Dieta contra o hipotireoidismo

· 15 de setembro de 2018
A alimentação desempenha um papel muito importante no controle do hipotireoidismo. Por isso, é importante conhecer os nutrientes que ajudam a cuidar da saúde da tireoide. 

A dieta contra o hipotireoidismo sugere aumentar o consumo de alguns alimentos que combatem os efeitos da redução dos hormônios da tireoide. Mesmo que o plano possa variar em cada paciente, em geral é bom garantir alguns nutrientes.

Cabe lembrar que este transtorno é um desencadeador de doenças metabólicas, deficiências nutricionais e afecções cardíacas. Por isso, ainda que no início não manifeste sintomas, é melhor controlá-lo seguindo uma alimentação balanceada.

Levando em consideração que muitos enfrentam esta condição, a seguir compartilhamos os 6 alimentos mais recomendados. Mas, primeiro repassaremos algumas das suas características para quem não sabe do que se trata.

O que é o hipotireoidismo?

Mulher detecando hipotireoidismo através da tireoide

O hipotireoidismo ou tireoide hipoativa é uma doença da glândula tireoide que se desenvolve por uma redução na produção de hormônios. Em geral, afeta mulheres com mais de 60 anos, mas qualquer pessoa pode desenvolvê-la, inclusive na adolescência.

Dado que os hormônios da tireoide incidem em funções vitais como o metabolismo, a circulação e saúde cardíaca, sua redução impacta de forma negativa o bem-estar. Além disso, está vinculada com o sobrepeso, pois é uma de suas principais consequências.

Confira Os 5 melhores alimentos para a saúde da tireoide

Causas do hipotireoidismo

Entre as principais causas do hipotireoidismo encontramos:

  • Fatores genéticos ou defeitos congênitos
  • Déficit de iodo na dieta
  • Radioterapia contra o câncer
  • Tratamento com lítio ou outros fármacos
  • Síndrome de Sheehan durante a gravidez
  • Infecções virais (por exemplo, resfriado comum)
  • Doenças autoimunes

Sintomas do hipotireoidismo

  • Ganho alarmante de peso
  • Sensação de cansaço extremo ou hipersensibilidade
  • Trânsito intestinal lento (prisão de ventre)
  • Intolerância ao frio
  • Ciclos menstruais irregulares
  • Expressões faciais toscas, voz rouca e dicção lenta
  • Pálpebras caídas ou olhos esbugalhados
  • Cabelo ressecado e quebradiço
  • Pele pálida e escamosa
  • Unhas quebradiças e fracas
  • Colesterol alto
  • Extremidades inflamadas
  • Dor e rigidez muscular

Alimentos recomendados para uma dieta contra o hipotireoidismo

Seguir uma dieta contra o hipotireoidismo pode complementar os efeitos dos tratamentos receitados pelo médico. Ainda que não contenha fórmulas ou suplementos “milagrosos”, ajuda a garantir uma melhor distribuição dos nutrientes benéficosEm seguida repassamos os mais importantes.

1. Alimentos com fibra

Alimentos com fibras no hipotireoidismo

O consumo de fibra é imprescindível em toda dieta contra os problemas nas tireoides. Este nutriente favorece o controle do peso corporal, já que apoia a digestão e prolonga a saciedade. Também, evita os picos altos de açúcar e o cansaço, comuns nos pacientes com hipotireoidismo.

Recomendamos ler também Tudo sobre as doenças da tireoide

Algumas opções são:

  • Aveia
  • Arroz integral
  • Legumes
  • Alcachofras
  • Champignons
  • Frutas (de baixo índice glicêmico)

2. Ômega 3

Os ácidos graxos ômega 3 são protagonistas na dieta contra o hipotireoidismo. Devido a sua capacidade para regular o colesterol e combater a inflamação, são essenciais para reduzir o impacto da redução dos hormônios da tireoide.

Podemos obtê-lo naturalmente de:

  • Peixe azul e branco (salmão, atum, cavala, sardinhas)
  • Nozes e pistache
  • Sementes (linhaça, chia, girassol)

3. Alimentos ricos em selênio

Os alimentos que contêm selênio potencializam as funções do sistema imune e previnem transtornos como a tireoidite de Hashimoto. Por essa razão, o consumo de 200 mg deste nutriente favorece o controle hormonal e reduz os mal-estares próprios da tireoide hipoativa.

O selênio pode ser encontrado em:

  • Nozes e amêndoas
  • Feijões
  • Alho
  • Aspargos
  • Tomate
  • Uva
  • Melão
  • Ameixa

4. Vitaminas do complexo B

Uma adequada absorção de vitaminas do complexo B melhora o funcionamento da glândula tireoide e reduz o cansaço. Por exemplo, a vitamina B12, particularmente, previne a anemia e ajuda a manter o cabelo e as unhas saudáveis. Por outro lado, a vitamina B9 ajuda a equilibrar os hormônios e controla a ansiedade.

Os alimentos que a contêm são:

  • Lácteos integrais
  • Ovos
  • Carnes magras
  • Cereais enriquecidos
  • Abacate
  • Legumes
  • Gérmen de trigo

5. Alimentos com iodo

O iodo é um oligoelemento essencial que intervém na saúde da glândula tireoide. Por isso, os alimentos que o contém são chaves na dieta contra o hipotireoidismo. Este nutriente, além disso, é combinado com o aminoácido tirosina para favorecer a liberação de hormônios.

Um adulto médio requer cerca de 150 µg de iodo por dia. A seguir destacamos suas fontes:

  • Sal marinho enriquecido com iodo
  • Algas (kelp, wakame, arame)
  • Feijões brancos
  • Morangos orgânicos
  • Mariscos
  • Produtos lácteos
  • Batatas ao forno com casca

6. Fontes de tirosina

Como ficou claro no item anterior, a tirosina se une ao iodo para equilibrar a produção de hormônios da tireoide. Por isso, para restabelecer seus níveis adequados no caso do hipotireoidismo, é primordial aumentar sua ingestão.

Alimentos que a contêm:

Você inclui estes alimentos em sua dieta contra o hipotireoidismo? Desfrute-os a partir de agora, mas saiba que não são uma base para a alimentação, e sim um complemento. É importante seguir as indicações do nutricionista.