares fundamentais para evitar as doenças da tireoide.



  • Kline, G., & Sadrzadeh, H. (2017). Thyroid disorders. In Endocrine Biomarkers: Clinicians and Clinical Chemists in Partnership. https://doi.org/10.1016/B978-0-12-803412-5.00002-1
  • Mintziori, G., Anagnostis, P., Toulis, K. A., & Goulis, D. G. (2012). Thyroid diseases and female reproduction. Minerva Medica. https://doi.org/10.1111/j.1365-2265.2007.02752.x
  • Squizzato, A., Gerdes, V. E. A., Brandjes, D. P. M., Büller, H. R., & Stam, J. (2005). Thyroid diseases and cerebrovascular disease. Stroke. https://doi.org/10.1161/01.STR.0000181772.78492.07
  • Ebert EC. The thyroid and the gut. Journal of Clinical Gastroenterology. 2010.
  • Ajmani, N. S., Sarbhai, V., Yadav, N., Paul, M., Ahmad, A., & Ajmani, A. K. (2016). Role of Thyroid Dysfunction in Patients with Menstrual Disorders in Tertiary Care Center of Walled City of Delhi. Journal of obstetrics and gynaecology of India, 66(2), 115–119. https://doi.org/10.1007/s13224-014-0650-0
  • Aydın, H., Fındıklı, H. A., Tutak, A. S., Aydın, B., & Algın, A. (2017). MUSCULAR HYPERTROPHY AS ATYPICAL INITIAL PRESENTATION OF HYPOTHYROIDISM. Acta endocrinologica (Bucharest, Romania : 2005), 13(4), 506–508. https://doi.org/10.4183/aeb.2017.506
  • Rizos, C. V., Elisaf, M. S., & Liberopoulos, E. N. (2011). Effects of thyroid dysfunction on lipid profile. The open cardiovascular medicine journal, 5, 76–84. https://doi.org/10.2174/1874192401105010076
  • Louwerens M, Appelhof BC, Verloop H, Medici M, Peeters RP, Visser TJ, et al. Fatigue and fatigue-related symptoms in patients treated for different causes of hypothyroidism. Eur J Endocrinol. 2012;
  • Puri N. A study on cutaneous manifestations of thyroid disease. Indian Journal of Dermatology. 2012.
  • Bauer M, Heinz A, Whybrow PC. Thyroid hormones, serotonin and mood: Of synergy and significance in the adult brain. Molecular Psychiatry. 2002.